Legislativo presta homenagem em sessão solene aos 35 anos da Liga Feminina de Combate ao Câncer

por Tatiane Souza última modificação 26/09/2019 21h11
26/09/2019 – Os 35 anos da Liga Feminina de Combate ao Câncer de Novo Hamburgo foram homenageados na noite desta quinta-feira, 26, na Câmara Municipal, por meio do Requerimento de nº 111, de autoria do vereador Felipe Kuhn Braun (PDT). A entidade usa a conscientização da prevenção como sua principal ferramenta. "Esta causa é uma permanente e perfeita parceria entre quem busca auxílio e os colaboradores. Nossas ações só são possíveis pela sensibilidade, garra, amor, desprendimento, força e união que deixam claro e transparente o trabalho que a Liga desenvolve na comunidade de Novo Hamburgo. Somos mais que uma entidade. Somos uma filosofia de vida”, destacou a presidente Maria Regina Strack Dau.
Legislativo presta homenagem em sessão solene aos 35 anos da Liga Feminina de Combate ao Câncer

Foto: Maíra Kiefer

Também prestigiaram a solenidade a 1ª vice-presidente, Marinês Zardin Fagundes, e a 2ª vice-presidente, Verginia Maria Engel. Ocuparam a tribuna de honra Carmen Haag e Ana Elisa Lipp Gehrke, do conselho fiscal, Teonísia Reichert, administradora da Liga, e o presidente da Câmara de Campo Bom, Paulo Tigre. O vereador Raul Cassel (MDB), presidente da Casa, gravou um vídeo em homenagem à entidade. “Deve ter o reconhecimento de toda a comunidade de Novo Hamburgo pelo gigantesco trabalho que desenvolve”, disse, justificando a ausência no evento. Gerson Peteffi (MDB), vice-presidente do Legislativo hamburguense, Patricia Beck (PP), Semilda dos Santos – Tita (PP) e Ésio Muller (MDB) também estavam presentes, além de diversas voluntárias da entidade.

O início da sessão foi marcado por um vídeo institucional contando a história da Liga Feminina de Combate ao Câncer de Novo Hamburgo ao longo dessas três décadas e meia. Após, o Coral da Liga, sob a regência de Angela Kuchle, apresentou a música “Certos Amigos” e o Hino da entidade. O coral é composto por 20 coralistas, entre pacientes e voluntárias. 

Da tribuna, Felipe Kuhn Braun, o proponente da homenagem, ressaltou que a vida é o bem maior de todo cidadão. “Como é bom quando existem pessoas que nos ajudam a cuidar dela. Esta é uma justa homenagem a todos vocês, voluntários e voluntárias, que dão todo esse apoio emocional, comunitário e social aos que sofrem com o câncer. Que dão amor às pessoas neste momento de fragilidade e todo acompanhamento posterior. Que atuam, resgatando a dignidade, o amor, a esperança e a fé. Que Deus continue abençoando o passo de todas vocês. Vocês fazem a diferença na vida de muitas pessoas. Sigam nesta nobre missão de servir”, apontou. 

A Liga com toda sua força, determinação e voluntariado traz às pessoas esperança e a possibilidade de viver a sua vida como antes da sua doença, do câncer. Quantas pessoas recebemos em nosso gabinete que dizem da alegria de ter passado pela Liga, que reforçam que vocês fizeram tudo o que podiam ter feito para ajudá-las. Nunca ouvi alguém dizer nada além de elogio e de demonstrar gratidão à Liga Feminina de Combate ao Câncer”, ressaltou a vereadora Patricia ao frisar que a entidade faz, muitas vezes, o trabalho que o poder público deveria fazer. “Quem não vive para servir, não serve para viver. Parabéns. Vocês são demais”, falou a parlamentar. 

A vereadora Semilda enfatizou que é capaz de imaginar as dificuldades enfrentadas pelas primeiras voluntárias da Liga em uma sociedade em que falar sobre câncer ainda era tabu. “Vivemos um momento complicado em relação à saúde pública brasileira. Ao encontro disso, vem o grande trabalho incondicional desenvolvido por vocês em prol das pessoas doentes e de seus familiares, atendendo homens e mulheres. Muito obrigada. O nosso reconhecimento e gratidão pelo trabalho social que desenvolvem no Município, com dedicação, carinho e também espírito cristão. Vocês são o anjo da guarda de tantas pessoas”, disse a vereadora que é responsável pela Procuradoria Especial da Mulher da Câmara. 

Gerson Peteffi, que também falou em nome do colega Esio Muller, frisou as principais ações da Liga: assistir, informar e conscientizar. “É um trabalho divino, de inspiração e de transpiração”, disse o parlamentar. “Vida longa a vocês. A cidade está em festa. Trabalho digno de maior louvor, carinho e consideração que essa terra de Novo Hamburgo pode ter”, apontou.

Reconhecimento

vereador Felipe Kuhn Braun entregou um quadro de homenagem à presidente da Liga Feminina de Combate ao Câncer de Novo Hamburgo, Maria Regina Strack Dau, que usou a tribuna para agradecer a honraria. “Concordo que essa Casa deveria estar hoje cheia de rosas. Vamos encher de rosa todos os locais para comemorar estes 35 anos da Liga”, disse. A presidente destacou que, em Novo Hamburgo, o grupo atua com a prevenção ao câncer, auxiliando o tratamento através do trabalho voluntário, dando assistência às pessoas de baixa renda, de ambos os sexos, acima de 18 anos. “Hoje, somos quase um braço da Prefeitura na assistência à saúde. Hoje, somos em média 56 voluntários”, contou.

Segundo Maria Regina, quando uma doença grave como o câncer acomete uma família, desestrutura a todos e não somente o doente. “Se nós, que temos posses, já sofremos com o laudo, às vezes muito grave, imagina a situação em uma família que não tem nem o que comer. A gente nunca diz não. Fornecemos cestas básicas, passagens, alimentação especial, sondas, fraldas, medicamentos, curativos, nutrição, camas hospitalares, cadeiras de roda, muletas, bengalas, material ortopédico, nebulizadores, perucas e apoio de nutricionistas, fonoaudiólogas, advogados, fisioterapeutas, arteterapeutas, enfermeiros e assistência social. E trabalhamos muito com a inclusão social", enumerou a presidente.

Saiba mais sobre o trabalho desenvolvido pela Liga.

Facebook da Liga

registrado em: