Projeto sugere que hamburguenses tenham acesso a equoterapia pelo SUS

por Jaime Freitas última modificação 28/06/2021 20h54
28/06/2021 – Tramita desde 2019 na Câmara dos Deputados projeto de lei que obriga o Sistema Único de Saúde (SUS) a fornecer equoterapia, método de reabilitação que utiliza a interação com o cavalo para o desenvolvimento biopsicossocial da pessoa com deficiência. Enquanto a matéria não é apreciada em âmbito federal, a vereadora Lourdes Valim (Republicanos) propõe antecipar a disponibilização gratuita do recurso terapêutico no sistema público de saúde de Novo Hamburgo. Sob forma de projeto de sugestão, a ideia foi aprovada por unanimidade pela Câmara nesta segunda-feira, 28, e será encaminhada para análise da prefeita Fátima Daudt.
Projeto sugere que hamburguenses tenham acesso a equoterapia pelo SUS

Foto: Maíra Kiefer/CMNH

O Projeto de Sugestão nº 3/2021 defende a criação de programa de tratamento por equoterapia para pacientes do SUS com deficiências físicas ou mentais, distúrbios comportamentais ou sequelas decorrentes de acidentes de trânsito, problemas cardíacos ou infecção pela Covid-19. A vereadora salienta que o Município já oferece o método de reabilitação para crianças. “Mas é importante que seja utilizado também por idosos e adultos que necessitem do tratamento. Não é um público-alvo muito numeroso, mas a terapia é relevante para a melhora da qualidade de vida e recuperação desses cidadãos”, defende Lourdes Valim.

Para garantir a oferta da atividade, a Prefeitura poderá, de acordo com a proposta, celebrar parcerias e convênios com instituições especializadas. A equoterapia é reconhecida como uma técnica de reabilitação pelo Conselho Federal de Medicina desde 1997. “A equoterapia possibilita o desenvolvimento global, o ajustamento pessoal e a independência. O cavalo surge no âmbito terapêutico, proporcionando melhoras físicas, emocionais, sociais e educacionais. O simples fato de poder estar junto à natureza, inspirando ar puro, com liberdade, sentindo o calor do animal e suas passadas harmoniosas, transmite sensações ao praticante nunca antes experimentadas”, explica a vereadora.

 

Projeto de sugestão

O expediente é utilizado para a indicação de matérias sobre conteúdos de iniciativa exclusiva da prefeita, abrindo discussão sobre todas as proposições encaminhadas pelos parlamentares, visto o interesse público das medidas. Após protocolado, o projeto é incluído na pauta da sessão seguinte, mediante requerimento, seguindo imediatamente para votação única durante a Ordem do Dia.

registrado em: