Presidente da Alvales destaca trabalhos desenvolvidos pela instituição

por Jaime Freitas última modificação 18/09/2019 19h22
18/09/2019 – Atendendo a convite do vereador Nor Boeno (PT), a presidente da Academia Literária do Vale do Rio dos Sinos (Alvales), Renate Gigel, ocupou a tribuna durante a sessão desta quarta-feira, 18 de setembro, para apresentar o trabalho realizado pela entidade.
Presidente da Alvales destaca trabalhos desenvolvidos pela instituição

Foto: Tatiane Lopes/CMNH

“Eu vim falar um pouquinho da Alvales, que é a nossa academia literária aqui no Vale do Rio dos Sinos. Agradeço por estar aqui na Câmara Municipal, que sempre enaltece nosso trabalho. A academia existe há 31 anos, e lembro com carinho que aqui estivemos, no ano passado, com muita alegria na comemoração dos 30 anos da Alvales. Desenvolvemos um trabalho ininterrupto durante esses 31 anos, nunca ficamos de passas fechadas, nunca ficamos sem o trabalho de divulgação da nossa língua Pátria, da leitura e da literatura escrita e tudo mais o que ela traz no seu bojo. Passamos por diferentes épocas, tentando acompanhar o tempo, que acabou nos mudando um pouco. Saímos, de uma certa forma, da nossa caixinha da literatura pura para nos tornarmos mais integrados dentro do nosso desenvolvimento, da nossa comunidade. Hoje em dia somos 37 acadêmicos e gostamos muito de participar da construção da história da nossa comunidade". Gigel fez um destaque aos escritores que são ou já foram acadêmicos. "Produzimos cultura aproveitando os talentos dos nossos escritores, que são bastantes diversificados em suas atividades. Aqui mesmo temos um acadêmico, meu colega e colega de vocês, o vereador Felipe Kuhn Braun, que abrilhanta nossas atividades", afirmou.

A instituição está alocada no Espaço Cultural do Albano Hartz, na sala multiuso 2. "Somos uma entidade constituída de pessoa jurídica. Formamos um grupo divulgador e difusor de cultura. Acreditamos muito nisso e ocupamos uma cadeira no Conselho Municipal das Políticas Culturais no setor da literatura. Dentro desse nosso espaço, respeitando as atuais regras que nos foram colocadas pelo Marco Regulatório por ocupação de espaço público, prestamos uma contrapartida para a comunidade com alguns projetos, dentre eles o projeto do ‘rolezinho do livro’, um braço literário nas instituições que não tem condições de montar uma biblioteca. Basicamente, são geladeiras usadas que servem como blibliotecas. A Alvales se compromete com 150 livros cada vez que uma há uma geladaira é levada até um bairro da cidade. Somos organizadores de um evento que chamamos de 'Passeio Germânico',  onde nós valoriamoz a tradição Germânica. Fazemos uma caminha convidando a comunidade a participar dessa homenagem à imigração alemã movimentação vários locais por onde passamos, dançando a 'polonese' no Calçadão, entre outras esquetes culturais. Outro projeto que vale salientar é o 'Sacolas Literárias', onde nós colocamos a edição e as obras dos nossos autores. Elas têm em média 50 ou mais volumes e passeiam pelas escolas do município, levando cultura aos estudantes", informou a presidente Renate Gigel, que finalizou sua fala ressaltantando as ações educativas e de formação de leitores desenvolvidas pela academia. Entre elas, formações realizadas na sede da Alvales e oficinas destinadas a crianças e jovens na Biblioteca Comunitária Marieta Constante da Silva, na Vila Diehl.

Recentemente, a TV Câmara NH entrevistou, no programa Espaço Livre, a presidente da Alvales, Renate Gigel, e a coordenadora da biblioteca comunitária da entidade, Luana Jenifer. 

Alvales

Fundada em 29 de julho de 1988, a Academia Literária do Vale do Rio dos Sinos é uma associação civil sem fins econômicos e de reconhecida utilidade pública. Com sede no Espaço Cultural Albano Hartz, no Calçadão Osvaldo Cruz, a entidade busca congregar escritores da região, estimular novos talentos, promover a prática literária em seus diferentes estilos e difundir o estudo da língua portuguesa. A instituição também gerencia a Biblioteca Comunitária Marieta Constante da Silva, no bairro Diehl, incentivando o acesso principalmente de jovens à leitura e à pesquisa. Em 2018, a Alvales foi escolhida a patronesse da 36ª Feira Regional do Livro de Novo Hamburgo.


registrado em: