Novo Hamburgo sedia primeiro encontro da Associação Parlamentar da Região Metropolitana

por Daniele Silva última modificação 24/06/2021 14h55
24/06/2021 – O Legislativo hamburguense sediou, na manhã desta quinta-feira, 24, o primeiro encontro da Associação Parlamentar da Região Metropolitana. A ideia, formatada pelo presidente Raizer Ferreira (PSDB), é unir vereadores dos municípios próximos para debater pautas comuns. O grupo tem por objetivo compartilhar conhecimento e experiências entre as câmaras, viabilizar a aplicação de políticas públicas integradas e uma maior efetividade em projetos de lei de iniciativa legislativa.
Novo Hamburgo sedia primeiro encontro da Associação Parlamentar da Região Metropolitana

Foto: Daniele Souza/CMNH

Ao todo foram convidados presidentes das câmaras de 14 municípios. Estiveram presentes Alexandre Hoffmeister (PP), de Campo Bom, Juliano Borges Peres (PP), de Nova Hartz, João Gabriel Dilkin (PSDB), de Estância Velha, Fernanda Fernandes (PP), de Esteio, e Leandro Costa (PP), de Sapiranga.

Raizer ressaltou a união entre os parlamentos como forma de dar mais visibilidade às ações promovidas pelas casas legislativas e para fortalecer a luta por demandas comuns junto aos governos estadual e federal. “Existem muitas demandas que ultrapassam os limites municipais. Aí pensamos o que poderia ser feito para aproximar aqueles que buscam melhorias diariamente em suas cidades?”, indagou o presidente.

Vereador de primeiro mandato, o enfermeiro Leandro Costa relatou sobre a mobilização pela construção de um hospital regional federal, que possa atender pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Sapiranga deverá sediar encontro para discutir o tema no dia 7 de julho. Juliano Borges levantou a necessidade de mais segurança junto às margens da ERS-239. “Temos que aproveitar essas discussões sobre pedagiamento das estradas para pedir melhorias no local. Toda semana há grande quantidade de acidentes na rodovia, muitos com vítimas fatais”, pontuou.

Fernanda, que já participou de reuniões do Parlamento Metropolitano – criado na legislatura passada e encabeçado pela Câmara da Capital, sugeriu a assinatura de um convênio entre os órgãos participantes para que a entidade tenha autonomia e ser torne um espaço de discussões permanente, independentemente de quem estiver à frente de cada legislativo. “Nós vereadores somos a maior classe política do país. Somos os legítimos representantes do povo e precisamos nos fazer ouvir”, enfatizou Hoffmeister.

Dentre os encaminhamentos, Raizer citou a mobilização para adesão de mais municípios da região e também a redação de um estatuto e possíveis encaminhamentos jurídicos da entidade. O próximo encontro está agendado para 15 de julho, também em Novo Hamburgo.

registrado em: