28/07/2021 - Gustavo Finck apresenta moção enaltecendo a implementação da carteira de identificação da pessoa com autismo

por Daniele Silva última modificação 28/07/2021 14h49
28/07/2021 - Gustavo Finck apresenta moção enaltecendo a implementação da carteira de identificação da pessoa com autismo

Foto: Maíra Kiefer/CMNH

O vereador Gustavo Finck (PP) é autor da moção nº 69/2021, que destaca o afinco do deputado estadual e presidente da Frente Parlamentar pela Real Inclusão no Ambiente Escolar, Issur Koch (PP), pela implementação da carteira de identificação da pessoa com transtorno do espectro autista (Ciptea) do Rio Grande do Sul.

A carteira apresenta, além dos dados exigidos pela Lei Federal 13.977/2020, a impressão de um QR Code, que permitirá acessar informações adicionais, e conterá geolocalização, desenvolvido e confeccionado pela Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para PcD e PcAH no Rio Grande do Sul (Faders). “Este documento ajudará na definição de políticas públicas para as pessoas com transtorno do espectro autista é uma vitória e uma conquista da inclusão”, destaca o vereador progressista.

Finck também elaborou a moção de aplauso nº 70/2021, ao Governo do Estado do Rio Grande do Sul, pelo lançamento dos primeiros centros de referência em transtorno do espectro do autismo (CRM), do edital para implantação de centros nas demais regiões e das carteiras de identificação da pessoa com transtorno do espectro autista.

Os três primeiros centros de referência macrorregionais em transtorno do espectro autista (TEA), terão sede em Cachoeira do Sul, Pelotas e Santa Rosa. O programa TEAcolhe prevê edital para implementação de outros quatro centros macrorregionais e trinta centros regionais, atuando no fortalecimento e qualificação das redes de atenção às pessoas com TEA e suas famílias, em todo o Rio Grande do Sul.

“São importantes avanços para o reconhecimento, respeito e acolhimento da pessoa com transtorno do espectro autista. Essas iniciativas são fundamentais para o desenvolvimento pessoal e a inclusão social”, finaliza o vereador.

* Texto elaborado pela assessoria de gabinete do vereador Gustavo Finck.