Trajetórias de servidores que se aposentaram recebem reconhecimento com aprovação de votos de congratulações

por Maíra Kiefer última modificação 26/10/2021 15h23
25/10/2021 – As aposentadorias de dois servidores de carreira do Município de Novo Hamburgo receberam atenção especial na sessão plenária desta segunda, 25. Por meio dos requerimentos nº 1662, de autoria de Fernando Lourenço (PDT), e nº 1667, de Enio Brizola (PT) e Felipe Kuhn Braun (PP), os funcionários Luiz dos Santos e Paulo Loreno Rodrigues da Rosa tiveram suas trajetórias profissionais no serviço público reconhecidas em votos de congratulações aprovados por todos os vereadores. A deferência aos trabalhadores ocorre na semana que compreende o Dia do Servidor, data celebrada nacionalmente em 28 de outubro.
Trajetórias de servidores que se aposentaram recebem reconhecimento com aprovação de votos de congratulações

Foto: Daniele Souza/CMNH

Fernando abriu as homenagens ao relatar que Santos estava desde 1988 na Secretaria de Obras, a maior parte do tempo na Subsecretaria de Canudos. O proponente exaltou o quanto a atuação do profissional, que fazia caixas de contenção e canalizações, ajudou a modernizar a cidade, e como é admirado pela eficiência. "Muito obrigado pelo trabalho que fez para toda a comunidade de Novo Hamburgo", manifestou o parlamentar, lembrando que, por meio do esforço e dedicação, o servidor pôde formar o filho, hoje delegado de Polícia Civil. 

No texto apreciado, Fernando apontou que Santos sempre foi atuante na comunidade, mesmo com todas as adversidades enfrentadas, e que nunca mediu esforços na execução de qualquer tarefa, realizando todas as demandas que recebia.

Com 33 anos de serviços prestados à Prefeitura, Luiz dos Santos afirmou levar consigo boas lembranças desse longo período e agradeceu o apoio de colegas e o reconhecimento. "Me aposentei com a sensação de dever cumprido", afirmou. 

Sergio Hanich - Serjão (MDB) atribuiu seus conhecimentos na área de Obras aos ensinamentos de Santos. "Me lembro quando fui para a secretaria lá em 2004. Ali encontrei o professor Luiz. Ele foi definindo o que era prioridade, sempre preocupado. Quantas vezes o senhor trabalhou em sábados, domingos e feriados. É isso que me dói quando ouço falarem mal do funcionalismo. Pode ter alguém que está indignado, recalcado, foi maltratado, não teve o reconhecimento, mas isso é um em mil. Graças aos funcionários de carreira é que funciona a máquina pública", encerrou, explicando que eles orientam e esclarecem as dúvidas daqueles que ingressam e que não têm o histórico de funcionamento do órgão ou entidade.

Gerson Peteffi (MDB), médico aposentado do Município, falou sobre a importância do legado de Santos e que, após ele ter um tempo de merecido descanso, seu conhecimento pode ser ainda transmitido a outros servidores posteriormente. O parlamentar elogiou o desempenho também dos funcionários do setor de Obras da região oeste da cidade, que compreende os bairros Rincão, Petrópolis e Primavera. "Em seu nome, eu parabenizo a todos os funcionários que trabalharam e se aposentaram, principalmente nesse setor, que é o mais castigado, é o mais difícil, dentro do buraco, do valo, fazendo caixas de contenção, tubulações, desentupindo canos. Esse é um trabalho que muita gente não reconhece, mas nós temos que reconhecer", afirmou o Peteffi.

Ao término das exposições, ambos os emedebistas – Serjão e e Peteffi – pediram para assinar também o requerimento proposto por Fernando. O presidente Raizer Ferreira (PSDB), ex-secretário de Obras, ressaltou que era um merecido descanso e que imaginava que em breve o servidor, acostumado com uma demanda grande de atribuições, iria querer retornar. 

Autor do requerimento de homenagem a Paulo Loreno Rodrigues da Rosa, o vereador Enio Brizola relatou que conheceu o servidor da Diretoria de Trânsito quando esteve à frente da Diretoria de Economia Solidária na Secretaria de Desenvolvimento Social. O parlamentar enalteceu a capacidade do funcionário de antever e identificar cruzamentos e locais nos quais poderia agir na prevenção de acidentes, não atendendo somente às demandas dos vereadores. Brizola externou ainda da tribuna sua preocupação com as aposentadorias dos melhores quadros de servidores sem a devida renovação por concurso público e das carências enfrentadas, inclusive de equipamentos de EPI, referindo-se à experiência que teve na secretária de Obras, quando em seu comando. O parlamentar preocupou-se em frisar que não se tratava de uma crítica a uma ou outra administração, mas que era uma situação vivenciada em geral pelo Executivo, independente de quem estivesse no cargo. "Por que tem sequência de qualidade o serviço público? Porque um vai passando o legado para o outro, o ensinamento, o comprometimento", sinalizou. Ao término lamentou a falta de novas engenheiros de trânsito, como o homenageado: "Para quem o Paulo deixou o conhecimento adquirido em 26 anos?".

Co-autor da homenagem, o vereador Felipe Kuhn Braun falou em nome da bancada Progressista e da colega Lourdes Valim (Republicanos). O parlamentar relatou que havia feito um voto de congratulações e se uniu ao colega Brizola no reconhecimento proposto no requerimento nº 1667. "O Paulo tem a característica de nunca olhar o partido, se é da oposição ou se é da base. A gente sempre o teve como uma pessoa que atendia às comunidades, que atendia as demandas que nós encaminhamos", declarou.

Além da qualidade dos serviços prestados, Gustavo Finck (PP) apontou o carisma e a disposição de Paulo. Em nome do MDB, Peteffi retornou à tribuna para exaltar a atuação do colega servidor.  

Em seu pronunciamento, Raizer Ferreira (PSDB) destacou o trabalho do engenheiro também nas obras de revitalização do Centro. O vereador Ricardo Ritter - Ica (PSDB) falou da prestatividade e de nunca ter ficado sem retorno quando encaminhava alguma solicitação para o homenageado. Cristiano Coller (PTB) parabenizou os dois servidores e disse ter contato com Paulo há 12 anos, desde a época em que esteve no Executivo, na Diretoria de Serviços Urbanos. "A Prefeitura fica um pouco mais triste e fica um pouco órfã", lamentou Coller, autor de proposta que sugeria um premiação aos servidores públicos, mas que teve seu trâmite suspenso.

Além de parabenizar os dois funcionários, Ito Luciano (PTB) lembrou o período em que esteve no comando da secretaria de Obras há 24 anos e como a parceria com o funcionalismo foi importante. "A Prefeitura tem um quadro de funcionários de primeira linha. Se hoje o Município é o que é, deve ao funcionalismo público", afirmou.

Ao se pronunciar, Paulo externou a felicidade que estava sentindo e relatou ter recebido também homenagem no dia 30 no Executivo. Ele mencionou ainda o início de sua trajetória na administração municipal, na época em que o prefeito era Atalíbio Foscarini, o secretário, Cleonir Bassani, e o coordenador de trânsito, Sérgio Monteiro. "Ninguém faz nada sozinho. Aprendi muito com todos", fazendo referência também aos responsáveis atuais pela pasta e diretoria, além dos setores e os trabalhadores de cada área.