Direto da Mostratec, Comissão de Educação debate a oferta de cursos técnicos na região

por Luís Francisco Caselani última modificação 25/10/2018 22h09
25/10/2018 – Com estande fixo instalado entre as mais de 700 pesquisas estudantis da 33ª Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), a Câmara de Novo Hamburgo tem acompanhado e promovido ao longo da semana uma série de atividades voltadas ao fomento à iniciação científica. Uma das pautas foi levantada pela Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia (Coedu) durante reunião extraordinária na tarde desta quinta-feira, 25 de outubro. Direto da área institucional mantida pelo Legislativo, o grupo parlamentar recebeu a titular da 2ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Helenise Juchem, para tratar sobre as escolas técnicas estaduais e sua oferta de cursos.

O presidente da Coedu, Professor Issur Koch (PP), recorreu a sua própria trajetória para pontuar a importância do ensino profissionalizante para a indicação de caminhos e a capacitação para o mercado de trabalho e o empreendedorismo. Ex-aluno de mecânica da própria Liberato e do curso de tradutor e intérprete do Colégio 25 de Julho, o vereador contou como o conhecimento adquirido permitiu que ele se tornasse mecânico de aviação durante seu período junto à Força Aérea.

Helenise lembrou que há outras oportunidades além da Liberato. Apenas na região, oito escolas nos municípios de Campo Bom, Dois Irmãos, Montenegro, Portão, São Leopoldo e Taquara disponibilizam cursos técnicos nas modalidades integrada – junto ao ensino médio – e subsequente – para adultos já formados. Ao todo, são ofertadas vagas para as áreas de agropecuária, contabilidade, design de móveis, eletromecânica, eletrotécnico, informática, mecânica, meio ambiente, química e técnico florestal. As seis escolas somam mais de 5 mil alunos.

“Há uma desinformação. Muitos jovens desconhecem a existência de outras escolas técnicas. Os cursos oferecidos pelo Estado fazem muito sucesso e são tão bons quanto os da Liberato. O aluno escolhe aquilo que ele quer fazer. E isso é meio caminho dado para o sucesso do ensino profissionalizante. A escola técnica oferece o caminho mais curto para o mercado de trabalho”, ressaltou. A coordenadora informou que as matrículas para a rede estadual iniciam já na próxima segunda-feira, dia 29, pelo site da Secretaria Estadual de Educação.

Cooperação entre Município e Estado

Os vereadores Gabriel Chassot (Rede) e Nor Boeno (PT) aproveitaram o encontro para apresentar outras demandas relativas às escolas estaduais. Uma das questões levantadas foi a respeito do acordo para a transferência de alguns alunos de anos finais da rede municipal para a estadual. “Foi apenas uma antecipação da continuidade do aluno para o ensino médio. É uma questão de organização da rede”, explicou a coordenadora. A 2ª CRE abrange 38 municípios da região, totalizando 165 escolas, 1,2 mil funcionários, 5 mil professores e mais de 72 mil alunos.

Além da participação na comissão, Helenise também está convidada, a partir de requerimento assinado por Issur, a comparecer à sessão da próxima quarta-feira, dia 31, para abordar, além da questão da educação técnica, a proposta de escolas de ensino médio em tempo integral. Ela antecipou que Novo Hamburgo pode receber uma primeira experiência já em 2019. Ainda em período de análise, a proposta englobaria uma escola e manteria os alunos durante oito horas diárias dentro da sala de aula.

A Mostratec

Considerada a maior feira do gênero na América Latina, a 33ª Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia reúne nos pavilhões da Fenac mais de 3 mil estudantes e mil professores-orientadores, representando escolas de todos os estados brasileiros e de outros 21 países das Américas, África, Ásia e Europa. Ao todo, 755 projetos abordam conteúdos em 13 áreas diferentes de conhecimento. A organização da feira estima que mais de 65 mil alunos de ensino médio, técnico, fundamental e educação infantil se envolveram diretamente com o universo da pesquisa até saírem os trabalhos classificados à exposição.

Helenise mostrou-se encantada com a organização do evento e o empenho dos estudantes. “Olha essa mostra, olha esses alunos. É isso que é a escola”, exaltou. Issur Koch disse ser um prazer acompanhar a alegria e a vontade de fazer a diferença de cada jovem pesquisador. “Em momentos em que muitos lamentam a situação do país, eles estão estudando para mudar esse panorama”, destacou. Nor Boeno salientou a felicidade em ver a juventude envolvida em uma exposição como a Mostratec. “Tínhamos que incentivar mais os nossos jovens. Venham olhar isto aqui para ver que não há nada perdido. São muitos estudantes buscando se destacar e conquistar um lugar no mercado de trabalho”, complementou Chassot.

O que são as comissões?

A Câmara conta com oito comissões permanentes, cada uma composta por três vereadores. Essas comissões analisam as proposições que tramitam pelo Legislativo. Também promovem estudos, pesquisas e investigações sobre temas de interesse público. A Lei Orgânica Municipal assegura aos representantes de entidades da sociedade civil o direito de participar das reuniões das comissões da Casa, podendo questionar seus integrantes. A Coedu se reúne às segundas-feiras, a partir das 15 horas, na sala Sandra Hack, no quarto andar do Palácio 5 de Abril.