Título de Mulher Cidadã será entregue nesta quinta

por Maíra Kiefer última modificação 27/03/2019 17h20
22/03/2019 – A principal homenagem do Legislativo às mulheres que prestaram relevantes serviços à comunidade hamburguense será promovida na próxima quinta-feira, dia 28, às 19h, no Plenário do Legislativo. A premiação, entregue em sessão solene, é prevista pela Resolução nº 1/2018, que atualizou no ano passado o Decreto Legislativo nº 2/2015 e flexibilizou a realização de atividades ao longo de todo o mês de março. Nos últimos anos, o título de Mulher Cidadã, assim como o de Cidadão de Novo Hamburgo e o Prêmio Sebastião Flores, tem sido uma das principais deferências feitas pela Câmara a pessoas que se destacaram na sociedade.

Esta será a sétima ocasião em que o prêmio será concedido. Em 2019, 13 agraciadas com atuação em diferentes áreas foram escolhidas. Cada parlamentar pôde indicar uma mulher para receber a distinção, contanto que a homenageada não tivesse recebido anteriormente a honraria. 

Confira abaixo a lista de agraciadas:

- Michelle Marques Neves (indicada por Cristiano Coller – Rede):

Graduada em Serviço Social pela Ulbra, em 2016, Michelle Marques Neves atua como conselheira tutelar, tendo sido eleita em 2015. Em 1997, começou a desenvolver trabalho voluntário quando catequizava crianças na Capela Sagrada Família, na Vila Palmeira, no bairro Santo Afonso. Em 2015, dedicou-se a auxiliar a Associação de Deficientes Físicos de Novo Hamburgo (Adefi).

Em 2005, começou a trabalhar na Secretaria de Saúde de Novo Hamburgo, participando da implantação da central de marcação. Nos anos de 2014 e 2015, assumiu a coordenação, período no qual teve grande atuação nos atendimentos e acolhimentos de toda a comunidade. Para Michelle, mãe de Isabelle e Benício, sua maior missão é lutar por mais políticas públicas voltadas para as crianças e adolescentes.

- Diones de Fátima Otero Martins Ayres (indicada por Enfermeiro Vilmar – PDT):

Natural de Palmeira das Missões, Diones de Fátima Otero Martins Ayres nasceu em 7 de agosto de 1960. Desde 1981, vive em Novo Hamburgo, onde há mais de 12 anos integra o Conselho Municipal de Saúde, órgão responsável por definir as ações realizadas na área e fiscalizar a atuação do Município, exercendo seu quarto mandato. Líder comunitária há mais de 20 anos, Diones também desenvolveu trabalho voluntário na Pastoral da Criança.

- Claudete Schneider (indicada por Enio Brizola – PT):

Formada em Educação Física, a representante comercial Claudete Schneider está fazendo pós-graduação na área de Trabalho Social com Famílias e Comunidades. Concilia seu dia a dia com atividades da Igreja Luterana do Bairro Primavera, onde é voluntária no Grupo de Idosos e coordenadora do projeto Almoço Solidário. Iniciada em 2015, a iniciativa totaliza a distribuição de 270 refeições todos os sábados para famílias carentes do Residencial Novo Hamburgo, no Boa Saúde. Os alimentos são doados e a elaboração dos pratos é feita por voluntários. Além de auxílio com alimentação, o grupo também realiza encaminhamentos para empregos.

- Loreni Maria Rosa Pereira (indicada por Felipe Kuhn Braun – PDT):

Natural de Novo Hamburgo, a servidora aposentada da Guarda Municipal Loreni Maria Rosa Pereira está à frente da Associação de Moradores do Bairro Rondônia há 17 anos. Foi diretora social do Grêmio Sindicato dos Funcionários Municipais de Novo Hamburgo (GSFM), voluntária da Horta Comunitária Joanna de Ângelis, e hoje vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, além de atuar na secretaria da União das Associações Comunitárias (UACNH). De 1992 até 2017, trabalhou na Guarda Municipal de Novo Hamburgo. No ano de sua aposentadoria, ocupou o cargo de diretora na Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana. Mãe de Ana Paula e formada em Serviço Social, Loreni está se especializando em Gerontologia e Saúde do Idoso, mantendo suas atividades voltadas à comunidade.

- Sandra de Oliveira da Rosa (indicada por Fernando Lourenço – SD):

Artesã e empresária por mais de 20 anos, Sandra de Oliveira da Rosa é uma das responsáveis pela Associação de Pais e Amigos do Autista de Novo Hamburgo (AMA), criada em 2013, tendo sido eleita presidente da entidade por duas vezes. Mãe de dois filhos, o mais novo autista, está cursando graduação em Educação Especial para ampliar seus conhecimentos na área e poder tornar ainda melhor a assistência oferecida pela instituição. Em 2018, a AMA firmou parceria com a Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha para promover palestras, encontros de pais e judô inclusivo.

- Sueli Correia Nunes (indicada por Gabriel Chassot – Rede):

Sueli Correia Nunes integra a Comissão da Associação Flor do Vale, no bairro São José, e colabora para o bem-estar social por meio de ações entre amigos e esforços próprios da entidade, que visam a amparar os moradores do bairro. Também auxilia a comunidade do Kephas em ações sociais. Ao longo de sua trajetória, Sueli destacou-se pela incansável luta pelos direitos de todos. É mãe de Marcelo, Michael e Michele.

- Viviane Konrad (indicada por Gerson Peteffi – MDB):

Viviane Konrad, médica formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), com pós-graduações em Cardiologia, iniciou suas atividades como concursada do Município de Novo Hamburgo em 2005. Atuou em Unidades Básicas de Saúde, trabalhando diretamente com pacientes crônicos, pré e pós-operatórios, além de atender pacientes com prolongadas internações hospitalares. Após a observação de pacientes com extrema dificuldade de deslocamento até o serviço médico, realizou atividade de consultas e acompanhamento domiciliar por sete anos. Ainda em Novo Hamburgo, Viviane foi responsável pela autorização de oxigenioterapia domiciliar, voltada a pacientes portadores de doença pulmonar avançada, durante cinco anos. Em parceria com a Universidade Feevale, trabalhou como médica na reabilitação cardiopulmonar de pacientes crônicos e recém-operados.

Rosângela Inês Endres (indicada por Inspetor Luz – MDB):

Especialista em Direito do Trabalho, Rosângela Inês Endres atua no escritório de advogacia Endres & Borba Advogados. Por cinco anos, cedeu o local e deu suporte para reuniões da Associação Pró-Vítima, entidade que presta assistência jurídica gratuita e responsável por administrar recursos financeiros direcionados para a Central de Polícia, inaugurada em 23 de março de 2012, após grande mobilização da comunidade hamburguense. A empresa da homenageada foi uma das apoiadoras dessa causa. Nascida em Novo Hamburgo, Rosângela cursou o ensino médio no Colégio Estadual 25 de Julho e formou-se advogada pela Unisinos em 1985. É mãe de três filhos: Thiago, Matheus e Camilla.

- Noêmia Pimentel de Mello (indicada por Patricia Beck – PPS):

Natural de São Francisco de Paula e moradora de Novo Hamburgo há quase 50 anos, Noêmia Pimentel de Mello trabalha voluntariamente como costureira na Paróquia São José Operário, confeccionando roupas de cama para famílias carentes. Em 2009, recebeu o mandato de ministra da Eucaristia juntamente a seu esposo. Desde então, auxilia o padre nas missas e leva eucaristia a doentes e lares de idosos.

- Marie Traude Schneider (indicada por Raul Cassel – MDB):

De turmas de ensino fundamental a universitárias, Marie Traude Schneider se realizou profissionalmente atuando por 40 anos como professora, aliando trabalho voluntário na busca do melhor para a sociedade. Por 12 anos, integrou o Conselho Municipal de Educação de Novo Hamburgo, além de ter exercido papel importante na Liga Feminina de Combate ao Câncer, sendo presidente da entidade entre os anos de 2009 e 2011. Ligada à Comunidade Ascensão, foi conselheira das escolas luteranas e professora alfabetizadora de mulheres adultas de forma voluntária. Sua vida profissional foi marcada pelo envolvimento na educação. Como professora formada em Pedagogia, com ênfase em educação universitária, foi diretora da escola Oswaldo Cruz, por treze anos, professora do curso de Pedagogia da Feevale e coordenadora do curso de Magistério e Estágio da Instituição Evangélica de Novo Hamburgo (IENH). Aos 65 anos, formou-se no curso de Filosofia. Atualmente, continua desenvolvendo trabalho voluntário na Ordem Auxiliadora das Senhoras Evangélicas (Oase) e faz parte de um novo projeto, Governança, que tem parceria com o Sebrae e busca preparar alunos das escolas do município para serem gestores.

- Vali Zang Rossi (indicada por Tita – PP):

Moradora do bairro Primavera há 57 anos, mãe de nove filhos, 19 netos e 15 bisnetos, Vali Zang Rossi participou desde muito cedo das ações promovidas pela Paróquia São José. Sempre ligada ao trabalho social, participou ativamente em pastorais como o Cáritas, à época chamado de Assistência Social. Além disso, colaborou como ministra da Eucaristia por 20 anos e atua até hoje no Apostolado da Oração, onde já foi coordenadora. Dona Vali também integra o grupo de Renovação Carismática Católica (RCC), com encontros todas as segundas e quintas-feiras. Mesmo com a partida de seu marido, Victório Rossi, continuou mantendo a família unida e realizando trabalho voluntário. Pautou grande parte de sua vida no desenvolvimento de ações e atendimentos a famílias que necessitavam de ajuda.

- Carmen Lucia Ries (indicada por Sergio Hanich – MDB):

Carmen Lucia Ries, mais conhecida como Professora Carmen ou Carmona, tem sua trajetória ligada à educação. Formada em licenciatura plena em Educação Artística pela Universidade Feevale, com pós-graduação em Gestão Pública e em Gestão Escolar, atuou como professora e diretora na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Antônio Augusto Borges de Medeiros, no bairro Rondônia. Ingressou no meio político em 2009, quando se elegeu vereadora e trabalhou, mais tarde, como diretora de Patrimônio da Prefeitura. Aposentou-se na 2ª Coordenadoria de Educação de São Leopoldo. Em 2009, criou e presidiu a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes, na qual organizou e realizou diversas jornadas de estudos, envolvendo temas polêmicos como maus-tratos, exploração e abuso sexual, bullying e drogas.

- Terezinha Andelieri da Silva (indicada por Vladi Lourenço – PP):

Terezinha Andelieri da Silva, carinhosamente conhecida por Tia Tere, nasceu em Jaquirana e desde os 12 anos mora em Novo Hamburgo. Moradora de Canudos há mais de cinco décadas, tem participação ativa nas decisões para melhorias do bairro. Passou em concurso para secretária escolar, iniciando sua carreira no Centro do Bem Estar do Menor (Cebem), onde trabalhou por 23 anos, sendo três anos como secretária e 20 como diretora. Por 25 anos, Dona Terezinha participou de grupo de jovens e catequizou crianças e adolescentes. Faz parte da Associação do Bem Estar da Criança e do Adolescente (Asbem) desde sua fundação, em 1976. Integrou a Comissão Municipal de Erradicação do Trabalho Infantil e até hoje ministra palestras em escolas, com base no Estatuto da Criança e do Adolescente. Foi conselheira tutelar por duas gestões. Desde 2011, participa da Pastoral da Criança na paróquia Nossa Senhora do Rosário. Em 2016, formou-se em Serviço Social. Desenvolveu uma atividade com moradores do bairro Boa Saúde, onde trabalhou sustentabilidade e reaproveitamento de materiais.

Confira as agraciadas em outras edições do evento.