Comissão solicita informações à Prefeitura sobre terreno no bairro Operário

por Luís Francisco Caselani última modificação 11/09/2018 13h36
04/09/2018 – Na tarde de segunda-feira, 3 de setembro, a Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Defesa do Consumidor (Codir) voltou a deliberar acerca do terreno de propriedade de Gecy Klauck, no bairro Operário, após sua manifestação por investimentos públicos de infraestrutura. O objetivo da moradora é utilizar o terreno para a criação de um instituto de amparo a pessoas com síndrome de down.
Comissão solicita informações à Prefeitura sobre terreno no bairro Operário

Foto: Luís Francisco Caselani/CMNH

A comissão havia se inteirado sobre o assunto no final de julho, quando Gecy compareceu a uma reunião do grupo parlamentar para apresentar sua proposta. Na ocasião, ela relatou a necessidade de obras de infraestrutura no entorno – intervenções que incluiriam o prolongamento de uma via pública. Em meados de agosto, integrantes da Codir foram até o local para averiguar a situação. O presidente da comissão, Enio Brizola (PT), ressaltou que o terreno encontra-se hoje em litígio judicial, o que demandaria o aguardo por parte do Legislativo. Apesar disso, os parlamentares pedirão informações à Prefeitura sobre a possibilidade de arruamento e macrodrenagem do local, a fim de facilitar o acesso, bem como a documentação e matrícula do terreno.

Entenda o caso

No dia 30 de julho, a integrante do conselho deliberativo da Associação dos Familiares e Amigos do Down Vinte e Um (Afad-21) Gecy Klauck compareceu a reunião da Codir relatando o interesse de construir em um terreno de sua propriedade um instituto voltado ao atendimento de pessoas com síndrome de Down. Entretanto, Gecy solicita que a prefeitura realize investimento na infraestrutura do local.

O que são as comissões?

A Câmara conta com oito comissões permanentes, cada uma composta por três vereadores. Essas comissões analisam as proposições que tramitam pelo Legislativo. Também promovem estudos, pesquisas e investigações sobre temas de interesse público. A Lei Orgânica Municipal assegura aos representantes de entidades da sociedade civil o direito de participar das reuniões das comissões da Casa, podendo questionar seus integrantes. A Codir se reúne às segundas-feiras, a partir das 15h30, na sala Sandra Hack, no quarto andar do Palácio 5 de Abril.