Homenagem da Câmara marca os 125 anos da Sociedade Ginástica

por Luís Francisco Caselani última modificação 18/07/2019 20h37
18/07/2019 – Como forma de reconhecimento à representatividade para o esporte da cidade, o Legislativo reuniu-se em sessão solene na noite desta quinta-feira, 18 de julho, para celebrar os 125 anos da Sociedade Ginástica Novo Hamburgo. A homenagem, proposta pelo presidente Raul Cassel (MDB), exaltou o caminho percorrido pelo clube desde sua fundação, pelas mãos de um grupo de jovens de origem germânica, até sua consolidação como referência para diferentes modalidades. A instituição comemorou seu aniversário no último dia 11.
Homenagem da Câmara marca os 125 anos da Sociedade Ginástica

Foto: Daniele Souza/CMNH

Vice-presidente do Conselho Deliberativo da Sociedade Ginástica, o vereador Raul Cassel salientou a construção da agremiação a partir da tradição e expertise da imigração alemã. “Os clubes sociais faziam parte dos costumes e logo deixaram sua marca na região. A Ginástica foi palco de muitas atividades esportivas, culturais e sociais, em um desfilar de eventos dentro da nossa comunidade. É um clube que permeou sua história na conquista esportiva, mas que também é conhecido pelos shows que abrilhantaram as noites dos ginasticanos e pelas muitas amizades, noivados e casamentos que o convívio em sociedade proporcionou”, destacou.

Cassel discorreu ainda sobre a evolução histórica da entidade, desde o início em um pequeno prédio até sua atual configuração, com uma ampla estrutura no bairro Rio Branco e uma sede campestre entre os municípios de Igrejinha e Nova Hartz. O parlamentar fez questão de ressaltar o empenho de todos os associados que fizeram o clube se desenvolver e lembrou o apoio da Câmara nos processos de tombamento do patrimônio e no reconhecimento de utilidade pública da instituição. “O clube sempre se manteve às custas de pessoas beneméritas que dedicaram seu tempo em um trabalho filantrópico em prol da sociedade. A história dos 125 anos é permeada por diversas pessoas que ocuparam diferentes funções dentro da Ginástica”, complementou.

O vice-presidente da Câmara, Gerson Peteffi (MDB), recordou figuras que a Ginástica o apresentou e que marcaram sua trajetória pessoal. “Acho que já nasci ginasticano. Meu pai era associado e lembro que aprendi a nadar, por volta dos 7 anos de idade, na piscina do clube. Ele faz parte do no nosso dia a dia e sempre me foi uma segunda casa. Inclusive meu primeiro trabalho como médico foi nas piscinas da Ginástica”, recordou o vereador, que ainda enalteceu a longevidade da agremiação. “Não lembro de homenagearmos uma entidade com 125 anos. Estamos colocando um marco nesta Casa”, frisou.

O presidente da Sociedade Ginástica, Fernando Martini, agradeceu o que definiu como uma demonstração de carinho. “O clube sempre viveu intensamente o esporte, tornando-o um espaço de formação. A Ginástica, hoje com cerca de 12 mil associados, também se firmou como um importante polo de bem-estar, cultura e lazer. É com grande orgulho que celebramos esses 125 anos de incontáveis realizações, que só foram possíveis graças ao empenho e determinação de dirigentes, atletas, associados e colaboradores que dedicaram parte de sua vida para o êxito desta instituição”, finalizou.

Sociedade Ginástica

Batizada de Turnverein Neu Hamburg e sustentada pelo tripé esportes, lazer e recreação, a Sociedade Ginástica Novo Hamburgo foi fundada por um grupo formado por 18 jovens no dia 11 de julho de 1894, três décadas antes da emancipação política da cidade. Baseados nos princípios difundidos pelo atleta e pedagogo prussiano Friedrich Ludwig Jahn, os filhos e netos de imigrantes alemães estabeleceram sua sede social na atual rua Joaquim Nabuco. Como o espaço era reduzido, o primeiro exercício possível foi o da dança.

Com uma sede maior a partir de 1908, enfim teve início a prática da ginástica artística, com aparelhos vindos da Alemanha. Quatro anos mais tarde, no hoje Calçadão Osvaldo Cruz, um espaço próprio foi inaugurado, sendo introduzido também o bolão. A mudança para a atual sede no bairro Rio Branco, a partir de 1950, impulsionou novos esportes. Hoje, a SGNH ostenta acima de seu logotipo nove estrelas, em alusão ao heptacampeonato mundial de punhobol e aos dois mundiais de tênis interclubes na categoria 55 anos, conquistados em 1992 e 1994.

registrado em: