Câmara presta homenagem aos 40 anos do Grupo de Escoteiros Itapuí

por Tatiane Souza última modificação 24/11/2021 17h32
24/11/2021 – Por iniciativa da vereadora Tita (PSDB), a Câmara de Novo Hamburgo reservou o início da sessão plenária desta quarta-feira, 24, para um momento de celebração aos 40 anos de fundação do Grupo de Escoteiros Itapuí, completados no dia 24 de outubro. Com sede junto à Paróquia São José, no bairro Primavera, o grupo realiza suas atividades aos sábados nas dependências da Fundação Liberato. Prestigiaram a homenagem da tribuna de honra, o fundador e atualmente membro da Comissão Fiscal, João Cláudio da Silva, o atual presidente, Alan Kirs, e o chefe Marcos Rieck.
Câmara presta homenagem aos 40 anos do Grupo de Escoteiros Itapuí

Foto: Daniele Souza/CMNH

Estou aqui com muita alegria para homenagear o trabalho que esse grupo desenvolve. Parabéns por fazer durante 40 anos esse trabalho de doação e voluntariado junto a comunidade”, apontou a parlamentar. Ela explicou que o escotismo é um movimento educacional de jovens, sem vínculo com partidos políticos, voluntário, que conta com a colaboração de adultos e valoriza a participação de pessoas de todas as origens sociais, raças, crenças. Segundo Tita, o movimento complementa a formação que cada criança, adolescente ou jovem recebe de sua família, de sua escola e de seu credo religioso, de acordo com seus propósitos, seus princípios e Método Escoteiro, concebidos pelo fundador Baden-Powell e adotado pela UEB - União dos Escoteiros do Brasil. 

Em vídeo, alguns ex-integrantes do grupo falaram sobre a importância em ter participado do Itapuí e das lembranças e aprendizagens que levam para vida. 

Gerson Peteffi (MDB) destacou que a entidade possui viés carismático e traz boa conduta aos jovens e adultos. Segundo o vereador, tudo o que envolve cultura e que é bom para a família, com o cultivo das tradições, resgatando valores por vezes esmaecidos pela rotina fugaz, deve ser valorizado. “Vocês representam as raízes que sustentam a nossa cidade, nosso estado e país”, afirmou. 

Lourdes Valim (Republicanos) parabenizou Tita pela homenagem. “É um trabalho que vem das raízes e temos de valorizar e preservar, porque falam dos princípios e valores da família e da ética”, disse. 

Presidente da Casa, Raizer Ferreira (PSDB) desejou que cada vez mais os parlamentares possam apoiar essas entidades pelas ações que fazem e trazem a família e a sociedade. “Sustentar um grupo por um tempo tão grande, com missão tão importante, é de extrema importância. O estado não conseguiria fazer a gestão necessária para termos uma sociedade sã, curada e com saúde. Parabéns por fazerem tão bem o seu trabalho”, falou. 

João Claudio da Silva recebeu das mãos de Tita um quadro de homenagem à trajetória do grupo neste 40 anos. Ele usou a tribuna para agradecer o reconhecimento do Legislativo hamburguense. “Temos tantas histórias para contar e que têm uma importância enorme na vida de tanta gente. Atualmente, 20 milhões de pessoas em todo o mundo são escoteiros”, revelou. Silva ainda destacou pontos importantes da história do escotismo e salientou que os participantes sempre terão boas lembranças dos acampamentos, trilhas e das fortes emoções que viveiro no movimento. “Formou grandes e fortes cidadão”, concluiu.

Histórico do Grupo Itapuí 

A história do Grupo Escoteiro Itapuí começa em 1978 com o ingresso e participação do chefe João Cláudio da Silva no Grupo Escoteiro José Plácido de Castro, de Porto Alegre. Em agosto de 1981, João Cláudio, recém-chegado na cidade de Novo Hamburgo, após alguns contatos, descobre a existência de um grupo escoteiro inativo na escola Pio XII, ainda contando com vasto material escoteiro, e aí encontra alguns jovens pertencentes a esse grupo, então, sem atividade pela ausência de chefia.

Em um breve contato com eles decide analisar a situação e pensa em dar continuidade ao grupo. Sem contar com muito apoio da direção da escola resolve levar a ideia adiante e manifesta seu interesse à direção da Paróquia São Luiz (Centro), na época dirigida pelo Cônego Isidoro Bruxel que apoia a ideia e oferece espaço e seu apoio para montar o grupo nas dependências da paróquia. 

A notícia se espalha e, após algumas reuniões, ele monta uma equipe e resolve começar o grupo com o nome de Itapui (Pedra que bate), já no dia 29 de maio de 1981. No dia 08 de outubro do mesmo ano marca-se a abertura do Grupo com o dia da primeira promessa agendada para dia 24 de outubro. Na ocasião se inscreveram vários jovens, entre eles Fabian Viegas, Marcos Aurélio Flasch, Paulo Andre Kieling, e o chefe Paulo Ricardo Kieling, mais Verlei Goulart Aurélio, Vilsom Scherer, Davi Mozar Koch, Gerson Valmor Lauxe, José Antonio Casuni, Cesar Autur Pilger e Everton Luis Meinhart. 

Fundado oficialmente em 24 de outubro de 1981, o Grupo Escoteiro Itapuí – 162/RS é uma organização local de direito privado e sem fins lucrativos, de caráter filantrópico, beneficente e educativo, destinada a proporcionar a prática do escotismo aos seus membros efetivos, organizado e constituído de acordo com o regulamento do Estatuto da União dos Escoteiros do Brasil e de normas que lhe forem aplicadas. Em 1986, o Grupo se instalou no bairro Primavera e no decorrer de todos estes anos vem contribuindo para a educação e formação de crianças e jovens, por meio de um sistema de valores baseado na Promessa e na Lei Escoteira, para ajudar a construir um mundo melhor onde as pessoas se realizem como indivíduos e desempenhem um papel construtivo na sociedade. 

registrado em: