Navegação
Educação
escola
Notícias
Quais são seus canais preferidos para conhecer as atividades parlamentares? Você pode escolher no máximo três opções.







Votos: 191 Resultado
Mais enquetes
 
Você está aqui: Página Inicial Notícias Vencimentos dos vereadores não sofrem redução
Ações do documento

Vencimentos dos vereadores não sofrem redução

24/07/2004 - Vereadores rejeitaram novamente proposta do vereador Ralfe Cardoso (PT) que fixava em R$ 4.544,40 o valor para a próxima legislatura

Os vereadores reprovaram em segunda votação a proposta do vereador Ralfe Cardoso (PT) que fixava em R$ 4.544,40 o valor dos vencimentos para a próxima legislatura.

 

Em votação nominal, a matéria foi rejeitada com 14 votos contrários e três favoráveis. Quatro parlamentares estavam ausentes na hora da votação.

 

Uma emenda assinada por todos os vereadores, com exceção da bancada petista, vinculava o subsídio mensal com os vencimentos recebidos pelos deputados estaduais. O destaque, retirado antes da votação, fixava o valor em 50% do subsídio recebido pelos parlamentares gaúchos, conforme determina a Constituição Federal.

 

Projeto-de-lei do mesmo autor, que também reduzia os vencimentos dos secretários municipais, foi rejeitado em plenário. Assim como na outra proposta, estabelecia em dez vezes o Valor Referencial de Vencimentos (VRV) o salário dos secretários.

 

Atualmente, uma VRV corresponde a R$ 454,40. Os secretários recebem hoje subsídios no valor de 12 VRVs, ou seja, R$ 5.482,80.

 

Também foram aprovados em segundo turno projeto-de-lei do Executivo que cria as curadorias da Pinacoteca e Biblioteca municipais, e projeto de Decreto Legislativo que cria o Acervo da Câmara, de autoria da vereadora Celina Grezzana (PT).

 

HOMENAGEM - O vereador Abrelino Rodrigues (PMDB) utilizou parte do expediente para homenagear a Fundação Cidade do Menor João Bosco, instituição que mantém o Lar da Menina. A entidade atende cerca de 40 meninas carentes no bairro São Jorge.

 

Os parlamentares Darwin Kremer (PSDB), Raul Cassel (PMDB), Celina Grezzana (PT), Ciro Rothen (PDT) e o presidente Sérgio Schuck também foram à tribuna prestar homenagens.

 

O presidente da Fundação, Paulo Kleber Stein Grangeiro, utilizou a tribuna para agradecer as homenagens. No final, as meninas apresentaram um número musical, coordenadas pela professora de música do Lar, Ângela Kiechle.


Banners Banners