Raizer Ferreira presidirá associação de vereadores da região metropolitana

por Luís Francisco Caselani última modificação 23/07/2021 20h16
15/07/2021 – A Câmara de Novo Hamburgo sediou nesta quinta-feira, 15, o segundo encontro da Associação Parlamentar da Região Metropolitana. O grupo oportuniza a participação de vereadores dos diferentes municípios na discussão de demandas em comum e a resolução coletiva de problemas. A reunião desta quinta contou com representantes de dez cidades e ampliou debates sobre a construção de um hospital regional federal e a luta contra a instalação de novas praças de pedágio nas rodovias estaduais. O encontro também definiu a escolha da mesa diretora da instituição, que será presidida pelo chefe do Legislativo hamburguense, Raizer Ferreira (PSDB).
Raizer Ferreira presidirá associação de vereadores da região metropolitana

Fotos: Moris Musskopf/CMNH

Principal responsável pela criação da entidade, Raizer iniciou a articulação das primeiras reuniões a fim de possibilitar o compartilhamento de conhecimento e experiência entre as câmaras, viabilizar a aplicação de políticas públicas integradas e criar um ambiente propício para a discussão de assuntos pertinentes a toda a região. “Queremos idealizar e replicar ações em diferentes municípios com impacto direto para os cidadãos. A partir da força de um parlamento regional, poderemos contribuir e ajudar uns aos outros”, destacou o vereador. A mesa diretora é composta ainda por presidentes de câmaras de outras três cidades. A parlamentar Fernanda Fernandes, de Esteio, será a vice-presidente da associação. João Dilkin, de Estância Velha, ocupará a primeira secretaria, e Juliano Peres, de Nova Hartz, será o segundo-secretário.

Também participaram da reunião os presidentes das câmaras de Araricá, Jordana de Lima; de Campo Bom, Alexandre Hoffmeister; de Canoas, Márcio Freitas; de Ivoti, Marli Gehm; e de Sapiranga, Leandro da Costa. O Legislativo de Guaíba foi representado pela primeira-secretária Letícia Maidana. Oseias Oliveira, vice-presidente da Câmara de Nova Hartz, e Mari Dapper, segunda-secretária em Araricá, também acompanharam as comitivas de suas cidades. Os anfitriões Darlan Oliveira (PDT), Enio Brizola (PT), Ito Luciano (PTB) e Ricardo Ritter (PSDB) completaram o quórum.

A próxima reunião está agendada para o dia 5 de agosto, quinta-feira, no plenário da Câmara de Esteio. A agora vice-presidente da associação, Fernanda Fernandes, comemorou o aumento no número de participantes. “É importante essa iniciativa para trocarmos experiências e nos engajarmos em pautas regionais, que são muitas. Precisamos cada vez mais contar com esses fóruns intermunicipais”, frisou a vereadora.

Hospital regional

Uma das principais pautas abordadas na atividade foi trazida por Leandro da Costa. O parlamentar defende a criação de um hospital regional federal. “Essa é uma pauta antiga e cada vez mais necessária. Hoje, concentra-se em Canoas e Porto Alegre a maioria das nossas referências. Há pessoas esperando por uma consulta há dois ou três anos. Precisamos nos empenhar para reduzir esse tempo de espera. A ideia inicial é construir um hospital novo que atenda as especialidades de que a região mais carece”, explicou o parlamentar.

Costa revelou que, em sondagem com representantes gaúchos no Congresso Nacional, recebeu a informação de que a construção de hospitais não é a primeira opção do Governo Federal para solucionar os gargalos na área da saúde. Enio Brizola não descartou a possibilidade e lembrou que em Palmeira das Missões está em obras um hospital, com previsão de nove blocos e investimentos totalizando R$ 166 milhões. “Posicionamentos podem ser mudados por mobilizações. Não entendo como ainda não temos um na região”, lamentou o vereador hamburguense.

Alexandre Hoffmeister sugeriu a criação de uma comitiva para reunir informações junto ao município do Norte gaúcho para a elaboração de um projeto mais concreto. Ito Luciano propôs que os vereadores pleiteiem apoio junto aos deputados federais de suas bancadas. “Eles têm que se responsabilizar e buscar recursos. Se tivermos o apoio da bancada gaúcha no Congresso, pode ter certeza que sai do papel”, projetou.

Hoffmeister também manifestou sua preocupação com a concessão de rodovias estaduais à iniciativa privada. “Temos que nos mobilizar. O povo da região não aguenta mais pagar pedágio. A ERS-239, por exemplo, não recebe investimentos condizentes com os valores que arrecada”, aponta o presidente do Legislativo campo-bonense. “E as praças de pedágio que mais enchem os olhos da iniciativa privada estão justamente na região metropolitana”, emendou Fernanda.

Escola do Legislativo

Outro assunto abordado durante a reunião foi conduzido pela diretora da Escola do Legislativo de Novo Hamburgo, Maria Carolina Hagen. A servidora destacou a função educativa que permeia a atuação das câmaras municipais e colocou-se à disposição para fortalecer iniciativas semelhantes nos parlamentos vizinhos. “As escolas legislativas trazem uma possibilidade de potencializar esse papel educativo, mas as próprias câmaras podem atender a essa função de maneira mais direta com a produção de materiais e a promoção de discussões”, salientou.

Presente à reunião, a diretora de Relações Internacionais e Institucionais da Universidade Feevale, Paula Cundari, enalteceu a criação da Associação Parlamentar. Em nome do reitor Cleber Prodanov, a professora pontuou a necessidade de retomada social e econômica dos municípios após a pandemia e destacou o interesse da instituição de fazer parte desse processo. “Esta é uma iniciativa brilhante e queremos apoiá-los”, enfatizou Paula.