Câmara de Novo Hamburgo reprova Semana Municipal das Artes Marciais

por Tatiane Souza última modificação 15/09/2021 17h20
15/09/2021 – Após dois pedidos de vista, os vereadores hamburguenses rejeitaram nesta quarta-feira, 15, por 7 votos a 5, projeto de lei que institui a Semana Municipal das Artes Marciais. A proposta, idealizada pelo vereador Gustavo Finck (PP), defende a divulgação dos benefícios das diferentes modalidades tanto para o corpo quanto para a mente a partir da organização de competições e apresentações em praças públicas. De acordo com o projeto, as atividades deveriam ser realizadas sempre na última semana de agosto.
Câmara de Novo Hamburgo reprova Semana Municipal das Artes Marciais

Jaime Freitas/CMNH

Ricardo Ritter (PSDB), líder do governo na Câmara, pediu voto contrário à matéria. “O Executivo proporá projetos mais abrangentes, atendendo a várias atividades esportivas: Semana das Atividades Desportivas, Paradesportivas e Surdodesportivas e a Semana de Lazer”, destacou. 

Os vereadores Cristiano Coller (PTB), Enio Brizola (PT), Felipe Kuhn Braun (PP), Gustavo Finck e Lourdes Valim (Republicanos) votaram sim ao projeto. Darlan Oliveira (PDT), Fernando Lourenço (PDT), Ito Luciano (PTB), Joel Gross (PSDB), Ricardo Ritter – Ica (PSDB), Semilda dos Santos – Tita (PSDB) e Sergio Hanich (MDB) votaram não. O vereador Gerson Peteffi (MDB) estava ausente no momento da votação. O presidente Raizer Ferreira (PSDB) presidia a sessão. 

Leia o Projeto de Lei nº 47/2021 na íntegra. 

Esportes olímpicos

Cinco das artes marciais descritas pelo PL compuseram o quadro de modalidades dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Duas delas garantiram medalhas ao Brasil. Os gaúchos Daniel Cargnin e Mayra Aguiar conquistaram o bronze em suas respectivas categorias no judô. No boxe, foram três medalhas: ouro para o baiano Hebert Conceição, prata para a também baiana Bia Ferreira e bronze para o paulista Abner Teixeira. Karatê, luta e taekwondo completaram a lista de artes marciais no programa olímpico.

registrado em: