Câmara presta homenagem aos 30 anos da Feira do Produtor

por Jaime Freitas última modificação 10/04/2019 17h11
10/04/2019 – A Mesa Diretora da Câmara, por meio do Requerimento nº 251/2019, aprovado por unanimidade em plenário, destinou parte da sessão plenária desta quarta-feira, 10 de abril, para homenagear os 30 anos da Feira do Produtor de Novo Hamburgo. A já tradicional feira hamburguense é uma forma de sustento de muitas famílias do bairro Lomba Grande, que expõem seus produtos agrícolas e coloniais desde a primeira edição, realizada em 12 de maio de 1989. A atividade foi reconhecida pela Lei Municipal nº 904/2003.
Câmara presta homenagem aos 30 anos da Feira do Produtor

Foto: Daniele Souza/CMNH

Gerson Peteffi foi o primeiro a ocupar a tribuna para prestar homenagem, falando também em nome da bancada da Rede. “Quero dizer, em primeiro lugar, que nada é melhor do que, nestes 92 anos de emancipação de Novo Hamburgo, saudarmos uma atividade que já é realizada há 30 anos em nosso município, que marca uma trajetória de sucesso, credibilidade e de atenção aos nossos cidadãos. A feira, com quase um terço do tempo de existência da nossa cidade, é um marco, é algo que esta Casa precisa registrar. Relato que, se em um passado recente ocorreram ruídos entre os produtores rurais da nossa comunidade e o Poder Executivo, somos testemunhas que está havendo um ‘distensionamento’ nessa relação. Conversando com vários agricultores familiares, constatamos que a administração está trabalhando de maneira mais tranquila, com uma fiscalização atuante dentro dos padrões e normas legais, mas com atenção e cuidado com os responsáveis pelo cultivo e pela comercialização dos itens. A Feira do Produtor nada mais é do que a expressão da zona rural da cidade. Desejo a essa iniciativa muitos mais anos de vida, pela importância alimentar, histórica e cultural. Parabéns pelos 30 anos”, destacou o parlamentar.

“Saudamos hoje, de maneira muito especial, os produtores rurais de Novo Hamburgo”, disse o presidente da Câmara, Raul Cassel (MDB), na abertura de sua manifestação, falando também em nome da bancada do MDB e do PP. “Acredito que esse é um momento muito importante na nossa Câmara Municipal. Importante pelo reconhecimento a um trabalho pesado, um trabalho de sol a sol, um trabalho que não mede dia de chuva, um trabalho que não permite ar-condicionado nos dias quentes, um trabalho que enfrenta pestes, furtos de animais e diferentes problemas, típicos de quem lida com agricultura e pecuária. Eu gostaria de saudar de maneira muito efusiva a todos vocês, porque o que se viu na história do Brasil foi o êxodo rural, pessoas saírem do campo e virem para cidade na busca por uma vida mais tranquila, direitos trabalhistas, horário de trabalho delimitado, entre outros recursos urbanos. E vocês, dentro de um espaço que corresponde a dois terços da área do Município de Novo Hamburgo, uma preciosidade para quem vive nesse Centro cercado de edifícios, têm lá um espaço especial para bem alimentar os cidadãos de Novo Hamburgo. Aproveito para lançar um desafio às famílias hamburguenses. Que deixem um pouco de lado os produtos industrializados e prestigiem os produtos dos nossos agricultores familiares”, finalizou Cassel.

Felipe Kunh Braun, que falou em nome das bancadas do PDT, Solidariedade e PPS, destacou a importância que Lombra Grande tem dentro do território hamburguense. “Não é à toa que lembramos no dia 25 de julho a chegada dos primeiros imigrantes alemães no Brasil e também o Dia do Colono. Sabemos da importância do produtor rural, porque não somos nada sem alimento. Precisamos muito do alimento espiritual, mas o alimento do corpo é muito importante porque nos sustenta, nos dá vida, nos dá vigor. Sei da dificuldade que é atuar no campo. Parabenizo vocês por esse vínculo muito forte com a agricultura e com o trabalho rural. A Feira do Produtor completa três décadas com grandes avanços. Não são três dias, não são três meses. São 30 anos de uma história muito bonita. Sabemos das dificuldades que vocês, produtores, enfrentam. Deliberamos, aqui no nosso Parlamento, sobre algumas situações difíceis por vocês enfrentadas. Estimulamos o diálogo, somamos forças com o objetivo de esclarecer o Executivo sobre temas tão sensíveis a vocês. Esse é o nosso papel. Sempre estamos aqui à disposição de vocês, como parlamentar, como lá na feira, como um cidadão que adquire e consome produtos tão importantes para nossa vida e nosso sustento. Mais uma vez, parabéns a vocês”, declarou o vereador.

“Aqui nesta tarde prestamos justa e merecida homenagem à Feira do Produtor. A cada dia vemos campanhas com orientações médicas, pessoas falando em vida saudável, mas entendo como vida saudável um menor consumo de alimentos com agrotóxicos e maior de produtos orgânicos”, alertou Enio Brizola, que falou em nome da bancada de seu partido, o PT. “Eu tenho o maior prazer de ir na feirinha lá no bairro Primavera, ao lado da Paróquia São José. Nas sextas-feiras faço as minhas ‘comprinhas’. Compro um pão, uma cuca, uma linguiça, uma rosca, entre outros produtos. Oriundos lá do interior, da Agricultura Familiar, sabemos dar valor àquilo que é saudável. Sabemos também que uma parte do abastecimento da merenda escolar em nosso município provém da Agricultura Familiar. Isso é muito importante porque garante uma venda para o produtor e garante alimentação saudável na mesa também das crianças”, lembrou o edil.

Após a fala dos vereadores, o presidente Raul Cassel, em nome da Mesa Diretora da Câmara, fez a entrega de um quadro que homenageia a Feira do Produtor ao senhor Roberto Killing, idealizador da feira e representante dos produtores rurais de Lomba Grande.

Feira do Produtor

Batata, tomate, cenoura, beterraba, laranja, mamão, alface, brócolis, queijos, mel e linguiça. Esses e outros produtos fazem parte do que a Feira do Produtor oferece à comunidade. Em busca de alimentos saudáveis, centenas de pessoas buscam, nos dias de feira, os produtos oferecidos nas barracas dos agricultores familiares. Nas datas estabelecidas para o comércio hortifrutigranjeiro, também são oferecidos produtos artesanais como biscoitos, bolos, pães e cucas caseiras. Tudo é produzido por 40 famílias do bairro rural de Lomba Grande.

A feira ocorre de forma itinerante em diferentes bairros da cidade, nas terças, quintas, sextas-feiras e sábados. Com a conclusão das obras nas ruas Lima e Silva e Cidade de Atlântida, que integram a revitalização da área central, a Feira do Produtor passou, desde o dia 5 de abril, aos seguintes locais:

  • Nas terças-feiras: ruas Lima e Silva e Cidade de Atlântida, das 14h30 até 18h;
  • Nas quintas-feiras: Rua Lima e Silva, das 14h30 até 18h;
  • Sábados: Rua Magalhães Calvet, das 7h ao meio-dia.