Câmara promoverá audiência pública sobre Plano de Manejo do Parcão

por Luís Francisco Caselani última modificação 22/08/2019 18h44
06/08/2019 – Por iniciativa da Comissão de Meio Ambiente (Comam), composta pelo presidente Enio Brizola (PT), o secretário Cristiano Coller (Rede) e o relator Sergio Hanich (MDB), em parceria com o Movimento Roessler para Defesa Ambiental, a Câmara de Novo Hamburgo realizará no dia 22 de agosto, a partir das 19h, audiência pública para tratar duas temáticas. A primeira parte deve ser dedicada para debater proposta de manejo da arborização urbana de Novo Hamburgo apresentada pela RGE. Já o segundo momento discutirá a revisão do Plano de Manejo do Parque Henrique Luiz Roessler, o Parcão. A audiência ocorrerá no Plenário da Câmara, na rua Almirante Barroso, 261, no Centro.
Câmara promoverá audiência pública sobre Plano de Manejo do Parcão

Fotos: Kassiane Michel/CMNH

Em reunião na tarde de segunda-feira, 5 de agosto, integrantes da Comam e do Movimento Roessler decidiram a lista de instituições convidadas para o evento, que inclui órgãos públicos, associações de moradores, estabelecimentos de ensino, organizações sem fins lucrativos, entidades representativas e iniciativa privada. A mesa de debates deverá ser composta por representantes da Secretaria de Meio Ambiente, Ministério Público, RGE e Geoprospec, empresa contratada pela Prefeitura para realizar o Plano de Manejo do Parcão. A discussão será conduzida pela Comam e contará com exposição do Movimento Roessler.

Parcão

Segundo a Prefeitura, o plano de manejo consiste em um instrumento de equilíbrio entre a natureza e o convívio da comunidade no parque, regrando espaços de uso e preservação. Entre as principais ações está a previsão de questões relacionadas à educação ambiental, comunicação, fiscalização, programas de pesquisas e, especialmente, corte e manejo de árvores exóticas invasoras, que se tornam uma ameaça a espécies nativas. Integrantes do Movimento destacam ainda outros pontos que precisam ser discutidos, como o risco potencial de estresse à fauna e flora local pelo excesso de visitação e pelo impacto da iluminação artificial.

Movimento Roessler

O Movimento Roessler pela Defesa Ambiental é uma organização não governamental que tem por princípios e finalidade a preservação e conservação do planeta, bem como da qualidade de vida em toda sua amplitude. A instituição atua, de diferentes formas, na mobilização da sociedade pelo gerenciamento sustentável dos recursos naturais e pela recuperação dos solos, da atmosfera, das águas e da biodiversidade; no estímulo à agricultura orgânica e regenerativa, combatendo o uso indiscriminado de aditivos químicos; no aperfeiçoamento da legislação ambiental; e na valorização da participação cidadã nos processos decisórios, exigindo transparência quanto à aplicação de recursos públicos.

Saiba mais sobre o projeto em movimentoroessler.org.

O que são as comissões?

A Câmara conta com oito comissões permanentes, cada uma composta por três vereadores. Essas comissões analisam as proposições que tramitam pelo Legislativo. Também promovem estudos, pesquisas e investigações sobre temas de interesse público. A Lei Orgânica Municipal assegura aos representantes de entidades da sociedade civil o direito de participar das reuniões das comissões da Casa, podendo questionar seus integrantes. A Comam se reúne às segundas-feiras, a partir das 16h, na sala Sandra Hack, no quarto andar do Palácio 5 de Abril.