Projeto educativo para aniversário de Novo Hamburgo sela parceria entre Câmara e advocacia pública e privada do Município

por Tatiane Souza última modificação 25/03/2021 16h44
25/03/2021 – Novo Hamburgo completa 94 anos de emancipação no próximo dia 5 de abril, e a Escola do Legislativo junto à Associação dos Procuradores do Município (APMNH) e à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) começaram a pôr em prática um projeto a ser realizado durante todo o mês como forma de homenagem ao Município, exaltando sua história, seu patrimônio e seu povo. A organização do evento foi formalizada na manhã desta quinta-feira, 25, de forma virtual, com representantes da equipe técnica da Câmara Municipal e da advocacia pública e privada do Município. Idealizadora do projeto, a procuradora Cinara Vila ressaltou que o objetivo é reunir esforços para oportunizar algo educativo, inclusivo e que mostre a importância da participação social na construção de uma cidade com mais qualidade de vida, espaços urbanos otimizados e valor público.

Também estavam presentes na reunião, além da equipe da Gerência de Comunicação da Câmara e da Diretora da Escola do Legislativo, Maria Carolina Seitenfus Hagen, o diretor-geral da Casa, Flávio Luís Teixeira e o professor do Município, Udo Sarlet.

A procuradora enfatizou durante a reunião que o aniversário do Município é uma oportunidade da advocacia pública e privada comunicar-se com os cidadãos e pensar o futuro da cidade – que ruma ao centenário. A ideia é realizar pela TV Câmara NH e seu canal no Youtube (Youtube.com/TVCamaraNH) uma série de bate-papos informais, no formato de lives, sobre o patrimônio histórico, cultural, ambiental e urbano da cidade, trazendo para a conversa pessoas engajadas e envolvidas com os assuntos. “Temos tantas riquezas, museus, arquitetura, lugares como Hamburgo Velho e o nosso Parcão que merecem ser melhores conhecidos e admirados”, enfatizou. “É no dia 5 de abril que destacamos o esforço daqueles que ergueram essa potência econômica e que aqui construíram suas raízes. É uma data para marcar sua memória, identidade, desenvolvimento econômico e institucional”, finalizou Cinara Vila.

registrado em: