Câmara presta homenagem à professora hamburguense vencedora do prêmio Educador Nota 10

por Jaime Freitas última modificação 16/08/2019 13h48
14/08/2019 – O Legislativo hamburguense prestou homenagem na sessão desta quarta-feira, 14 de agosto, à professora Joice Maria Lamb, uma das vencedoras da 22ª edição do Prêmio Educador Nota 10, concedido pela Fundação Victor Civita. Joice é coordenadora pedagógica da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Professora Adolfina Diefenthäler e foi a única representante gaúcha a receber a láurea. O reconhecimento foi uma iniciativa dos vereadores Cristiano Coller (Rede), Enfermeiro Vilmar (PDT), Enio Brizola (PT), Felipe Kuhn Braun (PDT), Gabriel Chassot (Rede), Nor Boeno (PT), Patricia Beck (sem partido), Tita (PP) e Vladi Lourenço (PP), por meio do Requerimento nº 779/2019.
Câmara presta homenagem à professora hamburguense vencedora do prêmio Educador Nota 10

Foto: Kassiane Michel/CMNH

Joice Lamb apresentou o projeto #aprenderecompartilhar – Escola inovadora. Em conjunto com sua equipe, a professora se dedica continuamente à articulação pedagógica, à formação continuada e à gestão de projetos que enfocam experiências de autoria de profissionais e estudantes. O projeto é inspirado na convicção de que todos podem aprender e compartilhar saberes e na valorização do trabalho coletivo. É uma ação ampla que articula todas as iniciativas da escola e chama a comunidade para avaliar as atividades pedagógicas e propor encaminhamentos, correções de rota e melhorias.

O Prêmio Educador Nota 10 é considerado a mais importante distinção da educação básica brasileira. A iniciativa é organizada pela Fundação Civita, entidade sem fins lucrativos focada na melhoria da educação, por meio da valorização de bons professores e o incentivo ao trabalho docente.

Enfermeiro Vilmar foi o primeiro a ocupar a tribuna e destacou o papel do professor na vida das crianças. “Ser professor é muito mais que exercer uma profissão, dar aulas, aplicar e corrigir provas. Ser professor é ser um agente ativo na formação de um cidadão, o que exige muito esforço, preparação, ousadia e persistência. É ter um olhar no outro, conhecer cada aluno e suas necessidades e, mesmo na incerteza, lutar e ir em frente. Ser professor é mergulhar no interior de cada aluno, despertando a curiosidade e permitindo o uso de suas descobertas. Ser professor é doar-se plenamente a seus ensinamentos sendo um verdadeiro mestre. Ser professor é lançar uma semente em terra fértil ou árida, cultivar seu crescimento no dia a dia e nutrir a cada minuto sem saber que fruta será colhida. Ser professor é ser artista. Mesmo cansado, embarcar numa aventura maravilhosa de ensinar e aprender. Ser professor é manter-se apaixonado pela educação, mesmo nas dificuldades, que não são poucas, e buscar uma escola melhor todos os dias. Ser professor é orgulhar-se do que faz, é acreditar no ser humano e na construção de um mundo melhor”, definiu o parlamentar.

Esta é uma justa e merecida homenagem a uma professora de uma escola de um bairro da zona norte de nossa cidade, que tem entre seus alunos filhos da classe operária, que tanto precisam de uma educação de qualidade. Mesmo em tempos de reduções de recursos federais para a Educação Básica, que foi fortemente atingida em todos os municípios brasileiros, e também de reduções no ensino de nível Superior, atingindo as universidades públicas, temos aqui em Novo Hamburgo uma professora que se destaca em sua categoria e coloca nossa cidade no mapa nacional da educação de qualidade. A bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) e esta Casa sentem-se honradas com a sua presença. Aceite a nossa humilde e singela homenagem como uma forma de reconhecimento aos esforços da senhora, mas também de milhares de professores aqui da nossa cidade, que cotidianamente fazem da educação o seu objetivo maior”, declarou Enio Brizola, que também falou em nome do seu colega de bancada, Nor Boeno.

Temos conhecimento da dificuldade que é ser um educador, porque é uma atividade que vai além da escola. Muitas vezes, os alunos recebem pouca orientação em casa, falta educação dentro do lar, independente da situação social e financeira em que vivem. Às vezes, a professora precisa agir como alguém da família, é um pouco mãe, é um pouco tia e sempre está ali para auxiliar quem precisa, com uma fala, uma orientação. A homenagem de hoje é um reconhecimento ao trabalho do educador de forma integral. Quanto melhor é a educação, melhor o resultado para nossa sociedade, para nossa cidade e para nossa região”, ressaltou Felipe Kuhn Braun.

Novo Hamburgo está de parabéns por ter uma professora ganhadora desse prêmio nacional. Vejo como um grande incentivo a todas as professoras e professores do nosso município e da nossa região. É também um indicativo da qualidade dos educadores que temos aqui na nossa rede municipal. Como relatora da Comissão de Educação desta Casa, quero parabenizá-la professora Joice. A senhora merece todo nosso reconhecimento”, disse a vereadora Tita, que falou em nome no seu colega de bancada, o vereador Vladi Lourenço (PP).

É uma paixão, é um sacerdócio ser professor, ser educador nos tempos de hoje. As nossas professoras e os nossos professores são aqueles que podem alavancar a vida de um indivíduo e de toda uma sociedade. São os que ajudam as crianças a crescerem e se desenvolverem. São os que ajudam a fazer um País melhor, como queremos e desejamos. Parabéns, professora Joice, por representar tão bem o ofício da educação“, disse Gerson Peteffi, que falou em nome da bancada do MDB e dos vereadores da bancada da Rede, Cristiano Coller e Gabriel Chassot.

Após a fala dos vereadores, a professora Joice recebeu um quadro em alusão à homenagem das mãos do vereador Enfermeiro Vilmar e em seguida ocupou a tribuna para dar seu depoimento.

O projeto Aprender e Compartilhar, realizado na escola Adolfina, é um projeto coletivo que implica toda a comunidade escolar na construção de uma escola inovadora. Uma escola inovadora não só porque usa a tecnologia, mas porque olha para si e cria projetos para resolver seus próprios problemas. Hoje posso ser homenageada por ter inscrito o projeto no Prêmio Educador Nota 10 e, de certa forma, como coordenadora pedagógica, estar articulando as propostas entre si, mas este trabalho só existe por uma vontade coletiva. Iniciação científica fora da caixa, aprendizagem matemática, recreio compartilhado, conferência escolar e escola sustentável são nomes que damos às nossas ações, que se entrelaçam para constituir o aprender e compartilhar. Nossa proposta pretende incentivar a pesquisa, a autonomia e a autoria dos nossos estudantes, buscando uma escola sustentável e acolhedora. Agradeço essa homenagem em meu nome e em nome de toda a escola Adolfina, porque não é um projeto só meu, ele está sendo representado por mim, pois eu que o articulei, escrevi e enviei, mas ele é um projeto daquela comunidade. Eu tenho um orgulho imenso de fazer parte desse grupo. Mas o que é o ‘Aprender e Compartilhar’? Basicamente, é o que representam as palavras, composto por muitas ações, às vezes pequenas e às vezes grandiosas, que formam a escola, esse jeito de ser que se constitui lá dentro do nosso espaço”, declarou a homenageada.

Confira a lista completa dos selecionados

Conheça melhor os projetos

Saiba mais sobre o Prêmio Educador Nota 10

A educadora recebeu um vale-presente no valor de R$ 15 mil, além de todas as despesas pagas para participar de uma semana de imersão e da cerimônia de premiação, marcadas para setembro, em São Paulo, onde ela concorrerá ao título de Educadora do Ano. Nesta edição, foram inscritos cerca de 5 mil projetos de diferentes lugares do Brasil. A rede municipal de ensino hamburguense teve três professoras entre os 50 finalistas. Além de Joice, também estavam na lista as professoras Cristiele Borges dos Santos, da Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Joaninha, e Viviane Zimermann Heck, da EMEI Caracol.