Câmara de Novo Hamburgo instaura Calendário Pró-Saúde

por Luís Francisco Caselani última modificação 02/12/2019 21h01
02/12/2019 – A Câmara de Novo Hamburgo terá o seu Calendário Pró-Saúde. A iniciativa, elaborada por Raul Cassel (MDB), presidente da Casa, reúne os tradicionais meses coloridos adotados por associações médicas e organizações não governamentais para designar campanhas informativas de prevenção e combate a doenças diversas. O intuito do substitutivo ao Projeto de Resolução nº 4/2019, aprovado por unanimidade nesta segunda-feira, 2, é aliar o Legislativo às entidades municipais, reforçando o alcance e incentivando a realização de ações alusivas. Ao todo, o calendário abrange 24 campanhas, distribuídas ao longo dos 12 meses do ano (veja tabela completa abaixo).
Câmara de Novo Hamburgo instaura Calendário Pró-Saúde

Foto: Tatiane Lopes/CMNH

Conforme o substitutivo, a Câmara deverá atuar na divulgação de informações, na promoção de palestras, cursos ou eventos e na produção de materiais gráficos, reportagens e entrevistas com profissionais das diferentes áreas. Entre os objetivos está o intercâmbio de conhecimento com os cidadãos, a potencialização do debate político sobre temas de saúde pública e a aproximação entre Legislativo e população. A estrutura física da Câmara ficará à disposição das entidades para a realização de atividades atinentes aos meses em questão.

As ações serão pautadas pelas cores, que também iluminarão a fachada do Palácio 5 de Abril. Além da conscientização e combate a enfermidades, o calendário engloba campanhas de incentivo à doação de órgãos, sangue e medula óssea, prevenção ao suicídio, importância do aleitamento materno e segurança no trânsito e no trabalho. O substitutivo estabelece alguns temas já conhecidos, mas deixa em aberto a adesão de novas iniciativas. “Desta maneira, estimulamos a geração de um debate e uma atitude preventiva dentro da Câmara para assuntos muito pertinentes à comunidade”, frisou Raul Cassel.

Confira as campanhas:

O que é um projeto de resolução?

Os projetos de resolução são propostas de regulações internas da Casa, sem efeito externo. Por exemplo, a Resolução nº 6/2015 institui o Regimento Interno do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal. Para entrar em vigor, o projeto de resolução depende apenas da aprovação em plenário, sem precisar passar por análise do Executivo.

registrado em: