Vereadores mirins são diplomados em sessão na Câmara

por Luís Francisco Caselani última modificação 06/09/2017 18h53
06/09/2017 – Uma iniciativa voltada à formação para a cidadania e o conhecimento dos aspectos políticos da sociedade brasileira. Foi com esse propósito que a Câmara de Novo Hamburgo, por meio da Escola do Legislativo, e em parceria com a Secretaria de Educação (Smed), organizou em 2017 a primeira edição do Projeto Vereador Mirim, voltado para alunos de 6º a 9º ano. Na tarde desta quarta-feira, 6 de setembro, no início da sessão ordinária, os 14 estudantes eleitos por seus colegas para representar cada uma das sete escolas municipais que aderiram ao projeto receberam seu diploma de vereador mirim, dando continuidade a uma série de atividades iniciadas em maio e que seguirão até o final do ano.

Além dos vereadores, outros seis alunos receberam certificado como suplentes. Um a um, os estudantes foram chamados pela presidente da Câmara, Patricia Beck (PPS), para ocuparem as cadeiras da Tribuna de Honra da Casa. Juntos, prometeram empenhar o mandato para firmação dos valores da liberdade e da vida digna, combatendo a intolerância, defendendo a cidadania e batalhando pela construção de uma nação democrática, justa e igualitária. Por fim, também individualmente, cada aluno recebeu seu diploma ou certificado das mãos de vereadores, servidores da Casa e integrantes da Smed.


O vereador mirim Jhonata Siqueira, 15 anos, aluno da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Arnaldo Grin, enalteceu a cerimônia de diplomação. “Foi uma experiência única. É legal saber que fomos a primeira turma de vereadores mirins em Novo Hamburgo. O processo eleitoral na escola foi muito bom, comparamos propostas, fizemos debates e apresentamos demandas para toda a escola e para o bairro. Quando mais pudermos ajudar a comunidade, melhor”, destacou. Paula Janitzch, de 12, aluna do 6º ano da EMEF Senador Salgado Filho, recebeu o diploma das mãos do vereador Vladi Lourenço (PP) e já projeta as próximas etapas. “Gostaria que todos fizéssemos propostas úteis. Minha sugestão é melhorar as salas de aula e banheiros da escola e ajudar moradores de rua”, contou.



Formação cidadã

O diretor da Escola do Legislativo, Artêmio Friedrich, revelou estar muito feliz em receber novamente os alunos no plenário da Câmara, dessa vez já como vereadores mirins. “O motivo dessa iniciativa é ajudar na formação para a cidadania, criando laços entre os alunos e o Legislativo. Hoje, é mais uma pequena semente de cidadania que germina. Por isso, queremos agradecer a todos e a cada um, de forma particular, entre alunos, professores, familiares, servidores e vereadores. É no ambiente escolar que fortalecer esse debate, da tolerância e da igualdade de direitos, cientes dos deveres comuns que todos temos. Que vocês continuem apoiando e fortalecendo este projeto”, pediu.

A assessora do Ensino Fundamental da Smed, Ana Maria Marschall, que acompanhou todo o processo, corroborou o discurso de Friedrich. “É com imensa alegria que nos reunimos neste espaço, que tem sido palco de grandes aprendizados, em especial o exercício responsável da cidadania, aproximando teoria e prática”, ressaltou. A secretária de Educação, Maristela Guasselli, agradeceu a oportunidade aberta pelo Legislativo às escolas municipais. “Acreditamos, sim, no exercício da cidadania, na oportunidade de nossos alunos estarem participando de um momento como este, que qualifica o aprendizado. Eles estiveram aqui, conheceram a Casa, ouviram um pouco sobre o trabalho do Legislativo e do Executivo. Quando estiverem na idade adulta, apresentarão mais atitude cidadã”, salientou. 

Enfermeiro Vilmar (PDT) parabenizou a Mesa Diretora da Câmara pela idealização do projeto. “Agradeço essa proposição pela importância de os alunos saberem como funciona o sistema político, e por que não daqui a pouco estarem representando a nossa cidade nesta Casa”, comentou. O vice-presidente da Casa, Naasom Luciano (PTB), destacou a representatividade feminina entre os eleitos. Dos 20 alunos, 15 são meninas. “Diferente da nossa legislatura, vemos que no meio dos mirins as mulheres estão dominando. Ficamos muito satisfeitos porque sabemos da importância da participação das mulheres na nossa política. Desde o início, a menina dos olhos desta gestão é o Vereador Mirim. Enxergar isso acontecendo aqui é gratificante a todos. Dediquem-se e aproveitem este momento”, recomendou.

Gerson Peteffi (PMDB) convidou a vereadora mirim Renata Arnold para acompanhar a sessão ao seu lado. “Este desafio é muito importante para vocês. Isso ficará marcado de forma indelével na vida de cada um. Vocês podem perder diversas coisas, mas o conhecimento vocês nunca perderão”, salientou. Felipe Kuhn Braun (PDT) reforçou o protagonismo dos vereadores mirins. “Vocês estão aqui porque uniram esforços, lutaram por isso, passaram por um processo eleitoral. Esse momento difícil pelo qual passamos no Brasil só tem como melhorar através da participação política e cidadã”, pontuou.

Enio Brizola (PT) enalteceu a importância da Escola do Legislativo na promoção de debates e na ampliação da participação popular. “Esse diploma habilita os vereadores mirins a representarem suas escolas, solicitando o acompanhamento dos vereadores para qualquer demanda da comunidade de vocês. O Vereador Mirim também nos manda um recado forte da participação dos alunos na vida escolar”, apontou. Inspetor Luz (PMDB) também celebrou o trabalho desenvolvido pela Câmara. “Temos aqui um aprendizado da nossa democracia. Que todos se dediquem ao conhecimento desde cedo. A esperança do Brasil está em cada um de vocês. Que tenham um conhecimento para o bem, para que nosso país tão grande não diminua”, pediu.

Professor Issur Koch (PP) parabenizou os alunos que colocaram seus nomes à disposição para a escolha dos colegas. “Isso é uma experiência para o futuro de vocês. Esse é um sonho antigo de nós, vereadores, que enfim se concretiza. Vocês serão representantes de suas escolas, que são os corações de suas comunidades. Talvez seus colegas, vendo o trabalho sério de vocês, percebam que existam pessoas boas preocupadas com o nosso futuro”, afirmou. Raul Cassel (PMDB) concordou com o discurso de seus colegas. “Se vocês não se tornarem vereadores, que isto seja importante para que sejam líderes de quaisquer entidades das quais queiram participar. Busquem parcerias, porque o professor será eterno no nosso aprendizado. Levem também um abraço para aqueles que chegaram perto, não foram eleitos, mas que aceitaram participar deste projeto”, ressaltou.

Sergio Hanich (PMDB) pediu que eles mantenham um estreito contato com a Câmara. “Tudo que vocês viram de bom aqui, que vocês passem para seus colegas. Se viram coisas de errado, vocês também podem trazer a nós, para que possamos arrumar. Não deixem parar esse trabalho”, cobrou. A presidente da Casa, Patricia Beck, destacou que o projeto tem conseguido atingir seus objetivos. “É através da educação que tomamos consciência dos nossos direitos e dos nossos deveres. Através da política conseguimos conciliar as duas coisas. Quem sabe conseguimos ser uma cidade exemplo. Hoje, vocês passam a ser vereadores, mas também fiscalizadores dos parlamentares que trabalham aqui. Vocês podem dividir com familiares e alunos o que é o Legislativo. Esta Casa é de vocês. É do povo para o povo”, concluiu.

Projeto Vereador Mirim

O Vereador Mirim foi instituído por meio do Decreto Legislativo nº 5/2017, proposto pela Mesa Diretora e aprovado por unanimidade pelos demais vereadores. Inicialmente, turmas das escolas envolvidas participaram de palestras na Câmara, conhecendo o Palácio Cinco de Abril e aprendendo sobre atribuições e deveres dos parlamentares. Em seguida, material pedagógico elaborado por uma comissão de apoio formada por servidores da Casa foi trabalhado em sala de aula, culminando na eleição dos vereadores mirins. Cada escola teve autonomia para definir seu processo eleitoral e eleger seus dois representantes.

Agora diplomados, os vereadores mirins serão instruídos pelos professores por meio de um novo material pedagógico, dessa vez voltado para a elaboração de projetos, requerimentos, indicações e pedidos de providências. Os estudantes participarão de uma nova sessão no final de novembro, quando poderão apresentar suas matérias legislativas.

 

Os 14 vereadores mirins

Ágatha Schaiane Pinto – EMEF Arnaldo Grin

Ariane Cristina Pedroso – EMEF Nilo Peçanha

Bernardo Gabriel Flores – EMEF Nilo Peçanha

Fernanda Martins Mattos – EMEF Senador Salgado Filho

Gabriel Spohn Klauck – EMEF Presidente João Goulart

Gustavo Sperafico – EMEF Adolfina J. M. Diefenthäler

Isabelle Cleci Blum Schmitz – EMEF Adolfina J. M. Diefenthäler

Jhonata Pereira Siqueira – EMEF Arnaldo Grin

Julia Marques – EMEF Elvira Brandi Grin

Hosana Embarach Garske – EMEF Presidente João Goulart

Midiã de Almeida Machado – EMEF Boa Saúde

Paula Roberta Moraes Janitzch – EMEF Senador Salgado Filho

Renata Carlin Arnold – EMEF Boa Saúde

Vlademir Maciel da Silva – EMEF Elvira Brandi Grin

 

Suplentes

Gabriele dos Santos Lopes – EMEF Arnaldo Grin

Kethlyn Fernanda Ferraz Pontes – EMEF Boa Saúde

Luiza Caroline Pereira – EMEF Elvira Brandi Grin

Mayara Passos de Oliveira – EMEF Adolfina J. M. Diefenthäler

Milena Quevedo Peres – EMEF Presidente João Goulart

Sheron Amanda Silva dos Santos – EMEF Senador Salgado Filho