TV Câmara – Endocrinologista fala sobre prevenção ao Diabetes

por Tatiane Souza última modificação 13/11/2020 09h51
13/11/2020 – Com a chegada do mês de novembro, dois importantes temas entram em pauta: a saúde do homem e a prevenção ao diabetes. Em alusão ao Novembro Azul, o Vitalidade desta semana abordou o segundo tema, essa doença que muitos conhecem como açúcar no sangue. A entrevista foi com médica Bruna Nogueira Würdig, endocrinologista e metabologista com ênfase em obesidade e emagrecimento, doenças da tireoide, diabetes e distúrbios hormonais.
TV Câmara – Endocrinologista fala sobre prevenção ao Diabetes

Foto: Vicenzzo Zang/TV Câmara NH

O programa foi ao ar na última terça-feira, 10, pela TV Câmara, canal 16 da Claro/Net. A entrevista está disponível no Facebook.com/TVCamaraNH e também no Youtube.com/TVCamaraNH

Diabetes é uma doença crônica causada pela produção insuficiente ou pela resistência à insulina, hormônio que regula a glicose no sangue e garante energia para o organismo. No Brasil, são 13 milhões de pessoas vivendo com esse diagnóstico, o que é praticamente 7% da população. A endocrinologista explica que a tendência é que esse índice aumente. O sedentarismo e os maus hábitos alimentares do brasileiro estão, segundo ela, associados ao aparecimento da enfermidade. 

Existem diferentes tipos de Diabetes Mellitus, nome científico da doença. “Quando o pâncreas não produz insulina, chamamos de Tipo 1. É mais comum em crianças e adolescentes. Já o Tipo 2 é recorrente ocorrer em pessoas com mais de 40 anos, quando o pâncreas já está sobrecarregado pela idade e passa a produzir insulina inadequadamente, não dando conta do excesso de glicose”, explica Bruna. A médica orienta que os sintomas são claros, como: urinar várias vezes ao dia ou em grande quantidade, sentir muita sede, perder peso, cansaço excessivo, tontura, zumbido no ouvido, boca seca e visão opaca e embaciada. 

A terceira variação é o Diabetes Gestacional, que, segundo a endocrinologista, ocorre por conta da carga hormonal que a mulher tem durante a gestação, no qual ocorre também sobrecarga do pâncreas, causando um excesso de glicose. Porém, 90% das mulheres que tem a doença não a desenvolvem depois da gestação. Bruna ressalta que “existem vários fatores de risco para as mulheres desenvolverem Diabetes Gestacional, como obesidade, sedentarismo, Síndrome do Ovário Policístico, alteração de glicose na pré-gestação e gravidez após 35 anos”. 

Gostou do assunto e quer saber mais? Assista a entrevista na íntegra:

Vitalidade

O Programa Vitalidade vai ao ar desde 2012 pela TV Câmara, canal 16 da Net, e aborda assuntos relacionados à saúde, qualidade de vida, bem-estar e comportamento. Ele é apresentado pela jornalista Tatiane Lopes. Sugestões de pautas para serem abordadas pelo programa podem ser enviadas para o e-mail tv@camaranh.rs.gov.br. 

Veja a lista completa dos programas

*Texto de Kassiane Michel, estagiária de Jornalismo na Assessoria de Comunicação da Câmara.


registrado em: ,