Comitesinos divulga estudo sobre pontos de alagamentos na região do Rio dos Sinos

por Giovani da Cruz Gafforelli última modificação 24/07/2018 09h20
24/07/2018 - Foi divulgado nesta segunda-feira, 23, estudo elaborado pela Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan) sobre os pontos de alagamento na bacia do Rio dos Sinos. No documento, que demorou 3 anos para ficar pronto, estavam alternativas e projetos para minimização do efeito das cheias do Rio dos Sinos. Membro do Comitesinos, Sergio Hanich (MDB) acompanhou a apresentação do levantamento na sede da Unisinos.
Comitesinos divulga estudo sobre pontos de alagamentos na região do Rio dos Sinos

Crédito: Giovani Gafforelli/CMNH

Conforme o trabalho dos técnicos da Metroplan, sem a execução de medidas, os prejuízos podem ultrapassar os R$ 7 bilhões ao longo dos próximos 30 anos. Foram propostas ações sem obras de engenharia e com obras, e também a transformação da BR-448 (Rodovia do Parque) num dique, na região do Baixo Sinos, além de elaboração de estruturas para conter os alagamentos nas áreas mais conhecidas.

Segundo Serjão, o estudo foi importante na busca por uma solução para o futuro, porém, destaca que apenas esse levantamento e projeção não é suficiente para conhecer onde existem alagamentos em cada ponto da bacia do Rio dos Sinos. “Nós que vivemos aqui na base, junto com a comunidade, sabemos os problemas que acontecem em Novo Hamburgo a cada chuva” revelou.

Na próxima quinta-feira (26) acontece mais uma reunião do Comitesinos. Nesse encontro devem ser apresentadas propostas de solução para os próximos 20 ou 30 anos.