Vereadores homenageiam diretores e funcionários pelos 60 anos do Veterano

por Jaime Freitas última modificação 05/12/2018 16h20
05/12/2018 – No dia 28 de dezembro, o Atlético Clube Veterano completa 60 anos de fundação. Em decorrência da data, a Câmara de Novo Hamburgo destacou os serviços prestados por dirigentes, coordenadores, treinadores e conselheiros durante o início da sessão desta quarta-feira, dia 5. A homenagem, aprovada por todos os parlamentares, foi proposta por Fernando Lourenço (SD), que entregou ao presidente Luis Farinon um quadro de reconhecimento ao clube do bairro Canudos.
Vereadores homenageiam diretores e funcionários pelos 60 anos do Veterano

Giovani Gafforelli/CMNH

Diretor executivo do Veterano, o vereador Fernando agradeceu a presença de seus colegas diretores do clube e, antes de sua fala, apresentou um vídeo mostrando a trajetória da instituição. Na sequência, abordou a história do Veterano. “Aos 28 de dezembro de 1958 os primeiros abnegados fundaram aquele que viria ser o grande Atlético Clube Veterano ‘o clube do coração’. O Senhor Helmuth Hinkel cedeu alguns terrenos de sua propriedade para que se construísse o 1º campo do Veterano (entre a Rua Florença e a Rua Hamburgo), só que era uma grande área de eucaliptos. Vitinho, Armando, Albino e Alvicio Spaniol, Bugre e tantos outros se puseram a desmatar e arrancar tocos. Em seguida, a área limpa sem as árvores ficou conhecida como ‘Areião’”, relatou o parlamentar, que também mencionou o trabalho social da instituição. “Os projetos sociais do Veterano precisam ser destacados. Sabemos o que vivencia a sociedade brasileira, principalmente nas periferias, que enfrentam problemas como consumo de drogas, violência, desemprego a desestruturação familiar, entre outras questões. Assim sendo o Atlético Clube Veterano entendeu que poderia, através do esporte, contribuir com a comunidade, criando projetos sociais como o ‘Crianças do Veterano’, no qual são atendidas 275 crianças, para mostrar o lado do bem, o lado certo tendo como motivação a prática esportiva e a competitividade. Mostrar que sendo saudável todos alcançarão seus objetivos na vida e não entrarão na marginalidade. Entendemos que a iniciativa é uma excelente ferramenta para o benefício de nossas crianças”, finalizou Fernando Lourenço.

Enio Brizola saudou os 60 anos do clube. “Lembro dos clássicos no campo do Areião, entre o Veterano, o Atlântico e Guarani. O Veterano fica em um bairro que às vezes é lembrado pela violência e pela falta de opções de lazer. Os campos varzeanos tornam-se uma das únicas atrações para a comunidade local. Sonho com o retorno do campeonato de várzea e com o fortalecimento dos clubes que atuam nesse segmento. Todos ganharemos”, disse o parlamentar.

Estamos muito felizes em poder homenageá-los. O esporte é muito importante, mas o principal trabalho de vocês é o investimento no social, que transforma a vida de crianças e de jovens hamburguenses”, disse o presidente da Câmara, Felipe Kuhn Braun (PDT), que falou em nome de sua bancada e da bancada da Rede.

Faço um relato pessoal, dos anos que fui professor da rede municipal, ao lecionar em escolas próximas ao clube. Sei do carinho que as crianças tinham com o campo do ‘Areião’. Muitos demonstravam a admiração pelo clube e por quem treinava lá. Diziam sobre os bons de bola: ‘também, treina no Veterano’. Mas, além do esporte, vocês transformam os trabalhos da instituição em um universo de ações propositivas e de relevante impacto social”, disse Issur Koch, que ocupou a tribuna em nome da bancada do PP e do PPS.

Nosso grande objetivo no Veterano é o atendimento social. Nosso carro-chefe é o atendimento às crianças. Nosso bairro é muito conhecido pela violência, mas buscamos mudar essa realidade. Não formamos atletas, queremos formar melhores cidadãos para a sociedade”, disse presidente do Veterano, Luis Farinon, no encerramento da homenagem.

Veterano

Talvez por influência do primeiro título mundial conquistado pela Seleção Brasileira, um grupo de atletas da divisão de veteranos do já extinto Atlântico resolveu criar seu próprio clube em Novo Hamburgo. Estabelecido no bairro Canudos, o Atlético Clube Veterano foi fundado em 28 de dezembro de 1958, construindo seu primeiro campo entre as ruas Florença e Hamburgo, em uma grande área de eucaliptos doada por Helmuth Hinkel. O Areião, como acabou ficando conhecido pelos poucos trechos gramados, perdurou até 1984, quando o clube passou a dividir sede com o Atlântico, time do qual se originou.

Hoje, o Veterano conta com uma sede ampla e multifuncional na rua Tirol, 237, no bairro que sempre o acolheu. Com equipe feminina e quadros masculinos de diferentes faixas etárias, o Clube do Coração, como foi carinhosamente apelidado, também atua junto à comunidade por meio do projeto social Crianças do Veterano, tratando da inclusão de jovens através de atividades esportivas no contra turno escolar e na promoção de palestras sobre os danos causados pelo consumo de substâncias ilícitas.