Título Mulher Cidadã de Novo Hamburgo é entregue em sessão solene

por Jaime Freitas última modificação 09/03/2018 09h51
08/03/2018 - A Câmara Municipal de Novo Hamburgo realizou na noite desta quinta-feira, 8 de março, a solenidade de entrega do “Título Mulher Cidadã de Novo Hamburgo”. A homenagem, proposta por meio do Requerimento n° 125/2018, de autoria da Mesa Diretora, reconhece a atuação de 14 homenageadas, indicadas por cada um dos vereadores eleitos.

Durante o uso da palavra, na abertura da solenidade, o presidente da Casa ressaltou a importância em realizar a homenagem às mulheres de Novo Hamburgo. “Hoje, estamos felizes e honrados com a presença de vocês. Quando voltamos os olhos para as mulheres nesta data reconhecida mundialmente, temos a satisfação de ver aqui o belo currículo de cada uma de nossas homenageadas, de como elas são importantes para o município. Cada uma traz uma história de vida magnífica, um exemplo para todos nós”, afirmou Felipe Kuhn Braun.

“Neste dia tão especial, quero agradecer primeiramente à minha mulher, Carmem Coller, por termos construído juntos uma linda família. E à minha homenageada, Bibiane Rossi, agradeço por todo trabalho que desenvolve em prol da nossa comunidade”, disse Cristiano Coller. “Quero aproveitar o momento para agradecer a homenagem e aos parceiros da comunidade do bairro Santo Afonso que ajudam no trabalho que lá desenvolvemos”, falou Bibiane Rossi.

“Saúdo as mulheres, neste dia de reflexão sobre a atual situação de vocês em nossa sociedade, mas também um dia de homenageá-las. Vejo esta Casa lotada, porque realmente as mulheres fazem a diferença em Novo Hamburgo. Em especial, dedico esta deferência à médica Rejiane Cunha, que, iniciou suas atividades profissionais em nossa cidade na UBS do bairro Boa Saúde, em 2015. Lá com outros profissionais da saúde, trabalha em prol de um atendimento com mais qualidade”, declarou Enio Brizola. “Agradeço a todos os que aqui se fazem presentes. A profissão médica não é a das mais fáceis, pois requer muita atenção e cuidado com o próximo. Agradeço muito a minha mãe, por tudo que ela fez por mim, pois sempre me apoiou em todos os momentos de minha vida”, disse a homenageada Rejiane Cunha.

“Hoje temos quatorze mulheres escolhidas pelos vereadores, e tenho a certeza da dificuldade que foi essa escolha, pois o município está cheio de representantes merecedoras desta linda homenagem. Maria Teresa Fehse, é uma alegria tê-la aqui conosco. Falar do teu trabalho é lembrar da grande missão de alguém que sabe olhar o próximo. Das pessoas que ouvi falar em ti, antes mesmo de conhecê-la, foi possível reconhecer uma mulher que sabia ser doce e forte ao mesmo tempo. Essa forma ímpar de tratar as pessoas marcou muitos com um amor tão grande, não só pelos da família, como a todos que a cercaram”, descreveu Felipe Kuhn Braun. “Acho muita bondade nas palavras do Felipe. Tudo que fiz foi com o apoio de muitos ao meu lado. Não fazemos nada sozinhos. Estamos no mundo também para ajudar aqueles que precisam. Acredito naquele provérbio que diz que ‘quem não vive para servir não serve para viver’. Acredito que todos temos uma missão nessa existência terrena. Obrigado por essa linda homenagem”, enalteceu a homenageada Maria Fehse.

“Falar da dona Bambina (Maria Bambina Hasche) é muito simples. Pessoa conhecida no bairro Canudos, que aos 79 anos desenvolve trabalho voluntário, auxiliando doentes e pessoas carentes da nossa região. Mãe de sete filhos, tem participação ativa como ministra da Igreja São José Operário, onde coordena grupo de família e atua como sócia no apostolado da oração”, descreveu Fernando Lourenço.

“Falar da Mari (Marines Rostirolla Mombach), que trabalhou muitos anos na UPS de Canudos, é falar de uma pessoa dedicada ao próximo, que usa, se preciso, dos próprios recursos para ajudar a quem precisa”, disse Gabriel Chassot. “Acredito que os melhores presentes da vida é Deus quem nos dá. Com a força que recebo de Dele consigo estender a mão ao próximo. As dificuldades que surgem enfrentamos com fé e dedicação, nunca deixando de olhar o outro com amor”, relata Marines Mombach.

“É lindo ver esta casa cheia de cidadãos e cidadãs em uma noite como essa. Sentimo-nos honrados por estarmos cercados por mulheres que fizeram e ainda fazem tantas obras sociais que trazem tantos impactos positivos à nossa comunidade. Quero deixar aqui todo o meu sentimento à minha homenageada, a médica Caroline Peter Scherer, pela capacidade técnica e humana em ajudar àqueles que precisam na área em que atua, a psiquiatria. O principal objetivo deste profissional da saúde mental é aliviar o sofrimento trazendo bem-estar psíquico aos seus pacientes. Sei que Caroline, além de excelente profissional, é uma grande alma humana, que vê seus pacientes além das técnicas aprendidas na cátedra”, disse Gerson Peteffi. “Não posso deixar de agradecer por esta linda homenagem que vocês, vereadores, nos prestam na data de hoje. Agradeço principalmente pela generosidade do Gerson, que me recebeu tão bem lá no Posto Primavera em meus primeiros momentos aqui na cidade e que tanto me ajudou nessa fase delicada”, reconheceu Caroline Scherer.

“A nossa indicada para a solenidade de hoje, Margit Schmidt Bortolini, é referência em generosidade no campo em que atua, a arquitetura. Desenvolveu gratuitamente diversos projetos arquitetônicos para pessoas de baixa renda, realizando o sonho de muitas famílias. Participou efetivamente do projeto de implantação da Central de Polícia de Novo Hamburgo, colaborando de forma gratuita com seus conhecimentos técnicos que garantiram a plena execução e realização da obra. Mais do que merecida esta homenagem, é obrigação nossa, como parlamentar, reconhecer os grandes préstimos desenvolvidos à cidade por estas mulheres que aqui se encontram” ressaltou Inspetor Luz. “A ideia da Central de Polícia de Novo Hamburgo foi um trabalho muito bonito de fazer. Ver sair do papel uma obra da importância que ela tem para a cidade é gratificante, como também foi gratificante trabalhar com o vereador Inspetor Luz nessa empreitada”, relatou Margit Bortolini.

“Não posso deixar de homenagear, além da minha convidada, Bernadete Rohr, todas as mulheres nesta data especial. É um dia sim de reflexão e de relembrar as lutas diárias, que todas nós enfrentamos. Em teu nome, Bernadete, parabenizo todas as mulheres e agradeço por todo esforço que fazes, há 10 anos, em dedicar-se com afinco e paixão ao trabalho voluntário no grupo de apoio à superação do câncer de mama Mãos Dadas”, disse Patricia Beck. “Quero dizer a vocês que tenho muito orgulho em ser a porta-voz das queridas e amadas mulheres do Mãos Dadas. Todas nós aqui estamos sendo homenageadas. Muito obrigada”, disse Bernadete Rohr

“Rejane (Rejane Terezinha Mendes da Rosa), agradeço por toda a tua dedicação em ajudar a manter informada a nossa sociedade, por meio do Jornal Canudos, que há 11 anos noticia os principais acontecimentos de Novo Hamburgo. Mãe de quatro filhos, é também um exemplo de empreendedorismo e dedicação”, enalteceu Nor Boeno.

“Todas aqui têm uma belíssima história, que, com certeza, foi e está sendo construída com carinho, atenção e dedicação em cada canto de Novo Hamburgo, em diferentes campos de apoio e de atividades. E aqui temos a minha homenageada, a Iris (Iris Schenkel Foscarini), uma mulher que há décadas desenvolve e dedica-se a trabalhos voluntários, atuando como parceira em diversas instituições, como a Associação dos Deficientes Visuais – Adevis, o Lar São Vicente, a Asbem e o Movimento Paz”, disse Professor Issur Koch. “Tenho certeza que cada uma das mulheres que aqui recebem na noite de hoje essa homenagem tem ao seu lado um exército de pessoas de bem, que as ajudam em suas tarefas. Aqui temos pessoas que sabem fazer a diferença em seus trabalhos, que lutam por uma sociedade mais justa, mais humana e solidária”, agradeceu Iris Foscarini.

“Temos de lembrar que ainda temos muito que evoluir como sociedade e data de hoje ajuda-nos a lembrar das imensas dificuldades e desigualdades que as mulheres ainda enfrentam. E cumprimento, neste dia tão especial em referência à mulher, as homenageadas que aqui representam todas as mulheres de Novo Hamburgo”, disse Raul Cassel. “Quero aproveitar este momento de homenagem para agradecer aos voluntários que nos ajudam nos trabalhos sociais que desenvolvemos. Sem eles, não teríamos como ajudar a tantos que precisam. Sem eles, nada faríamos”, reconheceu Eny Clery Körbes, homenageada pelo vereador Cassel.

“A Tatinha (Maeri Radaele Brandão), como é conhecida na Vila Diehl, faz um lindo trabalho com as crianças de lá. A ‘madrinha’, como é chamada carinhosamente por todos que a conhecem, enfrenta grandes desafios para manter o trabalho que desenvolve em apoio aos pequeninos. A homenagem de hoje é um singelo reconhecimento pela grande obra que a Tatinha mantém de pé”, disse Sergio Hanich. Maeri falou sobre o trabalho que desenvolve e disse contar também com a ajuda dos vereadores para prosseguir ajudando o próximo.

Após a solenidade de titulação das homenageadas, a prefeita Fátima Daudt fez uso da palavra na Tribuna. “Essa homenagem é muito justa às mulheres aqui presentes. Vejo nelas um brilho, uma luz que reflete bem aquilo que cada uma faz nos diferentes campos em que atuam. Este é um reconhecimento desta Casa Legislativa ao trabalho de cada uma de vocês, que ajudam a construir uma cidade melhor. No Dia Internacional da mulher, entendo as dificuldades que todas nós enfrentamos e do trabalho que temos para ocupar espaços na sociedade. Também parabenizo, neste dia, os homens que superam preconceitos e conseguem olhar as mulheres de maneira igualitária, como parceiras na construção de uma sociedade mais justa”, disse a prefeita Fátima.


Título Mulher Cidadã de Novo Hamburgo

A premiação está prevista pela Resolução nº 1/2018, elaborada pela Mesa Diretora com o intuito de atualizar o Decreto Legislativo nº 2/2015. Tanto a entrega do título quanto a Semana da Mulher no Legislativo já constavam nos Decretos Legislativos nº 8, de 5 de outubro de 2001, e nº 4, de 16 de agosto de 2002. Ao longo dos últimos anos, esse título, assim como o de Cidadão de Novo Hamburgo, tem sido uma das mais reconhecidas atividades promovidas pela Câmara. 

Ainda como parte da Semana da Mulher no Legislativo estão sendo expostas telas da artista plástica Ariadne Decker. Os quadros podem ser vistos pelo público no saguão da Câmara e no Plenário. 

Confira abaixo a lista de agraciadas e os parlamentares que as indicaram:  

- Andrea Márcia Korb Agostini (vereador Enfermeiro Vilmar – PDT)

Bernadete Rohr (vereadora Patricia Beck – PPS)

Bibiane Dias Rossi (vereador Cristiano Coller – Rede)

Caroline Peter Scherer (vereador Gerson Peteffi – PMDB)

Dilene Nunes Marczewski (vereador Vladi Lourenço – PP)

Eny Clery Körbes (vereador Raul Cassel – PMDB)

- Iris Schenkel Foscarini (vereador Professor Issur Koch – PP)

- Maeri Radaele Brandão (vereador Sergio Hanich – PMDB)

- Margit Schmidt Bortolini (vereador Inspetor Luz – PMDB)

Maria Bambina Hasche (vereador Fernando Lourenço – SD)

Maria Teresa Fehse (vereador Felipe Kuhn Braun – PDT)

Marines Rostirolla Mombach (vereador Gabriel Chassot – Rede)

Rejane Terezinha Mendes da Rosa (vereador Nor Boeno – PT)

Rejiane Trindade Cunha (vereador Enio Brizola – PT)


Confira breve currículo das homenageadas:

Andrea Márcia Korb Agostini

Natural de Novo Hamburgo, Andrea Márcia Korb Agostini se formou em Medicina, em Caxias do Sul, e se especializou em pediatria no Hospital Conceição, em Porto Alegre, com aperfeiçoamento feito no Rio de Janeiro. No início dos anos 90, retornou a Novo Hamburgo, local onde atua como pediatra concursada pela Prefeitura Municipal desde 1995. Foi precursora no atendimento a crianças com HIV. Integra o grupo de profissionais que idealizou e fundou a UTI neonatal do Hospital Municipal, da Emergência Pediátrica da Unimed Vale do Sinos, da Enfermaria Pediátrica SUS e da Emergência Pediátrica e UTI Neonatal do Hospital Regina. Atualmente, é médica autorizadora da Secretaria de Saúde de Novo Hamburgo e neonatologista da UTI Neonatal do Hospital Regina. Andrea é filha do ex-vereador e presidente da Câmara de Vereadores, Wilson Korb. Em 2018, foi homenageada pelo vereador Enfermeiro Vilmar (PDT).

**

Bernadete Rohr

Filha de um casal de origem alemã, oriundos de Morro Reuter e Picada Café, Bernadete Rohr viveu durante muito tempo na zona rural e depois foi com sua família para a cidade, mais precisamente entre os bairros São Jorge e Canudos, em Novo Hamburgo. Por 30 anos, trabalhou na prefeitura: 15 anos como diretora de creche, nos bairros Rondônia e Canudos, e 15 anos em setores administrativos, na área da saúde. Participou ativamente de grupo de jovens – CLJ e Emaús – catequizando crianças e adolescentes, além de cantar no Coral da Igreja São José Operário de Canudos. Apesar de momentos difíceis, como a perda de seu único filho logo após o nascimento, sempre devotou-se ao próximo.  Há 10 anos se dedica com afinco e paixão ao trabalho voluntário no grupo de apoio à superação do câncer de mama Mãos Dadas. Em 2018, foi homenageada pela vereadora Patricia Beck (PPS).

 **

Bibiane Dias Rossi

Pedagoga e especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional pela Feevale, Bibiane Dias Rossi foi presidente da Organização Mundial para a Educação Pré-Escolar (Omep). Em 2016, no comando da entidade, sugeriu a criação da Semana Municipal do Brincar em Novo Hamburgo. A proposta resultou na Lei Municipal n° 2.944, de 30 de junho de 2016. Eleita por duas vezes consecutivas, Bibiane dedica-se atualmente à direção da Escola Municipal de Ensino Fundamental Caldas Júnior, instituição na qual estudou quando era criança. Como educadora e cidadã, destaca-se pelo empenho junto à comunidade do bairro Santo Afonso, localidade em que vive desde a infância. Sua atuação na rede municipal de ensino teve início em 2008, quando foi chamada, por meio de concurso público, para lecionar na Escola Municipal de Ensino Infantil Chapeuzinho Vermelho, no bairro Canudos. Considera sua maior missão lutar por uma escola pública de qualidade, buscar parcerias e atendimento de excelência. Em 2018, foi homenageada pelo vereador Cristiano Coller (Rede).

 **

Caroline Peter Scherer

Graduada em Medicina pela Universidade de Caxias do Sul (UCS) e especializada em Psiquiatria pela Fundação Universitária Mário Martins (FUMM), Caroline Peter Scherer mudou-se para Novo Hamburgo em 2001, onde iniciou seu trabalho com a comunidade nos postos Santo Afonso e Primavera. Participou da criação e inauguração do CAPS-AD Novo Hamburgo, assumindo a função de coordenação do serviço. Esteve à frente da Emergência Psiquiátrica do Hospital Geral até 2010. Escreve artigos para o Jornal NH, contribuindo na divulgação e desmistificação do sofrimento psíquico. Caroline envolve-se também com trabalhos preventivos na área de psiquiatria na comunidade e em escolas, para quais é convidada a disseminar a sua experiência. Em 2018, foi indicada a Mulher Cidadã de Novo Hamburgo pelo vereador Gerson Peteffi (PMDB).

 **

 Dilene Nunes Marczewski

 Natural de Guarani das Missões, Dilene Nunes Marczewski começou a dedicar-se ao magistério em 1978, quando iniciou seu trabalho em uma escola do Mato Grosso do Sul. Após anos de intensa atuação na área, envolvendo-se inclusive em projetos de erradicação do trabalho infantil, de alfabetização de adultos (EJA) e auxílio de alunos na APAE, transferiu-se para Novo Hamburgo definitivamente em 2006 em virtude de tratamento de glaucoma irreversível. No Município, participou de cursos, voluntariado, como conselheira nas duas últimas gestões na Horta Comunitária Joana D’Angellis. Integra ainda a diretoria da associação de moradores do bairro Rondônia, na qual acolhe os profissionais e as pessoas que participam e procuram os projetos e serviços que são oferecidos na associação. Na área da saúde, desenvolve trabalho com terapia ocupacional com pessoas depressivas. Em 2018, foi homenageada pelo vereador Vladi Lourenço (PP).

**

Eny Clery Körbes

Eny Clery Körbes, conhecida como Dona Clery, é uma benfeitora da cidade de Novo Hamburgo que dedicou 48 anos da sua vida para o trabalho voluntário. Coordenou iniciativas do Cáritas, promovendo ações sociais e o desenvolvimento sustentável das comunidades carentes. Ajudou também a difundir campanhas de doações, ministrou palestras sobre economia doméstica e foi uma das fundadoras do Santuário das Mães. Com forte atuação ao lado do seu marido, o ex-vice prefeito Victor Nicolau Körbes, realizou grandes ações voltadas para o público jovem. A homenageada foi indicada Mulher Cidadã de 2018 pelo vereador Raul Cassel (PMDB).

**

Iris Schenkel Foscarini

Por 34 anos, Iris Schenkel Foscarini trabalhou na Prefeitura de Novo Hamburgo, exercendo as suas atividades nas secretarias da Fazenda, Planejamento e Saúde. Publicitária de formação, foi primeira-dama de Novo Hamburgo, quando o seu marido Jair Henrique Foscarini esteve à frente da Prefeitura do Município, entre os anos de 2005 e 2008. Nesse período, Iris realizou um trabalho voltado para coibir a violência doméstica, capacitando profissionais para trabalharem em defesa da mulher, da criança e do adolescente, incluindo, posteriormente, a terceira idade, que também é vítima de maus-tratos. Há décadas desenvolve e dedica-se a trabalhos voluntários, atuando como parceira em diversas instituições, entre elas, a Associação dos Deficientes Visuais – Adevis e Lar São Vicente. Atualmente, envolve-se em ações da Associação do Bem Estar da Criança e do Adolescente (Asbem) e do Movimento Paz. Em 2018, foi homenageada pelo vereador Issur Koch (PP).

**

Maeri Radaele Brandão

Maeri Radaele Brandão desenvolve atividades de caridade, sendo madrinha da ONG Anjo das Crianças, que promove ações, festas e luta por melhorias no bairro Vila Diehl. Sua residência virou uma espécie de centro de distribuição de doações de roupas, calçados, cobertores, alimentos e material escolar. Natural de Encantado, sempre trabalhou como cozinheira, no início, nos restaurantes de propriedade do pai, com quem veio para Novo Hamburgo. Há 24 anos está no restaurante São José, no bairro de mesmo nome, onde realiza diariamente distribuição de almoço a pessoas carentes. Em 2018, a homenageada foi indicada pelo vereador Sergio Hanich (PMDB).

 **

Margit Schmidt Bortolini

Arquiteta formada pela Unisinos, Margit Schmidt Bortolini atuou ao longo da sua carreira profissional praticando o que ela considera arquitetura social. Desenvolveu gratuitamente diversos projetos arquitetônicos para pessoas de baixa renda, realizando o sonho de muitas famílias. Participou efetivamente do projeto de implantação da Delegacia de Polícia, localizada em frente à Praça da Bandeira, colaborando de forma gratuita com seus conhecimentos técnicos que garantiram a plena execução e realização da obra. Aposentada, está diretamente envolvida com ONGs e pessoas que lutam pelos direitos e pela proteção dos animais. Em 2018, foi homenageada pelo vereador Inspetor Luz (PMDB).

**

Maria Bambina Hasche

Aos 79 anos, Maria Bambina Hasche desenvolve trabalho voluntário, auxiliando doentes e pessoas carentes do bairro Canudos. Natural de Santa Cruz do Sul, escolheu Novo Hamburgo como sua cidade há 50 anos. Nesse período, trabalhou na indústria calçadista e no Centro de Especialidades Médicas (Semsas), local no qual se aposentou. Mãe de sete filhos, tem participação ativa como ministra da Igreja São José Operário, acompanha cerimoniais de enterro, coordena grupo de família e atua como sócia no apostolado da oração. Em 2008, o vereador Fernando Lourenço (SD) a escolheu como Mulher Cidadã de Novo Hamburgo.

**

Maria Teresa Fehse

Professora de educação física e diretora, Maria Teresa Fehse atuou no Wolfram Metzler e na Instituição Evangélica. Sua carreira no magistério somou 30 anos. Na Liga Feminina de Combate ao Câncer, desenvolve trabalho voluntário e, mesmo aposentada, atua como colaboradora em outras causas sociais. Torcedora do Esporte Clube Novo Hamburgo (ECNH), foi fundadora da Confraria Feminina do clube. Faz parte também das mulheres rotarianas, envolvida em projetos de auxílio ao próximo por meio da Casa da Amizade, grupo vinculado ao Rotary. Além de trabalhar na área de ensino, atuou profissionalmente na Campani Cia LTDA, empresa do setor coureiro-calçadista, na qual auxiliou seu pai e, posteriormente, seu marido na parte administrativa. No comércio, foi proprietária da Biju Bazar, uma das mais tradicionais lojas de bijuterias da cidade, localizada em frente às bancas. Em 2018, foi homenageada pelo vereador Felipe Kuhn Braun (PDT).

 **

Marines Rostirolla Mombach

Marines Rostirolla Mombach auxiliou seus pais na agricultura até os 18 anos. Após mudou-se para a cidade de Novo Hamburgo, onde se dedicou a sua família, filho e à comunidade. É técnica em enfermagem aposentada. No período em que trabalhou na área da saúde, atuou em postos, nos quais, por vezes, utilizava seu próprio veículo para transportar pacientes devido a falta de ambulâncias. Ativa, participante e voluntária em eventos para a comunidade, ajudou muitas crianças na alfabetização e realizou trabalhos profissionalizantes no Centro do Bem Estar do Menor, no qual trabalhou por seis anos. Em 2018, foi indicada Mulher Cidadã pelo vereador Gabriel Chassot (Rede).

**

Rejane Terezinha Mendes da Rosa

Rejane Terezinha Mendes da Rosa, natural de Rolante, atua como diretora administrativa do Jornal Canudos desde 2009. Ao lado do marido João Valderi, é responsável pela publicação do periódico, que há 11 anos noticia os principais acontecimentos de Novo Hamburgo. Microempresária e mãe de quatro filhos, é um exemplo de empreendedorismo e dedicação. Por meio de sugestão de Nor Boeno (PT), a homenageada receberá o Título Mulher Cidadã de Novo Hamburgo em 2018.

 **

Rejiane Trindade Cunha

Médica formada em 2009 pela Universidade Nacional de Córdoba, na Argentina, Rejiane Trindade Cunha realizou, durante sua trajetória acadêmica, uma série de trabalhos comunitários em bairros da periferia da cidade em que viveu na época da faculdade. Ao longo de sua formação, participou de cátedras de medicina preventiva e de saúde mental. Iniciou sua atuação em Novo Hamburgo na UBS do bairro Boa Saúde em março de 2015. Desde então, participa de grupos da mulher – no qual é tratada a importância da realização de exames e mamografia –, de gestantes – o qual enfoca a relevância do pré-natal –, e saúde do homem. As atividades são desenvolvidas com outros profissionais juntamente a agentes comunitários da saúde em prol de um atendimento com mais qualidade. Em 2018, foi homenageada pelo vereador Enio Brizola (PT)