12/03/2021 - Presidente Raizer protocola manifesto de repúdio à criação do auxílio-saúde

por Tatiane Souza última modificação 12/03/2021 16h28
12/03/2021 - Presidente Raizer protocola manifesto de repúdio à criação do auxílio-saúde

Foto: Tatiane Lopes/CMNH

Após a notícia sobre a criação do auxílio-saúde para o Poder Judiciário, bem como para o Ministério Público e a Defensoria Pública do estado do Rio Grande do Sul, o presidente da Câmara Municipal, vereador Raizer Ferreira (PSDB), protocolou nesta semana uma moção de manifestação de repúdio à medida.

Segundo o vereador, o auxílio representa um privilégio para uma classe muito específica. "Ela ajuda a compor a renda de quem já tem uma ótima remuneração garantida e aumenta o abismo social que existe no estado", explica Raizer. Na justificativa da matéria, o presidente também relata que as instituições públicas e privadas vêm apontando diversos pedidos de apoio devido ao esgotamento da capacidade hospitalar estadual, às ameaças à economia e ao aumento do desemprego.

Sobre a proposta em questão, ela prevê que magistrados e servidores dos órgãos poderão ter ressarcidos os gastos comprovados com plano médico, hospitalar, psicológico ou odontológico, podendo chegar, em alguns casos, ao valor de R$ 3,5 mil. A medida foi publicada nos diários oficiais de cada órgão na última terça-feira, 9.

* Texto de Bruna Bernardo, assessora do Gabinete de Apoio da Presidência.

registrado em: