Comissão de Meio Ambiente deve tratar questões como macrodrenagem e deposição de resíduos

por Luís Francisco Caselani última modificação 13/03/2019 16h37
12/03/2019 – A Comissão de Meio Ambiente da Câmara de Novo Hamburgo (Comam) definiu a divisão de seus cargos para 2019 em reunião na tarde de segunda-feira, 11 de março. A presidência dos trabalhos será conduzida pelo vereador Enio Brizola (PT), enquanto Sergio Hanich (MDB) e Cristiano Coller (Rede) exercerão, respectivamente, as funções de relator e secretário. Prevista pelo Regimento Interno da Casa, a Comam exara parecer sobre matérias com impacto ambiental e trabalha assuntos como a preservação do ambiente natural, a gestão de resíduos e o tratamento de água e esgoto.
Comissão de Meio Ambiente deve tratar questões como macrodrenagem e deposição de resíduos

Foto: Luís Francisco Caselani/CMNH

Enio Brizola ressaltou que a comissão deve enfrentar grandes desafios ao longo do ano. Um deles é a questão da macrodrenagem urbana, discussão motivada pelos recentes problemas enfrentados por moradores de diferentes bairros com as fortes chuvas dos últimos meses. “Precisamos criar um movimento na cidade entre Executivo, Legislativo, deputados e senadores para viabilização de recursos para que a cidade esteja mais preparada para enfrentar esses eventos climáticos”, destacou. O presidente da comissão salientou a importância da construção de bacias de contenção e citou o exemplo exitoso de Caxias do Sul. “Temos ainda que discutir a situação dos bairros mais afetados, como Canudos, Industrial, Santo Afonso e os da região norte. A cidade precisa fazer essa discussão”, pontuou.

Outro foco de atuação do grupo parlamentar deve ser a educação ambiental, combatendo a deposição irregular de resíduos sólidos. “Quando há um volume grande de chuvas, isso é transportado para dentro dos arroios, colocando em risco a Casa de Bombas e prejudicando ainda mais essas populações ribeirinhas”, exemplificou Brizola. O vereador ainda defendeu obras de alargamento e aprofundamento dos arroios, bem como um serviço permanente de desassoreamento. “Temos também questões relativas à qualidade da água, à medida que tratamos apenas 4% do nosso esgoto”, finalizou.

O que são as comissões?

A Câmara conta com oito comissões permanentes, cada uma composta por três vereadores. Essas comissões analisam as proposições que tramitam pelo Legislativo. Também promovem estudos, pesquisas e investigações sobre temas de interesse público. A Lei Orgânica Municipal assegura aos representantes de entidades da sociedade civil o direito de participar das reuniões das comissões da Casa, podendo questionar seus integrantes. A Comam se reúne às segundas-feiras, a partir das 16 horas, na sala Sandra Hack, no quarto andar do Palácio 5 de Abril.