Técnico pede apoio para a continuidade do projeto Genoma Colorado no bairro Liberdade

por Luís Francisco Caselani última modificação 11/09/2017 22h03
11/09/2017 – O treinador do Núcleo Liberdade do Genoma Colorado de Novo Hamburgo, Nelson Guerra, utilizou o expediente da Tribuna Popular na sessão desta segunda-feira, 11 de setembro, para expor a necessidade de continuação da escolinha de futebol mantida pela iniciativa. Guerra destacou o trabalho social de formação cidadã desenvolvido pelo projeto e pediu o apoio dos vereadores nas tratativas com o Executivo. Guerra contou que a sede da Sociedade Esportiva e Recreativa Liberdade, utilizada para a realização dos treinos, foi fechada pela Prefeitura há três anos, e eles mantêm o projeto graças ao engajamento do próprio técnico e de pais dos alunos.

Meu trabalho é social e comunitário. Não vim pedir dinheiro. Estou pedindo apenas que olhem para essas crianças que atendemos. Luto e brigo por causa da juventude, que é o nosso futuro. Precisamos saber por que a Sociedade Liberdade está fechada. Estamos há dois anos sem disputar o campeonato do Genoma Colorado porque não temos verba para participar”, contou. Guerra comentou ainda que já recebeu ordem de despejo do local.

A presidente da Câmara, Patricia Beck (PPS), relembrou todo o processo encabeçado por Guerra para manter o projeto em atividade. “Ainda não se encontrou uma solução dentro da Prefeitura. Agora, o projeto foi despejado. O campo de futebol não foi invadido porque Guerra e os pais não permitem. Caso contrário, seria mais uma área pública ocupada ilegalmente, e isso só porque há pessoas desenvolvendo um trabalho voltado para crianças e jovens. É um imbróglio político que atrapalha toda a sociedade”, comentou. A vereadora indicou a formalização de uma comissão mista de vereadores para averiguar a situação e pleitear a continuidade do projeto. “Não foram poucos os pais que me disseram que seus filhos só não foram para o universo das drogas por causa do trabalho disciplinador do Guerra dentro de campo”, ressaltou.

Enfermeiro Vilmar (PDT), Inspetor Luz (PMDB), Naasom Luciano (PTB) e Professor Issur Koch (PP) destacaram que nenhum vereador deixou de ir atrás de uma solução ao problema, mas que as tratativas serão intensificadas. Issur convidou Guerra a comparecer à próxima reunião da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia (Coedu), a qual preside, a fim de acompanhar o processo e procurar soluções. “Não temos poder legal de caneta. Os responsáveis pela situação são o Executivo e o Judiciário”, explicou. Inspetor Luz colocou seu gabinete à disposição de Guerra para analisar a questão jurídica do despejo.

Os vereadores Enio Brizola (PT) e Sergio Hanich (PMDB) sugeriram a convocação do secretário de Esporte e Lazer, Jorginho Schmidt, para apresentar um contraponto à situação. Raul Cassel (PMDB) pediu o encaminhamento dos apontamentos levantados durante a sessão à Prefeitura, para ouvir a manifestação do Executivo.

Genoma Colorado

Lançado oficialmente em 2002 como mais uma forma de divulgar a marca do Sport Club Internacional, o projeto Genoma Colorado destacou-se pelo trabalho de socialização e capacitação de meninos e meninas por meio do esporte. Atualmente, a iniciativa conta com 315 núcleos espalhados pelos países do Mercosul e contabiliza mais de 80 mil jovens atendidos ao longo desses 15 anos, alguns dos quais prospectados para as categorias de base do clube.