Câmara aprova nome de rua no bairro Boa Saúde

por Tatiane Souza última modificação 31/03/2021 16h21
31/03/2021 – Antes de encerrar seu mandato, o ex-vereador e atual suplente pelo PDT Rafael Lucas apresentou projeto de lei propondo a denominação de uma rua no Residencial Novo Hamburgo, no bairro Boa Saúde, em homenagem ao vigilante e comerciante Luiz Dalmora. A sugestão foi aprovada em primeira votação na tarde desta quarta-feira, 31. A via que deve levar o nome de Dalmora tem início na rua Raul Seixas, seguindo em direção leste até encontrar a avenida Floresta. Apesar da aprovação unânime, o projeto deve retornar à ordem do dia na próxima sessão plenária, marcada para 7 de abril, quarta-feira, às 14h.
Câmara aprova nome de rua no bairro Boa Saúde

Foto: Jaime Freitas/CMNH

Luiz Dalmora nasceu em 3 de julho de 1961 no município de Iraí, no norte do estado. Em Novo Hamburgo, tornou-se figura conhecida pelo trabalho como comerciante e por seu apoio às causas sociais no bairro Diehl. “Sua incessante busca por uma melhor qualidade de vida individual, familiar e coletiva fez com que fosse um cidadão respeitado e admirado. Por diversas oportunidades colaborou com festas da comunidade sem cobrar nada por isso. Era um cidadão de coração enorme, sempre disposto a ajudar quem não tinha condições”, destaca Rafael Lucas na justificativa ao projeto. 

Dalmora faleceu em outubro de 2017, aos 56 anos. “O projeto de lei se constitui num reconhecimento à importância dos trabalhos e da vida de Luiz Dalmora, sempre direcionados para o bem da comunidade. Dessa forma, perpetuaremos o nome desse destacado cidadão, o que representa uma justa homenagem a ele e a seus familiares”, finaliza o autor. 

Leia na íntegra o Projeto de Lei nº 53/2020. 

A aprovação em primeiro turno

Na Câmara de Novo Hamburgo, os projetos são sempre apreciados em plenário duas vezes. Um dos objetivos é tornar o processo (que se inicia com a leitura da proposta no Expediente, quando começa sua tramitação) ainda mais transparente. O resultado que vale de fato é o da segunda votação, geralmente realizada na sessão seguinte. Assim, um projeto pode ser aprovado em primeiro turno e rejeitado em segundo – ou vice-versa.

registrado em: