Cidadãos de Novo Hamburgo

por Maíra Kiefer última modificação 06/04/2017 16h40

Cidadãos de Novo Hamburgo

por Maíra Kiefer última modificação 05/09/2019 10h41

1. Sebastião Adroaldo Pereira

por Maíra Kiefer última modificação 04/12/2018 15h15

Homenageado em 1957

Formado em Direito. Casou-se e teve cinco filhos. Dr. Sebastião jurisdicionou na Comarca de Novo Hamburgo, de 1951 a 1957.

Deixou em Novo Hamburgo muitos amigos, face ao seu gênio afável, comunicativo e alegre. Promovido a Porto Alegre integrou a primeira Câmara Criminal e foi Presidente da AJURIS, Associação dos Juízes do RS. Aposentou-se como desembargador do TJRS em 1986.

2. Gastão Bernd

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h42


Homenageado em 1977

Formado em Direito. Estruturou o Serviço Eleitoral do Município. Foi Juiz Eleitoral. Instaurou os cartórios na cidade.

Organizou os serviços preparatórios para Eleição de Prefeito Municipal. Serviu Novo Hamburgo com dignidade e carinho. Foi procurador da Justiça Militar do Estado.

3. João Avelino Schuster - 1977

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h42

4. Pastor Wilhelm Pommer

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h43

Pastor Wilhelm Pommer

 

Homenageado em 1978

Filho de August e Martha Brandt Pommer, nasceu em Egeln, província de Magdeburg, Alemanha, no dia 28 de agosto de 1905. Foi casado e teve três filhos. Formado em Teologia e Pedagogia. Chegou no Brasil em 1929.

Em 1937, assumiu como Pastor da Comunidade de Hamburgo Velho. Foi Diretor da Fundação Evangélica por 33 anos. Seu lema: “Diante de Deus não existe distinção de pessoas.”

5. Cônego José Luiz Klafki - 1978

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h43

Cônego José Luiz Klafki


Homenageado em 1978

Filho de Augusto Klafki Filho e Maria Rosalina Klafki, nasceu em Estrela-RS, no dia 17 de novembro de 1914. Em 1944 foi transferido para Novo Hamburgo. Concluiu o Cavalinho Branco, a Casa Paroquial e a Igreja São Luis.

Também concluiu a Capela da Rondônia, a Igreja de Estância Velha e a Igreja do Bairro Primavera. Em 1958 foi promovido a Cônego. Em três anos fundou e construiu a Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no Bairro Guarani.

6. João Côrrea da Silveira - 1980

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h43

João Côrrea da Silveira

 

Homenageado em 1980

Filho de Césario Nunes da Silveira e Maria Júlia Corrêa da Silveira, nasceu em 08 de outubro de 1915, em Montenegro-RS. Casado, teve dois filhos. Em 1932 ingressou no Exército. Em 1974 reabriu a indústria de borracha AMAPÁ DO SUL, possibilitando emprego a 600 pessoas. Foi Presidente da IV Fenac e construiu o 3º Pavilhão da Fenac, em 1969. Foi o Primeiro Presidente do Conselho Deliberativo da ASPEUR.

7. Carlos Armando Koch

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h43

Carlos Armando Koch

 

Homenageado em 1981

Nasceu em Montenegro-RS, no dia 04 de dezembro de 1903. Foi casado e teve três filhos. Foi eleito Prefeito em 1947 e 1955.

Entre suas obras de maior destaque estão a pavimentação com paralelepípedos na Av. Pedro Adams Filho, o ajardinamento e a arborização na Praça 20 de Setembro e a pavimentação da ligação Hamburgo Velho com Canudos.

Também concluiu o Posto de Saúde central. Iniciou a construção do Corpo de Bombeiros. Adquiriu o terreno da Fundação Liberato e o primeiro trator e a primeira patrola para Novo Hamburgo.

8. Plinio Arlindo de Moura

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h44

Plinio Arlindo de Moura

 

Homenageado em 1983

Filho de Amado Antônio e Leopoldina de Moura, nasceu em São Sebastião do Caí-RS, no dia 07 de setembro de 1909.
Foi Contabilista. Integrou o Conselho Fiscal da Novo Hamburgo - Cia. de Seguros.

Presidiu por dois anos a Associação de Contabilistas de Novo Hamburgo - da qual foi um dos fundadores. Fundou a Associação de Pais de Excepcionais e foi Presidente da Sociedade Ginástica Novo Hamburgo. Foi um dos fundadores do Clube dos Planadores, que em seguida foi transformado em Aeroclube de Novo Hamburgo. Foi eleito Vereador em 1947 e Prefeito em 1951.

9. Dr. Antônio Bemfica Filho

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h44

Dr. Antônio Bemfica Filho

 

Homenageado em 1984

Filho de Antônio Nunes e Maria Corrêa Bemfica, nasceu em Santo Antônio da Patrulha-RS, no dia 30 de agosto de 1902. Foi casado e teve quatro filhos.

Formado em Ciências Jurídicas e Sociais. Foi o primeiro advogado a se instalar em Novo Hamburgo. Dr. Bemfica foi um homem respeitado e admirado pelos magistrados e funcionários do Foro, pela cortesia no tratamento e lisura em suas atividades profissionais.

10. Irmã Maria Valéria

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h45

Irmã Maria Valéria

 

Homenageada em 1984

Filha de Pedro Bervian Filho e Florentina Petry Bervian, foi batizada com o nome de Ana Otília Bervian. Nasceu em Ivoti-RS, no dia 24 de julho de 1913. Em 1939 foi transferida para Bom Princípio-RS.

Foi diretora do Colégio Santa Teresa e foi a primeira Diretora Brasileira. Foi Diretora do Colégio São Luiz, por 20 anos, a partir de 1949.

Assumiu a Coordenação da Pastoral da Saúde, em 1975.
Irmã Valéria desenvolveu trabalhos de valorização da vida e da pessoa humana e também de apoio às famílias. Foi Ministra de Eucaristia e do Conselho Paroquial.

11. Dr. Flávio Bernardo Jeckel

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h45

Dr. Flávio Bernardo Jeckel

 

Homenageado em 1985

Nasceu em Porto Alegre-RS, no dia 13 de novembro de 1939. Casado, teve quatro filhos.

Formado em Química e Ciências Jurídicas e Sociais.
Como carreira escolheu Magistratura Estadual, exercendo o cargo de Juiz de Direito.

Em 1980, assumiu o cargo de Juiz de Direito da 2ª Vara Cível. Em 1982, foi Diretor do Foro da Comarca de Novo Hamburgo.

12. Oscar Kunz Filho

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h45

Oscar Kunz Filho

 

Homenageado em 1988

Nasceu no dia 05 de dezembro de 1916. Casado, pai de três filhos. Desde garoto atuou na empresa fundada por seu avô - Oscar Kunz S/A. Foi Diretor-Presidente da empresa e aprendeu com o pai, que forma é arte, canalizando para o ofício o seu potencial artístico.

Foi Regente do Coral da Sociedade Aliança, que posteriormente levou o nome de Coral Júlio Kunz, homenageando assim seu avô. Uma das premissas da vida de Oscar Kunz Filho – “imprimir satisfação ao trabalho e colher alegria nas realizações”.

13. Mário Alberto Gusmão - 1990

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h45

Mário Alberto Gusmão

 

Homenageado em 1990

Filho de João da Silveira e Maria Emília de Paula Gusmão, nasceu em São Leopoldo-RS, no dia 29 de junho de 1936.

Casado, teve dois filhos. Com formação em Jornalismo, em 1960 fundou os Jornais “SL”, “NH”, “Exclusivo Couros e Calçados” e “Diário da Indústria e Comércio”, na cidade de Novo Hamburgo.

Em 1964, fundou a “Empresa Jornalística Vale do Sinos Ltda. Participou da criação da Fenac da qual foi Presidente em 1973. Também foi um dos fundadores do CONSEPRO, tendo sido o 1º Vice-Presidente.

14. Bispo Dom Frei Boaventura Kloppenburg - 1990

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h45

Bispo Dom Frei Boaventura Kloppenburg

 

Homenageado em 1990

Nasceu em Molbergen em Oldenburg na Alemanha, no dia 02 de novembro de 1919. Emigrou para o Brasil em 1924. Formado em Filosofia e Teologia. Foi ordenado Padre em 1946. Especializou-se em Teologia Dogmática. Foi nomeado membro da Comissão Teológica Internacional. Em 1986, assumiu o Governo da Diocese de Novo Hamburgo.

15. Dr. Eugênio Adams - 1995

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h46

Dr. Eugênio Adams

 

Homenageado em 1995

Filho de Alberto e Natália Adams, nasceu em 27 de novembro de 1910, em Porto Alegre-RS. Foi casado e teve dois filhos. Formado em Medicina, concluiu o Doutorado em 1937. Médico da Prefeitura Municipal de Novo Hamburgo, Médico-chefe do Hospital Regina de Novo Hamburgo durante seis anos. Delegado Especial da Fiscalização do Exercício Profissional no Município de Novo Hamburgo, em 1938. Sócio-fundador da UNIMED Novo Hamburgo.

16. Francisco Xavier Kunst - 1996

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h46

Francisco Xavier Kunst

 

Homenageado em 1996

Filho de Pedro Henrique e Ana Maria Kunst, nasceu em 18 de fevereiro de 1915, em Dois Irmãos-RS. Casado, teve cinco filhos. Fundou sua primeira fábrica em 1948, Fábrica de Tintas e Colas Ltda. Em 1975 criou-se a Divisão Artedur que fabrica componentes para calçados, composta por: F. Xavier Kunst Administração & Participações Ltda. S/A - Holding, F. Xavier Kunst Componentes para Calçados Ltda. Novo Hamburgo, Unidade Andarsa - Calçados e Cabedais, Unidade Artedur - Couraças e Contrafortes, Artecola Indústrias Químicas Ltda. Atuou junto ao Conselho Administrativo da Diocese de Novo Hamburgo.

17. Octávio Oscar Bender - 2000

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h46

Octávio Oscar Bender

 

Homenageado em 2000

Nascido em 06 de abril em 1921, em Cruzeiro do Sul -RS. Casado, teve três filhas. Cursou na Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas o curso de Contador. Em 1969 começou a trabalhar na Prefeitura de Novo Hamburgo, na qual permaneceu durante 18 anos, sempre em cargo de confiança. Exerceu o cargo de subprefeito de Hamburgo Velho. Trabalhou como gerente na Hamburguesa Corretora de Seguros Ltda., ligada a Novo Hamburgo Companhia de Seguros Gerais. Foi Presidente do Diretório Municipal da UDN (União Democrática Nacional) de Novo Hamburgo. Foi Vereador nos governos dos Prefeitos Martins Avelino Santini e Plínio Moura.

18. Alceu Mário Feijó - 2000

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h48

Alceu Mario Feijo

 

Homenageado em 2000

Nasceu em 14 de junho de 1927, na cidade de São Francisco de Paula-RS, filho de Darcy Feijó e Áurea Estela de Sá Feijó. Após formar-se em mecânica na Escola Técnica Parobé atuou como professor desta especialidade no Senai e na Escola Técnica Vocacional, atual Escola Estadual Alberto Pasqualini. Como fotógrafo participou de várias campanhas nacionais e internacionais para a consolidação da indústria calçadista. Em 1970, foi escolhido pela Empresa Jornalística Caldas Júnior como único fotógrafo a fazer a cobertura jornalística dos jogos da Copa do Mundo do México, onde o Brasil sagrou-se Tricampeão Mundial de Futebol. Foi diretor do Departamento Fotográfico do Grupo Editorial Sinos.

19. Osvino Toillier

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h48

Osvino Toillier

 

Homenageado em 2001

Nasceu em 1º de março de 1944, em Santa Cruz do Sul-RS. Casado e com dois filhos. Formado em Letras, com Especialização em Administração Escolar e Pós-Graduação em Gestão de Qualidade. Apresentador do Programa “Um Olhar para o Vale” da Rádio União FM - Novo Hamburgo. Integrante do Conselho Municipal de Educação - 1987 a 1998. Foi Diretor-Geral da Instituição Evangélica de Novo Hamburgo - Novo Hamburgo - de 1987 a 2004.

20. Larri Antônio dos Passos - 2001

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h48

Larri Antônio dos Passos

 

Homenageado em 2001

Filho de Almiro Francisco e Orestina dos Passos, nasceu em Rolante-RS, no dia 30 de dezembro de 1957. Teve um filho.
Formado em Educação Física pela FEEVALE. Iniciou sua carreira como tenista e técnico na Sociedade Aliança e Sociedade Ginástica Novo Hamburgo.

Em 1997, tornou-se o primeiro brasileiro a treinar um jogador que ganhou o torneio de “Roland Garros” título inédito para o Brasil - Gustavo Kuerten (Guga). Em 2000 conquistou com seu atleta o Bi Campeonato de Roland Garros. Também em 2000 seu jogador Guga, tornou-se o nº 1 do mundo, conquistando o título de Campeão Mundial.

21. Ernest Sarlet - 2002

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h48

Ernest Sarlet

 

Homenageado em 2002

Filho de Robert Sarlet e Anna Sarlet, nasceu em 17 de agosto de 1932, na Antuérpia - Bélgica, de nacionalidade brasileira, casado. Formado em Filosofia, com especialização em “Orientação Educacional” e “Administração de Sistemas Educacionais”, com Pós-Graduação em “Aperfeiçoamento do Ensino Secundário” e “Didática das Línguas Vivas”. Ernest Sarlet foi Presidente do Conselho Municipal de Educação de Novo Hamburgo de 1974 a 1982. Diretor Geral da Instituição Evangélica de Novo Hamburgo, Diretor da Faculdade de Educação da Federação de Estabelecimentos de Ensino Superior - Feevale - Novo Hamburgo e Secretário de Educação e Cultura do Município de Novo Hamburgo.

22. Victor Nicolau Körbes - 2002

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h49

Victor Nicolau Körbes

 

Homenageado em 2002

Filho de Nicolau Körbes e Edith Maria Emília Körbes, nasceu em 03 de setembro de 1926, na localidade de Arroio do Meio-RS.

Casado e pai de quatro filhos. Victor Nicolau Körbes foi Presidente da Sociedade Ginástica Novo Hamburgo nas Gestões de 1959, l970 a 1974,1981 e 1985 a 1988. Vereador de Novo Hamburgo em 1976 e Vice-Prefeito de Novo Hamburgo gestão 1997 a 2000.

23. Maria Paula Biondi - 2003

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h49

Maria Paula Biondi

 

Homenageada em 2003

Filha de Albino e Emilia Kieling, nasceu em 26 de abril de 1915, em Estância Velha-RS. Casada e com uma filha. “Dona Paula” foi uma das fundadoras da Associação das Ex-Alunas das Irmãs de Santa Catarina e atuou à frente da construção da Creche Nossa Senhora de Lurdes e do Lar Santa Ana. Foi a primeira mulher a dirigir automóvel em Novo Hamburgo. Vereadora em Novo Hamburgo durante 10 anos nas gestões dos prefeitos Miguel Schimitz e Eugênio Nelson Ritzel e Vice-Presidente da Câmara de Vereadores em 1975.

24. Osório Stoffel - 2003

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h49

Osório Stoffel

 

Homenageado em 2003

Filho de José João Stoffel e Olga Stoffel, nasceu em 09 de fevereiro de 1932, em Picada Café-RS. Casado e pai de três filhos. Formado em “Regência, Canto, Composição e Arranjo”, “Filosofia” e “Pedagogia”. Promoveu o Solene Culto pelos 50 Anos de Emancipação Política de Novo Hamburgo e Missa Festiva do Cinquentenário da Igreja São Luiz de Novo Hamburgo, em 1977. Em 2002 recebeu a Placa de Reconhecimento da SECULT pela Dedicação ao Canto-Coral de Novo Hamburgo e Placa e Homenagem como Professor Emérito no Prêmio Lions Educação do Lions Clube Novo Hamburgo - Centro.

25. Ernesto Frederico Scheffel - 2004

por Maíra Kiefer última modificação 06/11/2018 10h55

Ernesto Frederico Scheffel

 

Homenageado em 2004

Nasceu em 08 de outubro de 1927, em Campo Bom-RS. Em 1963 realizou o estudo para o Monumento ao Sapateiro, que foi exposto na 1ª Fenac, e o retrato de Leopoldo Petry. Em 1978, é criada a Fundação Ernesto Frederico Scheffel, em Novo Hamburgo. É responsável pela criação da Seccional de Novo Hamburgo do Movimento de Defesa ao Acervo Cultural Gaúcho e do Movimento de recuperação do Patrimônio Histórico e Artístico de Hamburgo Velho.

26. Léo Breno Adams - 2005

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h49

Léo Breno Adams

 

Homenageado em 2005

Nasceu em 19 de setembro de 1915, filho de Alberto Adams e Natália Adamy Adams, em Porto Alegre-RS. Casado, teve duas filhas. Formado em Medicina, clínica geral e cirúrgica. Médico da Cruz Vermelha Brasileira. Foi Diretor do Hospital Regina em Novo Hamburgo; Presidente da Sociedade de Medicina de Novo Hamburgo; Sócio fundador da Unimed Novo Hamburgo; médico responsável pelo SENAI/NH; médico responsável pelo Hospital Geral Darcy Vargas durante seis anos; médico com clínica particular em Novo Hamburgo durante 63 anos, de 1940 a 2003. Aos 92 anos, em 19 de janeiro de 2008, morre Dr. Léo Breno Adams.

27. José Omar Lima dos Santos - 2006

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h50

José Omar Lima dos Santos

 

Homenageado em 2006

Nascido em 3 de março de 1923, no município de Cachoeira do Sul, é o primeiro negro na história de Novo Hamburgo a receber o título de Cidadão.

Filho de João Manoel dos Santos e Edelmira Lima dos Santos, casou-se com Vivaldina Ramos, já falecida. Saiu de Cachoeira do Sul em 20 de novembro de 1944 e quatro dias depois estava trabalhando em Novo Hamburgo, onde formou uma família com sete filhos, no Bairro Primavera, local em que reside há 50 anos. Trabalhou em diversas fábricas de calçados. Sua ficha no Sindicato dos Sapateiros data de 1º de maio de 1948. Santos presidiu a associação em 1955. Fundou a Sociedade Cruzeiro do Sul, atuando na sua direção por 30 anos, onde é um verdadeiro ídolo.

28. Atalíbio Antônio Foscarini - 2007

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h50

Atalíbio Antônio Foscarini

 

Homenageado em 2007

Filho de Henrique Jacob Foscarini e Adélia Käfer Foscarini, nasceu em 13 junho de 1929. Casado com Ercita Cardoso Foscarini, teve três filhos. Em 1965 mudou-se para Novo Hamburgo. Foi eleito Prefeito de Novo Hamburgo, com 14.517 votos, com mandato de 1983 a 1989. Em 1990, com 31.500 votos, foi eleito Deputado Estadual. No ano de 1993, foi eleito novamente Prefeito Municipal de Novo Hamburgo, com 64.518 votos. Encerrou sua carreira política como Vereador no mandato 2001 a 2004.

29. Olívio Jacobus - 2007

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h50

Olívio Jacobus

 

Homenageado em 2007

Nasceu em Três Coroas, no ano de 1929. Casado com a Sra. Marietta Jacobus, teve quatro filhos. De família de imigrantes alemães, começou a vida como sapateiro e trabalhou posteriormente em fábricas do setor no Vale do Sinos.

Em 1968 abriu a concessionária Sinoscar em Novo Hamburgo. Participou ativamente de muitas ações assistenciais do Lions Club, nos anos 80 e 90. Como líder empresarial é muito atuante em diversas entidades, principalmente na Associação Comercial de Novo Hamburgo. Foi instituidor e é o atual Presidente da Fundação Semear. Liderou iniciativas inovadoras como o Projeto Vencer e o Geração Empreendedora, que prepara jovens para atividades de geração de renda. Faz parte do Conselho de Administração do grupo Sinos, e é Conselheiro da ASPEUR - FEEVALE. Acredita que Funcionários Felizes = Clientes Felizes.

30. Élio Antônio Giacomet - 2008

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h50

Élio Antônio Giacomet

 

Homenageado 2008

A história do Canelense, nascido em 5 de novembro de 1935, ganhou destaque quando se elegeu vice-prefeito no governo de Atalíbio Foscarini (1993-1996). Na época, entre junho e dezembro de 2006, esteve à frente da Prefeitura Municipal. Além da vida política, na qual também atuou como vereador suplente na 10ª Legislatura e participou da Câmara Júnior do Município, o homenageado é sócio fundador da Sinoscar e preside, desde 1980, o conselho da Metalúrgica Daniel. O homenageado também destacou-se nas causas sociais, caracterizando-se como grande colaborador do Lar São Vicente de Paula. Atualmente, Giacomet é presidente do Conselho Deliberativo da Feevale.

31. Lourival de Souza Pereira - 2008

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h50

Lourival de Souza Pereira

 

Homenageado em 2008

Fundador da Associação Teatro Luz e Cena, existente há 30 anos. Nasceu em Montenegro, no dia 2 de dezembro de 1927, e elevou o nome do município pelo país inteiro, participando de festivais e conquistando premiações importantes no cenário cultural brasileiro, desde 1963.

Em suas atuações artísticas, foi premiado, em 1998, com o diploma "Prêmio Iecen", conferido pelo Instituto Estadual de Artes Cênicas da Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul, pela contribuição e apoio dados ao desenvolvimento teatral. No mesmo ano, recebeu, pelo Dia Internacional do Teatro, o "Prêmio Cidadão Teatro de Novo Hamburgo", pelo pioneirismo no teatro hamburguense. Foi criado, em 1993, um Troféu com o seu nome "Lourival Pereira. Outro importante prêmio veio no início da carreira, quando em 1963 recebeu o Troféu "J Bronquinha", pela atuação na TV como melhor teleator do ano.

32. Luiz Flavio Baptista - 2008

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h51

Luiz Flavio Baptista

 

Homenageado em 2008

Primeiro funcionário da FENAC e, posteriormente, Presidente do Conselho de Administração. Nasceu em 17 de abril de 1944, em Estância Velha. Na década de 70, fundou a Makouros, que opera até hoje. Neste período, destacou-se no setor calçadista da região e em entidades empresariais do setor, como a Associação das Indústrias de Curtume do Rio Grande do Sul (AicSul), da qual é o segundo vice-presidente.

O laureado é sócio fundador do Rotary Clube Novo Hamburgo 25 de Julho, onde atua em atividades sociais há 40 anos, e da Acoprax - Associação Comunitária da praia de Xangri-lá, entidade que reúne proprietários de imóveis do local.

O Cidadão hamburguense destacou-se, ainda, na vida política. Foi o primeiro chefe de gabinete da prefeitura, no mandato do Dr. Níveo Leopoldo Friederich.

33. Monsenhor Oscar João Colling - 2008

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h51

Monsenhor Oscar João Colling

 

Homenageado em 2008

Natural de Harmonia-RS, nasceu em 12 de fevereiro de 1934. Aos 11 anos, ingressou no Seminário Menor São José, em Gravataí, e em 10 de agosto de 1958, foi ordenado padre na Capela do Seminário Maior Nossa Senhora da Conceição, em Viamão-RS.

Além de religioso, o Monsenhor é graduado em Filosofia e pós-graduado em psicopedagogia. Sua caminhada em Novo Hamburgo começou em 1965, quando assumiu a paróquia São José Operário.Entre os anos de 1974 e 1980, foi pároco da igreja São Luiz Gonzaga, hoje catedral. Atualmente, está à frente do Santuário das Mães, no cargo de Reitor.

34. Soli Silva - 2009

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h51

Soli Silva

 

Homenageado em 2009

Soli Manoel da Silva, filho de Nereu Manoel da Silva e Izaura Pinheiro dos Santos da Silva, nasceu em 10 de junho de 1948, em São Francisco de Paula-RS, de onde chegou em Novo Hamburgo, em 1962. No dia posterior a sua chegada se empregou na Indústria de Bebidas Cassel, onde permaneceu por 22 anos. Casou com Clair da Silva em 1969 e teve o filho Juliano que lhe deu dois netos Vitória e Nícolas. Assumiu o cargo de secretário municipal de obras e viação no governo de José Airton dos Santos. Elegeu-se como vereador para a 12ª legislatura (1997-2000), para a 13ª legislatura (2001-2004) e para a 14ª legislatura (2005-2008). A música e a poesia também estão presentes em sua vida. É compositor, cantor e violeiro. Já comandou vários programas de rádio nas emissoras da região com imensa repercussão.

35. Guaracy Velho - 2010

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h51

Guaracy Velho

 

Guaracy Velho

Natural de São José dos Ausentes/RS, na época distrito de Bom Jesus, Guaracy Velho nasceu em 10 de março de 1938. Transferiu-se para Novo Hamburgo em 1957, para trabalhar e concluir o curso ginasial. Posteriormente, estudando à noite, graduou-se como técnico em contabilidade na Escola São Jacó, em 1959. Empregou-se na empresa Nitrosin S/A como office-boy, onde foi promovido a contador, procurador-geral e gerente da filial em Porto Alegre. Após 16 anos de atividades, optou em montar uma empresa importadora e manipuladora de sementes em Montenegro, onde permaneceu por cinco anos. Em Novo Hamburgo, montou a Loja Agrícola do Vale, onde permanece até hoje. Casado há 48 anos com Terezinha, teve dois filhos: Eduardo (falecido) e Alexandre.

Engajado na rotina da cidade, Guaracy participa de movimentos comunitários. Na Associação dos Moradores da Vila Pedreira, sensibilizou-se com a situação de mulheres desamparadas, com grande número de filhos. Para minimizar o problema, procurou encaminhar algumas mulheres para cirurgias de laqueadura tubária e os homens para vasectomia, pagando o serviço do seu próprio bolso. Foi chamado pelo Conselho Municipal de Saúde para prestar esclarecimentos sobre esse trabalho e, em relatório de 100 páginas ao prefeito Jair Foscarini, viu seu projeto consagrado pela Prefeitura e pelo Gabinete da Primeira Dama. Hoje, esse trabalho é executado pela Prefeitura.

A partir de março de 2003 integrou-se ao Grupo Pensando Novo Hamburgo, onde voluntários atuam sob três pilares básicos: social, comunitário e comercial. O trabalho social no Grupo prossegue com projetos sobre gravidez na adolescência, combate às pichações, valorização dos grafiteiros, conscientização no trânsito, arborização, escolas profissionalizantes, lixo e presidiários. Tem participado do Conselho Deliberativo da Aspeur-Feevale, da direção da Sociedade Ginástica, da diretoria da Associação Hospitalar Maurício Cardoso, antigo Hospital Geral, da Câmara Júnior, da Sociedade Social, Cultural e Esportiva do Vale do Sinos, a Cajubocha, da ACI e do CDL. 

36. Reinaldo Von Reisswitz - 2011

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h52

Reinaldo Von Reisswitz

 

Reinaldo Von Reisswitz é natural de Campo Bom. Ele nasceu em 7 de julho de 1922, mudou-se para Novo Hamburgo aos dois anos, e aqui construiu sua história. 

É figura marcante no esporte Clube Novo Hamburgo, onde exerceu praticamente todas os cargos da direção, inclusive presidência. Por ter a solidariedade como uma de suas virtudes e pela contribuição com diferentes entidades assistenciais, foi indicado para o título  pelos vereadores Leonardo Hoff e Ricardo Ritter – Ica.

37. Bertilo Schneider - 2012

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h52

Bertilo Schneider

 

Bertilo Schneider nasceu em 20 de setembro de 1936, no interior de Nova Petrópolis, cidade de origem de seus pais. Filho de Arthur Schneider e Rosa Fritch Schneider, cresceu e estudou em Novo Hamburgo. Em outubro de 1960, casou-se com Therezinha Schneider, constituindo uma família com três filhos: Beatriz, Carlos e André; tendo atualmente três netos: Tamisa, Felipe e Marina.

Quando trabalhava no Ciro Calçados (1953 a 1977), recebeu ajuda de seu patrão para tirar o brevê. Teve concedida a licença PPR-04863. Nos seus mais de 30 anos de aviação, sempre se dedicou ao Aeroclube de Novo Hamburgo com muito afinco, sendo também mecânico e tesoureiro.

De 1983 a 1991, trabalhou na Prefeitura Municipal de Novo Hamburgo como secretário de Transportes; e de 1991 à 1993, esteve à frente da Fenac como diretor de Patrimônio. De 1993 à 1997, trabalhou novamente na Prefeitura, ocupando o cargo de diretor de Orçamento, Finanças e Compras. E de 2005 a 2009, foi diretor Financeiro da Companhia Municipal de Urbanismo.

Ainda é membro do Rotary Club 25 de Julho, desde de sua fundação em novembro de 1968, além de ter sido o dos maiores incentivadores, fazendo parte da Comissão Organizadora para a criação da Escola Cenecista do Bairro Primavera.

38. Cyria Wittmann - Irmã Generosa - 2013

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h52

Cyria Wittmann - Irmã Generosa

 

Filha de Carlos Wittmann e Anna Reisdorfer Wittmann, Cyria nasceu em 18 de março de 1932, em Picada Café, na época município de São Leopoldo. Sua formação inclui curso de formação de professores, pela Escola Santa Catarina de Novo Hamburgo; Faculdade de Serviço Social, pela PUCRS; e pós-graduação e especialização em Administração Hospitalar, pela Associação dos Hospitais do Rio Grande do Sul e Faculdade Porto-Alegrense.

Começou sua carreira profissional lecionando na Escola Santa Catarina, em Novo Hamburgo, em 1953. Mais ou menos na mesma época atuou como voluntária no Serviço Social, no bairro Rio Branco, em Canoas. Logo após em 1965 à 1968 dirigiu a Escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em São Gabriel. No próximo ano, atuou como Coordenadora Provincial da Província Sul Brasileira, que abrange os Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Bahia e Amazonas. Em 1975 até 1989, dirigiu a Escola Imaculada Conceição de Cachoeira do Sul.

Assumiu em 1979 a direção do Hospital Regina, em Novo Hamburgo. Na década de 90, por cinco anos, atuou novamente como Coordenadora Provincial da Província Sul Brasileira. De 1996 a julho de 2000, foi diretora do Hospital São José em Ivoti. Depois reassumiu o cargo de diretora do Hospital Regina. Desde 2010, está atuando no Hospital de Ivoti e na Pastoral como auxiliar hospitalar, ajudando e visitando doentes.

39. Olmar Romanini - 2014

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h53

Olmar Romanini

 

Nasceu em 23 de dezembro de 1931, no Distrito de Bela Vista, pertencente na época ao Município de Veranópolis. Começou a trabalhar aos 12 anos em um frigorífico em Bela Vista. Trabalhou também com carpintaria (construção de casas) e em uma fábrica de esquadrias. Em 1953 veio para o Vale do Sinos em busca de emprego no ramo de esquadrias de madeira, no qual já tinha experiência. Voltou para Veranópolis para casar com Maria Caser e logo retornou a Novo Hamburgo. O casal teve dois filhos (Antônio Ricardo e Rosane Romanini). Desde jovem se interessava por política e, após comprar um terreno e se mudar com a família para o Bairro Rincão, começou a se envolver com os problemas do local, como a necessidade de um posto de saúde, espaços de lazer, segurança. No ano de 2000 ingressou na Associação dos Moradores do Bairro Petrópolis e, em conversa com seus membros, sugere a união de forças para a existência de uma única associação que englobasse os Bairros Rincão e Petrópolis. Desse modo surgiu a Associação dos Moradores dos Bairros Rincão e Petrópolis, onde, desde 2005, ocupa o cargo de presidente, contribuindo para a conquista de diversas melhorias para os bairros. Também é delegado do Orçamento Participativo desde sua implantação, acompanhando e fiscalizando seus projetos.

40. Kurt Joaquim Luft - 2015

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h55

Kurt Joaquim Luft

 

Nasceu no dia 13 de janeiro de 1944 em Bom Princípio, então distrito de Montenegro. É casado com a professora Magali Nunes Luft, tem três filhas (Letícia, Natália e Candice) e cinco netos (Henrique, Isabela, Rafaela, Laura e Bernardo). Licenciou-se pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Unisinos e é pós-graduado em Administração de Sistemas Educacionais pela Feevale. É um dos sócios fundadores da Associação Pró-Ensino Superior (Aspeur), entidade mantenedora da Feevale. Por 25 anos, atuou como professor, assessor pedagógico, coordenador de planejamento, diretor de ensino e gerente de obras na primeira etapa do novo campus. Em 1980, foi empossado como diretor executivo da Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, permanecendo seis anos no cargo. Em sua gestão, foi realizada a 1ª Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec). De 2001 a 2004, atuou como secretário municipal de Educação e Desporto de Novo Hamburgo. Além de sua atividade profissional, dedicou-se ao voluntariado. Foi presidente, por três mandatos, da Fundação Cidade do Menor São João Bosco, entidade mantenedora do Lar da Menina, e diretor de ensino do Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçados e Artefatos (IBTEC).

41. Sergio Wallau - 2016

por Maíra Kiefer última modificação 04/04/2017 19h55

Sergio de Wallau

 

Filho de Osvaldo de Wallau e de Olinda de Wallau, nasceu em Horizontina (RS), no dia 12 de agosto de 1942. Casado, teve dois filhos. Formado em Odontologia pela PUCRS em 1966, foi fundador do Centro Odontológico de Novo Hamburgo, onde exerceu a Direção e a Especialidade de Prótese Dental com foco em Reabilitação Oral. Juntamente com sua esposa, Sidinai Vontobel de Wallau, fundou a Academia de Tênis Wallau que, mais tarde, com a inclusão de outros esportes praticados em quadras cobertas, passou à denominação de Wallau Centro de Esportes. Foi homenageado em 2016.

42. Miguel Henrique Schmitz - 2017

por Maíra Kiefer última modificação 04/12/2018 15h54

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Nasceu em 9 de março de 1934 em Bom Princípio, à época pertencente a Montenegro. Viveu a infância na cidade de Encantado e, na adolescência, mudou-se para Novo Hamburgo com seus pais. Formou-se técnico em contabilidade pela Escola Técnica de Comércio – São Jacó e cursou Administração de Empresas na Feevale, mas não concluiu o curso. Por meio de concurso público, ingressou como tesoureiro no Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Industriários (IAPI), órgão posteriormente transformado no Instituto Nacional de Previdência Social (INPS). De 1967 a 1972, foi agente-adjunto do INPS em Novo Hamburgo, aposentando-se como fiscal de contribuições previdenciárias, hoje auditor-fiscal da Receita Federal. De 1973 a 1977, foi prefeito municipal de Novo Hamburgo. No primeiro ano de sua gestão, idealizou a Fenac S/A. Entre as marcas de sua administração, estão ainda a criação da Galeria de Artes Municipal e a fundação da Associação do Bem Estar da Criança e do Adolescente. Em 1987, ingressou no Grupo Editorial Sinos, onde exerceu diferentes funções. Em 2017, ocupava o cargo de diretor de Relações com a Comunidade. No mesmo ano, integrava o Conselho Curador da Fundação Semear.

43. Rosalvo Antônio Johann - 2017

por Maíra Kiefer última modificação 05/09/2019 10h12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nasceu em 31 de março de 1952 em Brochier, então pertencente a Montenegro. Aos 11 anos, mudou-se com a família para Novo Hamburgo. Estudou no Colégio Dom Pedro II e, aos 13 anos, começou a trabalhar com o pai na distribuição de produtos alimentícios. A trajetória de Rosalvo está diretamente interligada ao Esporte Clube Novo Hamburgo. Integrou o colegiado anilado e esteve à frente da presidência do ECNH por três gestões: de 1999 a 2001; de 2003 a 2004; e de 2007 a 2008. No final dos anos 90, reorganizou as categorias de base do clube. Sob seu comando, em 17 de agosto de 2008, foi inaugurado o Estádio do Vale. Acompanhou de perto, como membro da comissão de obras, a construção da nova sede do time, de 2004 até sua inauguração. Voltou à linha de frente para ajudar na formatação e gestão do clube no início de 2017, capitaneando a diretoria. A partir desse trabalho, formou-se o plantel do ECNH que se sagrou campeão gaúcho no mesmo ano. Também destacou-se em ações de cunho social, atuando junto à Igreja Sagrado Coração de Jesus e à Catedral São Luiz Gonzaga.

44. Jurema Reis de Oliveira Guterres

por Maíra Kiefer última modificação 05/09/2019 10h41

Jurema Reis de Oliveira Guterres - Natural de São Francisco de Paula, Jurema nasceu em 7 de outubro de 1948. Com formação em Direito e Psicologia, consagrou-se por atuar em diferentes frentes, sendo reconhecida também por sua dedicação como professora universitária. Por 12 anos, coordenou a Horta Comunitária Joanna de Ângelis, entidade que desenvolve ações para melhorar a qualidade de vida de comunidades carentes. Foi presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e curadora da Fundação Semear. Em 2007, Jurema Guterres recebeu o Prêmio Anamatra de Direitos Humanos, concedido pela Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho. Dois anos depois, assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Social, implementando projetos como a Fábrica da Cidadania e o Programa Catavida, além do Sistema Único de Assistência Social no Município.

Ações do documento