Procuradoria da Mulher coleta dados sobre violência para elaboração de campanha

por Maíra Kiefer última modificação 05/12/2018 16h22
05/12/2018 - O mapeamento dos principais casos de violência contra a mulher em Novo Hamburgo auxiliará a Procuradoria Especial da Mulher e órgãos de segurança a criar uma campanha de proteção coletiva para inibir práticas como roubos, assédio e abuso sexual. Os dados foram debatidos nesta terça-feira, dia 4, em reunião realizada no Legislativo Municipal por iniciativa da procuradora especial da Mulher da Câmara Municipal, vereadora Patricia Beck (PPS), com apoio da servidora Carolyne Andersson.
Procuradoria da Mulher coleta dados sobre violência para elaboração de campanha

Crédito: Maíra Kiefer/CMNH

No encontro, a representante da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), escrivã Bianca Graziela Chies, e a diretora da Guarda Municipal, Eliane Luiza Schmidt, trouxeram dados sobre as ocorrências de estupro e as localidades com o maior número de registros de 2016 a 2018. A proposta da procuradora é lançar o material, com orientações de segurança e mapa com as localidades de maior risco, no mês de fevereiro. Glacira Eli Santos da Silva, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim), presente à exibição da estatísticas, ressaltou que os homens também devem ser contemplados nessa campanha de engajamento e prevenção à violência em locais públicos. Tanto a vereadora Patricia quanto a escrivã Bianca lembraram que essa tem sido uma preocupação tanto da Procuradoria quanto da Deam.