Valderez Terezinha Schmitz recebe título de Cidadã de Novo Hamburgo

por Maíra Kiefer última modificação 04/12/2019 14h01
03/12/2019 - Acolhida por Novo Hamburgo há 72 anos, quando chegou à cidade com sua família, Valderez Terezinha Schmitz, natural de Encantado, obteve na noite desta terça, 3, o reconhecimento por sua dedicação, trabalho e arrojo em uma área por muitos considerada masculina. Das mãos do proponente da homenagem, Sergio Hanich – Serjão (MDB), ela recebeu o título de Cidadã de Novo Hamburgo, sendo assistida por uma plateia – formada por familiares, amigos e admiradores de sua história – que lotou o Plenário do Legislativo.
Valderez Terezinha Schmitz recebe título de Cidadã de Novo Hamburgo

Foto: Daniele Souza/CMNH

“Devo esse título a toda a minha família, ao meu pai e a minha mãe, que sempre foram humildes e trabalhadores. É muita emoção, não tenho palavras para agradecer tudo isso”, confessou Valderez em vídeo produzido pela TV Câmara de NH e exibido no princípio da sessão solene, no qual Valderez relata sua trajetória.

Além da agraciada, compuseram a mesa da solenidade o presidente da Câmara de Novo Hamburgo, Raul Cassel, e as filhas Silvana Leal e Adriana Leal. Da Tribuna de Honra, acompanharam o ato solene os irmãos Miguel Schmitz, Cidadão de Novo Hamburgo, homenageado em 2017; Roque Pedro Schmitz; Maria Antonieta Schmitz Backes; os genros Robson Miranda e Carlos Eduardo Braun; além do diretor da Guarda Municipal, Ulisses José da Silva.

Na abertura de seu discurso, Serjão citou uma das principais características da atuação da empresária que há 50 anos deixou o seu nome marcado nos negócios por ela idealizados: o empreendedorismo. “Somos sabedores da importância de valorizarmos o empreendedor de nossa cidade, pois são eles que com seu trabalho alavancam a economia do nosso município”, declarou o proponente, que mencionou que as 2ª e 3ª gerações estão seguindo o legado da cidadã visionária, mãe realizada e avó zelosa. Responsável pela geração de mais de 200 empregos diretos em seis municípios, cem deles em Novo Hamburgo, a empresária, conforme relatou o parlamentar, encanta a todos. “Muito obrigado por ter aceitado essa homenagem”, encerrou.

Ao mostrar o seu reconhecimento à agraciada, Inspetor Luz (MDB) contou que os dois são amigos de longa data, desde que eram lindeiros, na época em que o vereador atuava na Delegacia de Trânsito ao lado do CFC. Ele exaltou a capacidade da empresária de ter uma visão à frente de seu tempo, sendo uma das precursoras na região ao implementar ferramentas, como o comando duplo de pedais, que primavam pela segurança dos alunos e de instrutores nas autoescolas. “Não se chega ao patamar que atingiu sem trabalho, luta e sofrimento. Houve tudo isso na vida de Valderez.” De acordo com o relato do vereador, apesar de sofrer situações adversas, “padecimentos de atingir a alma e o coração”, Valderez criou suas duas filhas, Silvana e Adriana, no caminho do trabalho, da honestidade e no respeito ao semelhante. “Essa homenagem é o mínimo que se poderia oferecer para essa mulher aguerrida, empreendedora e visionária”, destacando que nunca ouviu uma palavra contrária de funcionários e colaboradores sobre a homenageada e que ela já era um exemplo de empoderamento feminino muito antes desse termo ser cunhado.

Raul Cassel comparou o reconhecimento e respeito à marca Valderez entre os hamburguenses como aquele alcançado por empresas como a Volkswagen. Com o cerne voltado ao trabalho, o vereador ressaltou a importância da família Schmitz, do legado dos pais e da caminhada bem-sucedida dos cinco irmãos, entre eles ex-prefeito, reitor, delegada de ensino e gerente regional da Caixa Econômica Estadual. “Por coincidência do destino, ficaram lado a lado na nossa Galeria de Cidadãos os irmãos Miguel Schmitz e Valderez”, mencionou o presidente. Cassel parabenizou o colega Serjão pela iniciativa iluminada de prestigiar uma pessoa que sempre primou pela simplicidade e comprometimento. Ele apontou que o trabalho empreendido vai além do escopo usual das empresas do ramo, pois ao longo dos anos o CFC voltou-se sempre à prevenção de acidentes, premiando redações de escola, promovendo palestras e exibindo inclusive carros destruídos por colisões para mostrar os resultados da imprudência no intuito de educar as gerações futuras.

As filhas Silvana e Adriana ocuparam a tribuna para prestar deferência à progenitora com um discurso emocionado. “Queremos homenagear a mãe e avó dedicada e carinhosa, sempre presente em nosso dia a dia, sempre transmitindo valores como união e amor. Queremos expressar toda a nossa gratidão e orgulho por tudo que representa em nossa vida e sempre fez por todos nós”, concluíram. Na sequencia, um buquê de flores foi entregue a Valderez pelos netos Ramon, Mariana e Lucca.

Em seu discurso, a prefeita Fátima Daudt disse que, ao assistir ao vídeo com a trajetória da empresária, pensou sobre os desafios enfrentados há anos por Valderez, uma mulher em um cenário mais hostil à presença feminina. E revelou ter se emocionado com a história do pai da agraciada, por ter perdido seu próprio pai ainda jovem. Ela também elogiou a positividade estampada no sorriso da nova cidadã hamburguense, a força e a garra. “Temos muito orgulho de ti. Eu não sei o que é mais emocionante se é nascer nesta cidade ou ser escolhida por ela. Neste momento, esta Casa está dizendo para ti que Novo Hamburgo te escolheu como uma filha muito querida”, finalizou a prefeita.

Da tribuna, após receber o quadro com o certificado, Valderez compartilhou com os presentes a dúvida que a atingiu ao saber da honraria. Ela se indagou, na ocasião, se era merecedora da homenagem. “Se fosse só a mim, a resposta seria não”, destacando que nenhuma pessoa constrói nada individualmente. Nunca estive sozinha, jamais esmoreci, tinha duas filhas pequenas que me fizeram prosseguir na minha caminhada”, acrescentou. Reiterou o agradecimento aos seus pais, zelosos à família e dedicados ao trabalho, e citou nominalmente aos irmãos e suas histórias profissionais também de destaque. Não esqueceu dos funcionários e clientes em sua fala, nem de pessoas que ao lado dela a ajudaram a educar e a cuidar de seus descendentes. Ao término, voltou a mostrar gratidão pela deferência à sua atuação feita pelo vereador Serjão e pelos vereadores que acataram seu nome por unanimidade.

 Presentes à solenidade estavam os vereadores Enio Brizola (PT) e Semilda – Tita (PP). Justificaram suas ausências Cristiano Coller (Rede), Gerson Peteffi (MDB) e Felipe Kuhn Braun (PDT).

Após os discursos feitos em plenário, foi realizado o descerramento da foto na Galeria dos Cidadãos, situada no saguão do Legislativo.

A escolha

Aclamada pelos demais parlamentares em sessão secreta realizada no dia 4 de setembro, a escolha se tornou oficial por meio da promulgação do Decreto Legislativo n° 2/2019, ocorrida cinco dias após a definição. A solenidade foi proposta por meio do Requerimento n° 1.262/2019, de autoria da Mesa Diretora.

A Trajetória

Valderez mudou-se ainda criança para Novo Hamburgo, acompanhada pelos pais e irmãos – um deles, Miguel Henrique Schmitz, também viria a ser agraciado com o título de Cidadão de Novo Hamburgo, conferido em 2017. No final da década de 1960, por terem conhecimento sobre processo de emplacamento de veículos, ela e o marido eram consultados a respeito dos procedimentos para a expedição de documentos junto aos órgãos de trânsito. Sua atividade como despachante se consolidaria a partir da abertura do primeiro escritório em 26 de maio de 1969, dando início à marca que leva o seu nome até hoje. No mesmo ano, instalaram a autoescola, sendo pioneira na implantação dos comandos duplos de pedais e direção nos veículos. Em 1997, com a mudança da legislação, foi credenciada no Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RS) a prestar serviços de habilitação de condutores nos Centros de Formação de Condutores (CFCs) Valderez em Novo Hamburgo, Nova Hartz, São Leopoldo e Sapiranga. A família conta ainda com uma corretora de Seguros, inaugurada em 1983. Os empreendimentos empregam cerca de cem pessoas em Novo Hamburgo.

Mulheres homenageadas

Pela primeira vez, a homenagem a mulheres ocorre em anos consecutivos. Apenas cinco cidadãs receberam espaço de destaque por sua contribuição ao Município, em galeria que chega agora a 45 nomes: Valderez Terezinha Schmitz (2019), Jurema Reis de Oliveira Guterres (2018), Cyria Wittmann – Irmã Generosa (2013), Maria Paula Biondi (2003) e Irmã Maria Valéria (1984).

 

Biografia completa

Leia na íntegra o Decreto nº 2/2019

Confira todos os homenageados

Leia também: Valderez Terezinha Schmitz receberá título de Cidadã de Novo Hamburgo

Sessão Solene Cidadã de Novo Hamburgo 2019