Comissão de Obras faz fiscalização em ruas atingidas por alagamentos

por Tatiane Souza última modificação 06/11/2019 15h57
06/11/2019 – A Comissão de Obras, Serviços Públicos e Mobilidade Urbana da Câmara realizou fiscalização em dois bairros do Município onde os moradores reivindicam solução para problemas de alagamento. Na rua Campos Sales, no Jardim Mauá, a situação é mais complicada e a resolução passa por complexa obra de drenagem. Já na rua Sananduva, no Santo Afonso, é preciso recolocação de talude em terreno que está desmoronando. O secretário de Obras Públicas, Serviços Urbanos e Viários, Raizer Ferreira, acompanhou o trabalho realizado pelo grupo de parlamentares, que é integrado por Patricia Beck (PP), presidente, Fernando Lourenço (Solidaridade), relator, e Vladi Lourenço (PP), secretário.
Comissão de Obras faz fiscalização em ruas atingidas por alagamentos

Foto: Tatiane Lopes/CMNH

Comissão de Obras recebe moradores dos bairros Jardim Mauá e Santo Afonso

Os moradores dos dois locais já haviam participado de reunião na sede do Legislativo, em demanda encaminha pelo vereador Felipe Kuhn Braun (PDT). 

Rua Campos Sales 

A presidente da comissão, Patricia Beck, explica que a parte do bairro Jardim Mauá que abrange a rua Campos Sales sofre com constantes alagamentos porque está localizada em uma área de bacia. Além disso, a parlamentar destaca que a região é fortemente habitada por construções irregulares. Segundo o secretário Raizer, a solução do problema se dá por meio da realização de uma obra de drenagem. “Temos várias demandas neste sentido. Áreas foram construídas em locais que antes eram bacias, e isso causou um transtorno muito grande para as pessoas que têm moradias nesses locais. Antes havia uma bacia que fazia a contenção, agora nós temos residências. Quando chove, essas regiões acumulam muita água. O caso do bairro Jardim Mauá é igual a outros do Município, onde o sistema de drenagem existente é insuficiente. A Prefeitura montou um projeto para contemplar todas essas áreas e encaminhamos ao Ministério da Cidade para captar recursos e resolver o problema”, explicou. 

O secretário frisou, ainda, que uma ocupação irregular naquele local impossibilita a realização de uma obra mais simples. “Nós poderíamos fazer uma tubulação por aquele curso de rua e levar até o arroio, o que resolveria o problema, porque estaríamos drenando a água que, agora, fica acumulada naquele ponto”, disse. Ele também informou que as casas construídas em situação irregular são alvo de processo jurídico. A ideia, segundo Raizer, é que os moradores possam ser realocados. “Não existe nada de paliativo, o terreno (rua) está trancado e eu não tenho como passar se não for por este local, então preciso que as famílias saiam dali para resolver o problema de todos da região”, apontou. 

Patricia Beck ressaltou que cabe à comissão fiscalizar a situação. “Encaminhamos a solicitação de uma cópia dos projetos protocolados pelo Executivo junto ao governo federal para que possamos acompanhar e até ajudar a movimentar no intuito de que esse recurso seja disponibilizado em Brasília. Porque se não acontecer, o Município precisa ajustar o orçamento para começar a executar essas obras. Também é preciso chamar as famílias da ocupação irregular, tentar um acordo, e não esperar o desfecho da justiça, seria melhor para todos”, sugeriu a presidente da Comissão de Obras. 

Rua Sananduva 

Segundo Patricia Beck, a situação da rua Sananduva se arrasta desde maio deste ano, quando um barranco começou a desmoronar e causar inundação na via. Raizer, por sua vez, explicou que o transtorno é ocasionado por um talude da rua que cedeu. “Duas ou três semanas chovendo, temos regiões muito molhadas, e sempre acontece de escorregar a terra. Aqui é um problema simples, vamos esperar secar uns dois ou três dias, para não ceder mais, e resolver a situação”, afirmou o secretário de Obras.

Saiba mais

Talude - Conhecidos por morros, encostas ou rampas, os taludes podem ser de origem natural, quando criados pela natureza, ou artificiais, quando feitos pelos seres humanos. O objetivo é garantir a estabilidade do terreno. Quando coberto por vegetação, auxilia a conter a erosão do terreno e evita desmoronamentos.