TV Câmara – Especialista explica características da esclerose múltipla

por Tatiane Souza última modificação 02/09/2021 15h12
02/09/2021 – A esclerose múltipla (EM) é uma doença neurológica, crônica, autoimune e que não tem cura. Ela atinge de modo especial mulheres de 20 a 45 anos e pode se manifestar por diversos sintomas. Para trazer mais informações sobre o Agosto Laranja, campanha de conscientização sobre a enfermidade, está no ar pela TV Câmara, canal 16 da Claro/Net, e também no YouTube, a nova edição do programa Vitalidade. A entrevista é com o neurologista Giordani Rodrigues Passos. O profissional atua no Hospital São Lucas da PUCRS e possui especialização em neuroimunologia pela Universidade de Oxford, do Reino Unido.Também atua na área de esclerose múltipla e outras doenças autoimunes do sistema nervoso.
TV Câmara – Especialista explica características da esclerose múltipla

Foto: Vicenzzo Zang/TV Câmara NH

Conforme a Associação Brasileira de Esclerose Múltipla (ABEM), cerca de 40 mil brasileiros convivem com a doença. No mundo, são aproximadamente 2,5 milhões de pessoas. Os sintomas mais comuns são fadiga intensa, depressão, fraqueza muscular, alteração do equilíbrio da coordenação motora, dores articulares, disfunção intestinal e da bexiga. "A doença é muito heterogênea e varia muito de pessoa para pessoa. Ela é progressiva, na maioria dos pacientes. Começa com surtos, períodos em que a pessoa se sente mal e, em seguida, se resolve. Mas depois de 10 ou 20 anos com a doença, pode ser desenvolvida a forma progressiva da esclerose múltipla, com os sintomas piorados e exigindo tratamento diferenciado", explicou o neurologista.

No decorrer do programa, Passos frisou que a EM não é passível de prevenção, mas que o diagnóstico precoce faz diferença na qualidade de vida do paciente. Embora sem cura, ele explica que o tratamento – medicamentoso e com apoio de profissionais da fisioterapia, educação física e fonoaudiologia, por exemplo – atenua os sintomas e desacelera a progressão da doença.

Passos salientou a necessidade de aumentar a conscientização sobre a esclerose tanto nos profissionais de saúde quanto na comunidade para que se possa proporcionar o diagnóstico correto e acesso ao tratamento disponível. "É uma doença fruto de uma desregularização do nosso sistema imunológico e que afeta o cérebro e a medula, variando em sintomas de pessoa para pessoa, mas é altamente tratável, com novos medicamentos surgindo e disponíveis pelo SUS e pelos convênios", reforçou o médico.

Agosto Laranja

Em 30 de agosto se comemora o Dia Nacional de Conscientização sobre a Esclerose Múltipla. A data foi instituída pela Lei nº 11.303/2006 para dar maior visibilidade à doença e aumentar o número de diagnósticos e tratamentos precoces na população.

A mediação foi feita pela jornalista Tatiane Lopes.

Assista na íntegra:

Vitalidade

No ar desde 2012, o Vitalidade é um programa de saúde, qualidade de vida, bem-estar e comportamento produzido pela TV Câmara NH, emissora da Câmara Municipal de Novo Hamburgo. Sugestões de pautas para serem abordadas pelo programa podem ser enviadas para o e-mail tv@camaranh.rs.gov.br.

registrado em: