Comitê de Governança planeja aproximação entre setores público e privado para investimentos em inovação tecnológica

por Luís Francisco Caselani última modificação 23/10/2018 11h27
23/10/2018 – A Comissão de Competitividade, Economia, Finanças, Orçamento e Planejamento (Cofin) da Câmara recebeu integrantes do Comitê de Governança Empresarial de Novo Hamburgo para uma reunião na tarde de segunda-feira, 22 de outubro. O grupo, criado em agosto deste ano, reúne lideranças empresariais e representantes de órgãos públicos, sob a coordenação do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RS), no intuito de, entre outras frentes, criar um ecossistema de inovação na cidade.
Comitê de Governança planeja aproximação entre setores público e privado para investimentos em inovação tecnológica

Crédito: Anderson Huber/CMNH

Presidente-executivo do Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos (IBTeC), Paulo Griebeler pautou o encontro sugerindo o envolvimento da coletividade na construção orçamentária do Município, especialmente no que se refere a investimentos em desenvolvimento econômico. “Construirmos o CIT (Centro de Inovação e Tecnologia) não resolve. São necessários incentivos para pesquisas, startups. Precisamos fomentar esse ecossistema. A inteligência e a tecnologia no calçado permanecem aqui no Vale”, destacou.

Vice-presidente do Comitê e diretor-geral da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha (ACI), Marco Aurélio Kirsch lembrou que, como o órgão é recente, seus integrantes ainda estão organizando suas frentes de atuação e alinhando seus projetos. “A partir do momento em que começarmos a tomar pé da situação, poderemos contribuir. A previsão orçamentária está muito ajustada, sabemos das dificuldades, mas precisamos ter alguma coisa de investimento”, frisou.

O presidente da Cofin, Enio Brizola (PT), e o relator, Gabriel Chassot (Rede), colocaram a Câmara à disposição do Comitê e das entidades empresariais para interceder em prol do desenvolvimento econômico do Município. Brizola salientou ainda o esforço do Legislativo em protagonizar diálogos e seminários sobre os mais diversos temas, inclusive o futuro produtivo de Novo Hamburgo. “Estamos trabalhando a partir de ações que introduzam a Câmara nos principais debates da cidade, tornando-a a casa para a discussão dos gargalos da sociedade. Precisamos desenvolver pautas que atuem no desenvolvimento do Município. Já deveríamos estar mais adiantados na questão da inovação tecnológica”, pontuou.

A Cofin se prontificou a encaminhar ao Comitê uma cópia do Plano Plurianual 2018-2021, com destaques para os investimentos previstos para a área de desenvolvimento econômico. Os parlamentares também propuseram a organização conjunta de um evento informativo sobre as diferentes etapas da construção orçamentária, voltado tanto para empresas quanto para a comunidade em geral. A Câmara de Novo Hamburgo é representada no Comitê de Governança Empresarial na figura de seu presidente, vereador Felipe Kuhn Braun (PDT).

O que são as comissões?

A Câmara conta com oito comissões permanentes, cada uma composta por três vereadores. Essas comissões analisam as proposições que tramitam pelo Legislativo. Também promovem estudos, pesquisas e investigações sobre temas de interesse público. A Lei Orgânica Municipal assegura aos representantes de entidades da sociedade civil o direito de participar das reuniões das comissões da Casa, podendo questionar seus integrantes. A Cofin se reúne às segundas-feiras, a partir das 14 horas, na sala Sandra Hack, no quarto andar do Palácio 5 de Abril.