Projeto leva música a pessoas em situação de vulnerabilidade

por Daniele Silva última modificação 14/10/2019 21h13
14/10/2019 – A Escola do Violão Charles Daniel, com sede no Calçadão Osvaldo Cruz, desenvolveu um projeto com crianças de diferentes idades, estabelecendo um roteiro de apresentações pela região. A experiência Presença de Palco Solidário reúne voz e violão em espetáculos realizados especialmente em casas de saúde, unidades socioassistenciais, lares de idosos e em ruas da cidade nas quais as pessoas em situação de vulnerabilidade procuram refúgio. A convite da vereadora Patricia Beck (PP), o professor Charles Daniel Silva compareceu com sua turma de jovens talentos à sessão da Câmara desta segunda-feira, 14. O músico explicou os objetivos da iniciativa e os resultados já alcançados com as ações.
Projeto leva música a pessoas em situação de vulnerabilidade

Foto: Maíra Kiefer/CMNH

Charles contou que o projeto existe desde 2015, não tem recursos públicos, e é uma iniciativa comunitária que visa estimular crianças e jovens a promover boas ações, levando carinho por meio da música àqueles mais vulneráveis. “Na ação solidária, são 16 crianças de nove a 14 anos preparadas musicalmente para levar esse conforto a quem precisa. Além das diversas entidades, neste ano o grupo promoveu ação voltada às pessoas em situação de rua. Nossos parceiros fizeram um sopão, arrecadamos roupas e cobertores e os pequenos levaram um pouco de cultura. Dava para ver o sorriso de gratidão no rosto de cada um deles por esse pequeno gesto.” O Presença de Palco oferece ensino de música a partir dos seis anos em Novo Hamburgo, Estância Velha e Campo Bom.

A coordenadora Fabiana Pons convidou a todos a participarem do espetáculo realizado pela escola, que já vai para sua quinta edição. O evento acontecerá no dia 29 de novembro, às 20 horas, na sede do Ministério Batista Cristo é Vida, localizado no bairro São Jorge.

Após as falas, com tradução em Libras das intérpretes Fabiana e Maria Eduarda Rodrigues, os jovens apresentaram as canções “O Caipira”, “Majestade o Sabiá” e ‘Menino da Porteira”, clássicas do cancioneiro sertanejo.

A vereadora Patrícia Beck ressaltou o trabalho desenvolvido e a possibilidade de despertar sentimentos de amor e solidariedade ao próximo. Felipe Kuhn Braun (PDT) elogiou a apresentação e convidou a comunidade para prestigiar a atividade que será promovida pelo projeto. A vereadora Tita enalteceu o carinho com que o professor e demais participantes lidam com as crianças e jovens. Para o presidente Raul Cassel (MDB), os educadores fazem a diferença na sociedade.