Condutores propõem uso de vans escolares para auxiliar transporte coletivo em Novo Hamburgo

por Luís Francisco Caselani última modificação 18/06/2020 00h28
16/06/2020 – A incerteza sobre a situação do transporte coletivo em Novo Hamburgo levou a Associação dos Transportadores Escolares da cidade a disponibilizar seus serviços como complemento emergencial durante a pandemia. As empresas responsáveis pelo transporte público no município relatam perda média diária de 27 mil passageiros, o que teria tornado a operação deficitária. O argumento apresentado pela associação é de que a adesão das vans escolares permitiria às concessionárias a redução momentânea da frota sem prejudicar o serviço prestado aos usuários. A proposta foi apresentada à Comissão de Finanças da Câmara (Cofin) no final da tarde de segunda-feira, 15. O presidente Enio Brizola (PT) e a relatora Patricia Beck (PP) prometeram reforçar a reivindicação junto ao Poder Executivo.
Condutores propõem uso de vans escolares para auxiliar transporte coletivo em Novo Hamburgo

Foto: Kassiane Michel/CMNH

A ideia dos vereadores é incluir a demanda na pauta prevista para a sessão plenária desta quarta-feira, 17, com a convocação da secretária municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Roberta Gomes de Oliveira. O uso das vans na complementação do serviço também auxiliaria financeiramente os condutores, atualmente sem sua principal fonte de renda devido à suspensão das atividades escolares. Os profissionais ainda declaram não se enquadrarem no benefício oferecido pelo Governo Federal.

De acordo com a associação, a utilização dos veículos escolares proporcionaria a retomada de linhas em horários intermediários e possibilitaria o melhor atendimento às orientações das autoridades de saúde quanto ao distanciamento dos passageiros. Tornaram-se frequentes reclamações de superlotação em horários de pico, contrariando regulamentações específicas editadas durante a pandemia. Além disso, a associação defende que a autorização para a utilização das vans reduziria gastos da Prefeitura. Recentemente, o Município chegou a oferecer ajuda emergencial de R$ 150 mil mensais às concessionárias para manter a operação. A autorização para os veículos escolares não acarretaria custos aos cofres públicos.

O que são as comissões?

A Câmara conta com oito comissões permanentes, cada uma composta por três vereadores. Essas comissões analisam as proposições que tramitam pelo Legislativo. Também promovem estudos, pesquisas e investigações sobre temas de interesse público. A Lei Orgânica Municipal assegura aos representantes de entidades da sociedade civil o direito de participar das reuniões das comissões da Casa, podendo questionar seus integrantes. A Cofin se reúne às segundas-feiras, a partir das 17h, na sala Sandra Hack, no quarto andar do Palácio 5 de Abril.