Presidente participa da abertura da 6ª Conferência Municipal da Pessoa Idosa

por Tatiane Souza última modificação 27/11/2018 10h56
27/11/2018 – O presidente do Legislativo hamburguense, Felipe Kuhn Braun (PDT), participou da abertura da 6ª Conferência Municipal da Pessoa Idosa: Os Desafios de Envelhecer no Século XXI, realizada na manhã desta terça-feira, 27, no Salão de Atos do Prédio Lilás, na Universidade Feevale. O evento, que acontece até as 17h, é promovido pela Coordenadoria de Políticas Públicas para as Pessoas Idosas, vinculada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS), e contou com a presença de diversas autoridades, dentre elas a prefeita Fátima Daudt.
Presidente participa da abertura da 6ª Conferência Municipal da Pessoa Idosa

Foto: Tatiane Lopes/CMNH

De acordo com a presidente do Conselho Municipal dos Direitos e Cidadania do Idoso (CMDCI), Glacira Eli da Silva, o momento é importante para debateriniciativas e formas de ampliar os direitos para a terceira idade. “Buscaremos políticas públicas e propostas para que as novas gerações tenham mais qualidade de vida. Estamos vivendo mais: a expectativa de vida do Brasil nos anos 2050 será de 81 anos”, apontou Glacira durante a abertura da solenidade. 

A conferência será dividida em quatro eixos temáticos: direitos fundamentais na construção/efetivação das políticas públicas, nos subeixos saúde, assistência social, previdência, moradia, transporte, cultura, esporte e lazer; educação, assegurando direitos e emancipação humana; enfrentamento da violação dos direitos humanos da pessoa idosa; e os conselhos de direito – seu papel na efetivação do controle social na geração e implementação das políticas públicas.

O presidente da Câmara contou que, em 1824, quando chegaram os primeiros imigrantes alemães, a expectativa de vida era de 45 anos. “Quando alguém falecia com 58 anos, diziam que morreu de velho. Hoje, estamos vivendo mais e melhor. A longevidade da população aumentou muito pela evolução da medicina e pela forma de alimentação. Mas sabemos que outros países estão mais avançados pela estrutura maior e melhor que têm em relação ao atendimento aos idosos”, ressaltou Felipe. O vereador destacou ainda que o evento irá debater e apontar melhorias, mas que caberá aos agentes públicos propor ações para melhorar o atendimento e dar mais amparo à terceira idade. 

O coordenador de Políticas Públicas para as Pessoas Idosas, Telmo Silva, com 82 anos, falou que sua geração já está chegando aos 80 anos e que o objetivo agora é buscar os 100 com qualidade de vida. “Nós somos uma força viva no Brasil”, disse Silva, empolgando os presentes.

O secretário de Desenvolvimento Social, Roberto Daniel Bota, e Magali Pilz Monteiro da Silva, representando a Universidade Feevale, também prestigiaram o debate. A 6ª Conferência elegerá oito delegados (quatro governamentais e quatro da sociedade civil) para representar Novo Hamburgo na nível estadual da conferência em 2019.

registrado em: